Lançamentos de Maio - Galera Record

Hoje eu venho trazer aquele post lindo, que faz as listinhas de desejados de vocês aumentar bastante: os lançamentos de maio da Galera Record. Os lançamentos desse mês estão incríveis e acho que vão agradar especialmente os fãs de romance e de fantasia. Ficou curioso? Dá uma olhada nas sinopses abaixo.

Os quatro cavaleiros (Vol. 1 Riders) – Verônica Rossi        Sinopse: “Nada além da morte pode impedir Gideon Blake de conquistar seu objetivo de se tornar um soldado americano. Bem, o problema é que ele morreu. Por algum tempo. Enquanto se recupera do acidente que deveria ter sido fatal, Gideon nota que seus ferimentos estão cicatrizando muito rapidamente. É um milagre. Se você considerar um milagre o fato de se tornar um dos quatro cavaleiros do apocalipse. Gideon é Guerra. E ele precisa se unir aos outros cavaleiros, Fome, Morte e Peste, para, juntos, proteger uma chave que a Ordem quer ter em mãos para abrir as portas de um reino infernal na Terra, ameaçando escravizar todos os humanos”
Páginas: 350 / Comprar: Aqui.

Time humanos – Justine Larbalestier e Sarah Rees Brennan Sinopse: “Mel nunca gostou de vampiros. A ideia de se transformar em alguém que não está nem vivo, nem morto lhe dá calafrios. Vampiros perdem a capacidade de sorrir, param de ter sentimentos... Isso sem falar que durante a transformação, se as coisas derem errado, você se torna um zumbi. E aí eles matam você. É um risco grande demais! Quando a melhor amiga de Mal, Cathy, e Francis Duvaney se apaixonam, a garota fica apavorada. Francis é arrogante, formal, metido a esperto e esplêndido demais. E quando começa a suspeitar de que Francis está usando Cathy num plano que não tem nada a ver com amor, Mel passa a dedicar seus dias a desvendar a verdade por trás do vampiro, e fazer sua amiga enxergar que aquele é um amor sem futuro, sem jeito, abominável...
Páginas: 352 / Comprar: Aqui.

Londres é nossa! – Sarra Manning                                         Sinopse: “Sunny sempre foi um pouco ingênua, até meio molenga. Mas quando recebe a foto de seu namorado beijando outra garota em seu celular, ela sabe exatamente o que fazer: encontra-lo e terminar tudo. Só que... será que Mark não tem uma explicação para isso tudo? Eles estavam indo tão bem... Agora, Sunny precisa achar o rapaz em pleno sábado à noite em uma das cidades mais movimentadas do mundo. O que antes parecia uma tarefa simples virou uma verdadeira corrida maluca por Londres. No caminho, Sunny conhece um condutor de riquixá, grupo de dragqueens, sua banda girl power favorita e, principalmente, os Goddard – os gêmeos (primos) francês mais misteriosos e descolados de Londres.
Páginas: 266 / Comprar: Aqui.

Graça e maldição – Laure Eve                                              Sinopse: “Se você não ama os Grace, quer ser exatamente como eles – charmoso, rico e influente. River, nova aluna na escola local, é acolhida pela família. Ela é diferente. Mas o que os Grace não sabem é que a garota não está na cidade por acaso; ela sabe exatamente o que está fazendo.
‘Graça e maldição merece ser lido duas vezes. A primeira pelo suspense; e a segunda pelas sutilezas. Uma história sobre a mágica que vem de feitiços, mas também da magia nascida daqueles momentos quando o presente parece perfeito e o futuro, cheio de possibilidades’ – The New York Times”                                      Páginas: 350 / Comprar: Aqui.


E aí, gostaram das novidades? Eu já escolhi meus favoritos e estou muito ansiosa para ler, mas agora quero saber os de vocês. Me contem aí nos comentários se ficaram interessados em algum dos lançamentos desse mês e quais foram. 

