terça-feira, 16 de agosto de 2016

Olimpíadas 2016 Book Tag

Inspirada pelo clima dos Jogos Olímpicos que estão ocorrendo no Brasil esse ano, resolvi responder a uma tag especial. As perguntas eu vi no blog Um oceano de histórias (aqui).
No total, são 11 perguntas (ou, no caso, modalidades) e eu me esforcei para responder apenas um livro em cada. Mas, tiveram algumas que eu tive que trapacear e responder dois, porque não dava para escolher.

Cerimônia de Abertura – Um dos primeiros livros que você leu.
    Já preciso começar trapaceando, pois não consigo lembrar direito qual eu li primeiro. Mas, os dois livros que mais me marcaram quando eu era criança foram Pollyanna, de Eleanor H. Porter, e A droga da obediência, do Pedro Bandeira.


País sede (Brasil) – Seu livro nacional favorito.
    Já li muitos livros nacionais excelentes, mas acho que quem me conhece sabe que tenho um xodó especial pela série Fazendo meu filme, da Paula Pimenta. Então, meu livro nacional favorito com certeza é o último volume desta série linda, Fazendo meu filme 4: Fani em busca do final feliz.
Seleção masculina – Seu personagem masculino favorito.
   Sempre acho difícil esse tipo de pergunta, por existirem vários personagens que eu gosto por motivos diferentes. Mas escolhi um pelo qual eu tenho muito carinho e admiração: o Prof. Lupin, de Harry Potter. É um personagem com uma história de vida complicada, que sofreu muito com o preconceito, mas que não perdeu a bondade e a capacidade de enxergar o melhor das pessoas.

Seleção feminina – Sua personagem feminina favorita.
   Tem tantas personagens femininas que eu admiro, que é muito difícil escolher apenas uma. Então, vão ser duas respostas de novo. A primeira é a Hermione Granger, da série Harry Potter. Acho que nem preciso explicar muito o motivo né? Corajosa, inteligente e leal, Hermione conquista a nossa admiração a cada livro. A outra personagem escolhida é Elizabeth Bennet, de Orgulho e Preconceito. Admiro o humor, a força e a personalidade dela e o modo como ela se mantém firme aos seus princípios, sem se deixar inferiorizar por sua posição social.

Delegação estrangeira – Seu livro favorito de literatura estrangeira.
   Outra categoria que tive muita dificuldade de responder, mas consegui escolher um pelo qual tenho um carinho especial: Persuasão, da Jane Austen. Já fiz resenha sobre ele aqui, onde comentei em detalhes os motivos que fazem deste um dos meus livros preferidos da vida. Mas, em resumo, é uma história de amor linda, na qual os personagens têm que superar muitas mágoas e arrependimentos, além de outras adversidades. Além disso, é um excelente retrato da sociedade inglesa do século XIX.

Maratona – Um livro que você só leu por causa de um desafio ou de uma maratona.
    Aqui, com certeza, a resposta é A máquina do tempo, de H. G. Wells. Confesso que não conhecia este livro até pesquisar livros sobre viagem no tempo para cumprir o desafio de uma maratona literária.
Medalha de Ouro – Um livro que foi excepcional.
    Já li alguns livros que considero excepcionais, mas o primeiro que me veio à cabeça para esta pergunta foi A menina que roubava livros. Tenho até dificuldade em dizer o quanto esta história me emocionou e mexeu comigo. É um livro lindo, escrito com muita sensibilidade e que traz reflexões muito bonitas.



Medalha de Prata – Um livro que foi quase excepcional.
     Para essa categoria, tem um novo empate duplo. Tentei muito, mas não consegui deixar nenhum desses dois de fora. O primeiro foi The kiss of deception, um livro que me encantou em vários aspectos: o universo apresentando, a complexidade dos personagens, a força das mulheres apresentadas na história e, principalmente, o questionamento de estereótipos. Mas, preciso incluir outro livro aqui também: Uma chama entre as cinzas, da Sabaa Tahir. Esse livro mexeu comigo de um jeito que eu não esperava. A brutalidade do universo retratado e a sensibilidade como a autora construiu os personagens, especialmente os dois protagonistas, me deixaram completamente impactada por esta história.

Medalha de Bronze – Um livro que não foi excepcional, mas que merece ser lembrado.
     Para a medalha de bronze, escolhi Dama da meia-noite, da Cassandra Clare. Quem já leu a resenha que fiz sobre ele sabe o tanto que gostei desse livro. Fiquei completamente envolvida com a história e os personagens, foi o livro da Cassandra Clare que mais gostei e não vejo a hora de ler a continuação, pois o final deste livro me deixou completamente devastada e com uma ressaca literária que durou dias. Preciso saber o que vai acontecer com esses personagens, simplesmente preciso!!
Esse livro pode não ser tão excepcional quanto os que mencionei para medalha de ouro e de prata, mas é uma leitura excelente e, com certeza, merece ser lembrado.

Tocha olímpica – Um livro que fez os seus olhos arderem por ficar horas lendo.
   Aqui também poderia mencionar vários livros, porque, quando a história me prende, eu tenho muita dificuldade de parar de ler. Mas um dos que mais me marcaram foi Harry Potter e as Relíquias da Morte. Eu praticamente só largava esse livro na hora das refeições ou quando precisava ir dormir um pouco.


Cerimônia de encerramento – O que você está lendo no momento.
    E, de novo, vai ter que ser dois livros em uma resposta. Atualmente estou intercalando duas leituras: O vermelho e o negro, de Stendhal, e A rainha vermelha, da Victoria Aveyard. São dois livros completamente diferentes, mas que estão me conquistando, cada um à sua maneira.






            Essas foram as minhas respostas para esta tag olímpica. Gostaram? Quem quiser responder também, deixem aí nos comentários que eu vou adorar saber quais livros vocês escolheram.

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. to adorando ver essa tag nos blogs!!
    amei as dicas de livros.
    amei seu blog.
    seguindo
    http://dayse177.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, muito obrigada!! Fico muito feliz que você tenha gostado do blog.
      Continue acompanhando, que sempre tem novidades por aqui. Beijos :)

      Excluir
  2. A menina que roubava livros definitivamente é excepcional! ♥
    Quero muito ler ainda A rainha vermelha, The kiss of deception! *-*
    Bjs
    hhtp://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, impossível não amar A menina que roubava livros né? É um dos meus livros preferidos da vida.
      Recomendo muito The kiss of deception, foi uma das melhores leituras que fiz esse ano <3
      Ainda estou no começo de A rainha vermelha, mas estou gostando. Fica atenta aqui no blog, que, quando eu terminar de ler, vai ter resenha sobre ele. Beijos!!

      Excluir

Copyright © 2013 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal