Lançamentos aguardados para o 2º semestre

No começo do ano, fiz um post especial sobre os lançamentos que eu estava mais ansiosa para o primeiro semestre. Agora que já estamos em julho, chegou a hora de falar sobre os livros que vão ser lançados no segundo semestre e que eu não vejo a hora de pegar para ler.
Como sempre, as editoras estão anunciando muitos livros incríveis e foi difícil escolher essa lista para trazer para vocês. Então, peguei apenas aqueles que eu estou realmente desesperada para ler, ou por serem continuações de séries que eu amo ou porque a premissa me deixou intrigada.

Filha das Trevas (Autora: / Editora: Plataforma 21) Esse livro entrou nessa lista, porque eu já estou de olho nele há séculos. Tive um caso de amor à primeira vista com ele desde que vi a capa maravilhosa no site da Amazon e quando a Plataforma 21 anunciou a publicação mantendo a mesma capa, ele acabou entrando imediatamente na minha lista de desejados. Todas as opiniões que vi sobre ele até hoje foram muito boas e a minha expectativa está cada vez mais alta. Felizmente, ele chega às livrarias em agosto e eu vou poder descobrir se ele é tão bom quanto aparenta pela capa. Pré-venda: aqui.

As brigadas fantasma (Autor: John Scalzi / Editora: Aleph) Quem viu minha resenha sobre A guerra do velho aqui no blog, já sabe o quanto eu gostei daquele livro. Foi uma leitura que me surpreendeu muito, já que não tenho o hábito de ler ficção científica, e fiquei muito feliz quando soube que a Aleph iria publicar o segundo volume da série. O livro deve chegar às livrarias agora em agosto e eu não vejo a hora de ler.

Minha vida fora de série – 4ª Temporada (Autora: Paula Pimenta / Editora: Gutenberg) Se você leu o terceiro livro da série Minha vida fora de série vai entender porque este livro se encontra nessa lista. Sou apaixonada pelos livros da Paula Pimenta e estou sofrendo por esta continuação desde o ano passado, porque ela soube encerrar a terceira temporada das aventuras da Priscilla de um jeito que me deixou desesperada para saber o que iria acontecer. Mal posso esperar para acompanhar as aventuras da Pri e do Rodrigo nessa quarta temporada. Pré-venda: aqui.

Origem (Autor: Dan Brown / Editora: Arqueiro) Apesar de não ter lido muitos romances policiais ultimamente, Dan Brown é sempre um caso à parte. Sei que muitos criticam o autor, mas eu confesso que gostei de praticamente todos os livros dele que já li até hoje e estou muito ansiosa para conferir esse novo lançamento do autor. O enredo está incrível e acho que será mais uma daquelas leituras que prendem a atenção da primeira à última página. O lançamento será em outubro e eu já estou ansiosa para conferir. Pré-venda: aqui.

Harry Potter – A history of magic (Autora: J. K. Rowling) Um livro de Harry Potter com conteúdo especial em homenagem aos 20 anos do lançamento do primeiro livro, tem como não querer? Eu ainda não sei se ele será publicado mesmo no Brasil, pois trata-se de uma publicação especial da British Library em parceria com a Bloosburry (editora de Harry Potter no Reino Unido) como parte da exposição que ocorrerá na British Library de outubro deste ano a fevereiro do ano que vem. No entanto, considerando a quantidade de fãs que Harry Potter tem ao redor do mundo, acho pouco provável que o livro fique restrito aos leitores britânicos.

Senhor das Trevas (Editora: Cassandra Clare / Editora: Galera Record) O Senhor das Trevas é o segundo volume da série Os artifícios das Trevas, da Cassandra Clare. O livro anterior, Dama da meia-noite, é o meu preferido da autora e, considerando o quanto eu gosto da série Os Instrumentos Mortais, isso quer dizer muita coisa. Eu já li O Senhor das Trevas em inglês e, mais uma vez, a Cassandra Clare sambou no meu coração e fez com que ele ficasse em pedacinhos, sofrendo só de imaginar o que pode acontecer no próximo livro. Mesmo assim, eu não vejo a hora de conferir a edição da Galera Record e ler essa história de novo para ver se consigo aplacar a ansiedade para a continuação. Pré-venda (com brinde): aqui.


Gostaram dos lançamentos que eu separei? Me contem se vocês também querem ler algum desses e quais outros livros vocês estão aguardando ansiosamente para ler no segundo semestre. 

[Dica da Malu] Londres é nossa!

Sinopse: “Uma divertida e acelerada carta de amor a Londres, a garotos e a alucinantes noites em claro Sunny sempre foi um pouco ingênua, até meio molenga. Mas quando recebe a foto de seu namorado beijando outra garota em seu celular, ela sabe exatamente o que fazer: encontrá-lo e terminar tudo. Só que... será que Mark não tem uma explicação para isso tudo? Eles estavam indo tão bem... Agora, Sunny precisa achar o rapaz em pleno sábado à noite em uma das cidades mais movimentadas do mundo. O que antes parecia uma tarefa simples virou uma verdadeira corrida maluca por Londres. No caminho, Sunny conhece um condutor de riquixá, grupo de drag queens, sua banda girl power favorita e, principalmente, os Goddard – os gêmeos (primos) franceses mais misteriosos e descolados de Londres." Autora: Sarra Manning / Editora: Galera Record / Páginas: 266 / Comprar: Amazon  - Livro recebido em parceria com a editora.

“Doze horas, dois franceses, uma garota... e uma vassoura! Uma cidade é apenas a soma de suas partes, e realmente são pessoas nela que lhe emprestam vida e alma. E, como Sunny descobre, todos – desde amigos, inimigos, bandas famosas e até condutores de riquixás – estão dispostos a ajudar uma garota em sua vingança de amor traído.”

Quem acompanha o blog no instagram (aqui), viu que nos últimos dias recebi alguns livros lindos da Galera Record e escolhi começar a leitura por Londres é nossa!, da Sarra Manning. Minha escolha foi porque esse me pareceu um livro leve e divertido, daqueles romances que deixam nosso coração quentinho. Apesar de alguns probleminhas na leitura, foi exatamente isso que encontrei.
O livro conta a história de Sunny, uma menina de 17 anos, extremamente ingênua, bem-comportada e que sempre se deixa ser convencida, especialmente pelo namorado. No entanto, quando recebe uma foto de Mark beijando outra garota, ela sabe que precisa encontrá-lo, mas não se decidiu ainda se é para terminar tudo ou perdoá-lo. Afinal, ele pode ter uma ótima explicação, não é mesmo?
Inicia-se assim uma louca aventura em um sábado à noite em Londres. Em sua trajetória, Sunny conta com a ajuda inesperada de dois franceses, um condutor de riquixá, integrantes de uma banda e diversas outras pessoas que ela jamais imaginara conhecer. Durante esse tempo, Sunny aprende mais sobre a sua própria cidade, sobre as pessoas e, principalmente, sobre ela mesma.

Eu não sou tão burra assim. Mas talvez eu confie demais nas pessoas, talvez queira agradá-las demais, seja um pouco sensível demais, e é por isso que consigo sentir a raiva e a mágoa fazendo meus olhos arderem de novo...

O primeiro aspecto que quero destacar sobre esse livro é a escrita da autora. Confesso que, logo nas primeiras páginas, eu já estava rindo, completamente envolvida com a leitura. Isso se deve a forma leve e descontraída com que Sarra Manning escreve, que torna a leitura fluida, ágil e bastante agradável.
A única ressalva que faço sobre a escrita da autora, é que acredito que ela poderia ter resumido um pouco a perseguição de Sunny ao Mark e feito o final com mais detalhes. Não que o desfecho tenha sido ruim, pois eu terminei com um sorriso bobo no rosto e acho que foi condizente com o livro. No entanto, teria apreciado mais se o final tivesse sido construído um pouco mais devagar e de forma mais detalhada.


Com relação aos personagens, confesso que Sunny me irritou muito em alguns momentos. Por várias vezes, ela se recusa a enxergar o óbvio e age de uma maneira muito egoísta para correr atrás do namorado. No entanto, por se tratar de uma protagonista tão jovem, acaba sendo possível relevar algumas atitudes dela. Afinal, que adolescente nunca agiu de uma maneira insuportável em algum momento, não é mesmo? Felizmente, ela não é assim o tempo todo e tem alguns momentos divertidos ao longo do livro.

Esta garota está mandando bem. Ninguém se atreveria a aprontar com uma garota dessas. E eu sou essa garota e cansei de ver pessoas aprontando comigo.

Além disso, se Sunny me tirou do sério algumas vezes, o carisma dos personagens secundários ajudou muito. Ao longo da trama, aparecem vários personagens e, apesar de alguns terem aparições muito breves, todos eles contribuem de maneira significativa com a jornada de Sunny. Em especial, me encantei pelos dois franceses, que roubaram a cena com seus diálogos afiados e um jeito carismático, que fazem com que a gente se apaixone por eles sem nem perceber.
Um outro aspecto que gostei bastante foi a forma como a autora trabalha a questão do preconceito. Ao longo da leitura, vemos o preconceito em suas mais diversas formas. Aliás, o próprio leitor é levado a formar opiniões e pré-julgamentos sobre alguns personagens e, mais para frente, vemos esses estereótipos sendo desconstruídos.
No entanto, o que fez com que eu realmente gostasse da leitura foi um personagem discreto, mas que no fundo, foi a protagonista: Londres. Para quem não sabe, eu sou apaixonada pela Inglaterra e ver Londres sendo retratada de uma maneira tão carinhosa e diferente do que vemos em outros livros, derreteu meu coração. Ao contrário de alguns autores que descrevem Londres como uma cidade cinza, fria e sem graça, Sarra Manning mostra o lado vibrante, animado e multicultural de Londres.

Não importa de que lado observamos o horizonte; sempre me sinto em casa. É Londres.

É incrível conhecer Londres pela perspectiva da autora, que mostra uma cidade rica culturalmente, cheia de contrastes e peculiaridades. Foi, sem dúvida, o retrato mais solar e divertido que já vi de Londres. Além disso, em vários capítulos são apresentadas curiosidades e história sobre bairros e locais importantes, permitindo aos leitores conhecer um pouco mais sobre uma das cidades mais importantes do mundo.
Com relação à edição, achei que a Galera Record arrasou. A revisão está ótima, e eu adorei a capa e alguns detalhes que eles colocaram no verso e nas orelhas do livro, que remetem automaticamente à Inglaterra. Além disso, as folhas são amareladas e o tamanho da fonte está ideal para leitura.
Assim, esta foi uma leitura que, apesar de ter me incomodado em alguns momentos, teve mais aspectos positivos do que negativos. É um livro voltado para o público mais adolescente, mas que pode ser lido tranquilamente por um adulto, por se tratar de uma trama leve e muito divertida, daqueles que curam uma ressaca literária ou alegram o nosso final de semana. Além disso, se você também gosta da Inglaterra, não tem como não se apaixonar pela perspectiva que Sarra Manning traz de Londres.
Gostaram de saber o que eu achei desta leitura? Me contem aí nos comentários se ficaram interessados em ler ou se já leram e o que acharam.


Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.