Tag - Frases de Mãe


         Hoje, segundo domingo de maio, é comemorado o Dia das Mães. Então, aproveitei a data para responder a tag Frases de mãe, que fui marcada pela Ana Paula do  blog Vícios e Literatura. Esta tag foi criada pela Taty Salazar do blog Coleções Literárias e o Márcio Silva do blog Umbaixinho nos livros, e consiste em relacionar 15 frases que são ditas frequentemente pelas mães com livros.
Mas antes de tudo, vamos às regras:

1 – Mencionar e linkar os blogueiros que criaram a Tag: Taty Salazar (ColeçõesLiterárias) e o Márcio Silva (Um baixinho nos livros).
2 – Indicar 5 blogs para responder e Tag
3 – Colocar a imagem do post (aquela do início do post).

Então, vamos as frases e às minhas respostas.

1 -  “Eu vou contar até três”: Um livro que você não via a hora de acabar.



Esse livro sempre vai aparecer aqui no blog em perguntas como essa: Comer, rezar, amar, da Elizabeth Gilbert. Eu demorei cinco anos para ler esse livro, até que ano passado resolvi que precisava terminar logo. Eu consegui, mas parecia que não ia acabar nunca, do tanto que a leitura se arrastou.

2 – “Se falar isso de novo, te arrebento os dentes”: Um livro que você não suporta que falem mal.



Sem nem pensar duas vezes, Harry Potter. Essa é a minha série favorita da vida e ouvir pessoas falando que é livro para criança, que é uma história pobre ou que os livros são chatos e muito grandes, me dá muita raiva. Dá vontade de sentar o livro na cabeça da pessoa e mandar ler de novo.

3 – “Se correr, vai ser pior”: Um livro que você corre dele, mas sabe que algum dia terá que lê-lo.



Não é exatamente um livro que eu corro dele, mas sempre acabo deixando para depois: Dom Casmurro, do Machado de Assis. Eu sei que preciso ler algum dia, é um clássico da literatura nacional, mas sempre acabo postergando.

4 – “Vem comer, se não esfria”: Um livro que você comprou assim que lançou.



Dificilmente eu compro um livro logo que ele lança, por ser mais caro. Geralmente, eu prefiro esperar alguma promoção. No entanto, em março eu aproveitei algumas promoções e comprei A traidora do trono (resenha aqui) e Lord of Shadows em pré-venda. (Lord of Shadows é a continuação de Dama da meia-noite que será lançado esse mês nos Estados Unidos e eu estou contando os dias para ler).

5 – “Você não é todo mundo”: Um livro que todo mundo odeia, menos você.



Aparentemente, eu sou a única pessoa no mundo que não odeia “A Coroa”, último volume da séria “A Seleção”, da Kiera Cass. Apesar de ter achado o final do livro bastante apressado, não foi um livro que eu tenha odiado ou que tenha me arrependido de ler, como vi muitas pessoas falando. No geral, não é um livro excelente, mas achei uma leitura agradável e fiquei satisfeita de ter lido e concluído a série. Resenha aqui.

6 – “Quantas vezes eu já disse para não fazer isso?”: Um personagem que mais te irritou e fez burrice.



Aqui temos uma boa disputa. Primeiro, alguém por favor me explica a Priscilla em Minha Vida Fora de Série 2 e 3? Sério, que vontade que eu sentia de sacudir essa menina e mandar ela acordar para a realidade. Nunca vi uma personagem fazer tanta burrada de uma vez só. Porém, como não mencionar a Amanda, do livro Sábado à noite, da Babi Dewet? Ela faz muita besteira ao longo do livro e, no final, eu senti vontade de bater nela e impedir que tomasse uma determinada atitude. Pelo menos, a Amanda se redime nos dois livros seguintes e se torna uma personagem maravilhosa. Espero que aconteça o mesmo em Minha Vida Fora de Série 4, que será lançado em breve.

7 – “Quando eu digo não, é não”: Um livro que você não lera. Não importa o quanto as pessoas falem bem.
Com certeza, não vou ler Cinquenta tons de cinza. Não adianta me falar que é uma história maravilhosa, que é muito melhor que o filme e que há uma explicação para o comportamento de Christian Grey. Me desculpem, mas nada justifica um homem oferecer um contrato para ficar com uma mulher, se sentir no direito de rastrear o celular dela e começar a persegui-la em todos os lugares.

8 – “Não mente para mim”: Um personagem mentiroso ou que te enganou direitinho.



Não vou falar qual o personagem, porque alguém que ainda não leu pode juntar as peças e descobrir o final. Como não quero estragar a leitura de ninguém, vou só dizer que um (a) determinado (a) personagem de “A rainha vermelha” fez o meu mundo cair. Sério, a reviravolta desse livro e a verdade sobre uma pessoa na trama me deixou no chão, sem acreditar em mais nada. Quem leu, vai entender de quem estou falando. Resenha aqui

9 – “Coração de mãe não se engana”: Um livro que te conquistou pela capa e a leitura foi ainda melhor.



Quando eu vi a capa de “Em algum lugar nas estrelas”, foi amor à primeira vista e, sem ter ideia do que se tratava a história, já adicionei na minha lista de desejados. Depois li a sinopse, e tive certeza de que precisava ler esse livro. Não me enganei. A leitura foi ainda mais encantadora do que a capa. Resenha aqui.

10 – “Tá chorando sem motivo por quê? Peraí que vou te dar um motivo para chorar”: Um personagem chorão que te fez sentir raiva.



A Grace, protagonista do livro “Em queda livre”, da Ally Carter. Não é que ela é exatamente chorona, mas ela surta em vários momentos do livro, sem motivo algum ou fica de mimimi. Isso acabou me irritando e tornando a leitura um tanto cansativa para mim.

11 – “Come só mais um pouquinho”: Um livro que te fez dizer: “vou ler só mais um pouquinho”.



Com certeza, The kiss of deception. Geralmente, eu sou meio descontrolada com livros que me prendem, mas esse foi um livro em que me superei. Eu li as 492 páginas em menos de 24 horas, porque não conseguia largar o livro. (Parei só para dormir, mas quando acordei já estava com o livro na mão de novo). Resenha aqui.

12 – “Quantas vezes vou ter que repetir?”: Um livro que você teve ou terá que ler de novo para entender.



Acho que quando li “Quem é você, Alasca?” não estava em um bom momento para realizar a leitura. Demorei muito para me envolver com o livro e, quando a história me prendeu, ainda fiquei meio perdida no final. Então, eu ainda pretendo reler esse livro com mais calma para absorver melhor a história.

13 – “Não faz mais do que a sua obrigação”: Um livro que você leu por obrigação.



Tive que ler vários livros para o vestibular, mas muitos deles eu adorei e até leria de novo. No entanto, “Sagarana”, do Guimarães Rosa, foi um livro que eu só li porque caía no vestibular e, sinceramente, não pretendo ler novamente.

14 – “Coração de mãe sempre cabe mais um”: Os três livros que você está doida para comprar.



Só três, sério? Gente, eu podia falar tranquilamente de uns 50 livros que quero comprar e acho que ainda ia faltar hahaha. Mas três que eu quero muito mesmo são: Golem e o gênio, da Helene Wecker, My lady Jane, da Cinthya Hand, e O livro de sombra e sangue, da Robin Wasserman. Inclusive, mês que vem é meu aniversário, então, se algum amigo quiser me dar de presente, eu não vou reclamar haha.

15 – “Isso, quebra mesmo, não foi você quem pagou”: Um livro que você emprestou e voltou irreconhecível.
Felizmente, isso nunca aconteceu comigo. Eu não empresto meus livros para praticamente ninguém, mas quando empresto é só para pessoas de confiança, que cuidam dos livros tanto quanto eu.

Blogs indicados:

Então, gostaram da tag? As mães de vocês costumam falar alguma dessas frases? Me contem aí nos comentários o que vocês acharam e outras frases que elas costumam dizer. Ah e aproveito para desejar um feliz Dia das Mães para todas as mamães, sejam elas leitoras ou não. 

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.