[Resenha] Senhor das Sombras

13 de abr. de 2019


Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? Hoje eu vim trazer a resenha que eu mais enrolei para escrever na vida. Eu li Senhor das Sombras, da Cassandra Clare, antes mesmo de ser publicado no Brasil. Porém, eu fiquei tão impactada pela leitura que não consegui escrever sobre ele na época.
Para quem não sabe, ele é o segundo volume da trilogia Artifícios das Trevas, que havia começado com o livro Dama da meia-noite (resenha aqui). Então, agora que o último volume, Rainha do Ar e da Escuridão, finalmente foi publicado, chegou a hora de postar essa resenha que estou devendo há tanto tempo.
No entanto, por se tratar de uma continuação, esta resenha contém informações do primeiro livro. Ou seja, não recomendo para quem ainda não leu Dama da meia-noite.

Autora: Cassandra Clare
Tradução: Ana Resende e Rita Sussekind
Editora: Galera Record
Páginas: 602
Onde comprar: Amazon
Sinopse: O segundo volume da nova série da Cassandra Clare, autora de Os Instrumentos Mortais. A ensolarada Los Angeles pode ser um lugar sombrio na continuação de Dama da Meia-Noite, de Cassandra Clare. Emma Carstairs finalmente conseguiu vingar a morte dos pais e pensou que com isso estaria em paz. Mas se tem uma coisa que ela não encontrou foi tranquilidade. Dividida entre o amor que sente pelo seu parabatai Julian e a vontade de protegê-lo das graves consequências que um relacionamento entre os dois pode trazer, ela começa a namorar Mark Blackthorn, irmão de Julian. Mark, por sua vez, passou os últimos cinco anos preso no Reino das Fadas e não sabe se um dia voltará a ser o Caçador de Sombras que já foi. Como se não bastasse, as cortes das fadas estão em polvorosa. O Rei Unseelie está farto da Paz Fria e decidido a não mais ceder às exigências dos Nephlim. Presos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar um modo de proteger tudo aquilo que mais amam — juntos e antes que seja tarde.

Após os eventos do livro anterior, Emma Carstairs finalmente conseguiu vingança para a morte de seus pais. Porém, isso não trouxe paz para ela. Ainda mais levando em consideração o perigo que era estar apaixonada por seu melhor amigo e parabatai, Julian. Assim, para fugir desse sentimento proibido, ela começou a namorar com o irmão dele, Mark.
Já Mark, está tentando entender aonde pertence. Após passar tanto tempo vivendo com as fadas, ele se sente deslocado entre sua própria família e não tem certeza de quem realmente é, um feérico ou um caçador de sombras. Enquanto isso, Julian continua tentando equilibrar as responsabilidades com seus irmãos mais jovens e o sofrimento por ver Emma cada vez mais distante, além da culpa por estar apaixonada por sua parabatai e namorado do seu irmão mais velho.
Enquanto isso, a paz entre os caçadores de sombras e os membros do sub-mundo está ameaçada. Dentro da Clave, um grupo que deseja endurecer as leis da Paz Fria vem ganhando força. E, no mundo das fadas, o rei da Corte Unselie se mostra cada dia mais insatisfeito com os termos impostos pelos caçadores de sombras. Ele não está mais disposto a aceitar as ordens dos nephilins.
Uma ameaça paira sob o mundo dos caçadores de sombras e Emma, Julian e Mark terão que descobrir uma forma de evita-la e proteger aqueles que amam. Com a ajuda de amigos, os três vão tentar desvendar um mistério, que pode representar a salvação de tudo com que eles se importam.



O que dizer desse livro? Só pelo fato de eu demorar tanto tempo para escrever a resenha sobre esse livro (mais de um ano), já dá para vocês imaginarem o quanto eu fui impactada por ele. Porém, como sempre acontece com os livros da Cassandra Clare, tem muitas coisas que eu preciso dizer sobre esse. Mesmo sendo um pouco mais lento que o anterior, Dama da meia-noite (meu livro favorito da autora), ele tem uma trama muito bem desenvolvida e repleta de revelações importantes.
Em Senhor das Sombras, Cassandra Clare expandiu ainda mais o universo e revelou mais sobre o mundo das fadas. Temos um pouco mais sobre as cortes, principalmente a Unseelie, o que ajudou a enriquecer ainda mais o universo. Além disso, o lado político foi mais explorado e veio carregado de críticas à sociedade atual, especialmente ao crescimento da direita e ao governo Trump. Deste modo, esse é um livro que fala muito sobre preconceito, intolerância, extremismo e violência contra minorias, o que me fez gostar ainda mais da leitura e aumentou minha admiração pela autora.
Com relação aos personagens, duas coisas se destacaram para mim: a complexidade deles e a representatividade. Senti que nesse livro a Cassandra Clare conseguiu desenvolver mais os conflitos dos personagens e os tornou ainda mais humanos. Todos eles cometem erros, mas têm sentimentos tão compreensíveis, que é impossível não se apegar e torcer por eles. Além disso, como em todos os livros da autora, este tem muita representatividade e de uma maneira real, sem ser forçada e nem ficar em segundo plano.

Outro aspecto que gostei bastante é que os irmãos do Julian ganham mais espaço. Conseguimos entender melhor a personalidade de Ty e sua ligação com a irmã gêmea, Livy. Além disso, os conflitos de Mark e a dificuldade dele em se adaptar à vida com a sua própria família. Aliás, se tem livros que reforçam a importância das ligações familiares, são os desta trilogia



Há ainda espaço para o romance, claro, e eu preciso exaltar a habilidade da autora para desenvolver casais apaixonantes sem tirar o foco da trama. Além da relação proibida entre Julian e Emma, que já vinha sendo desenvolvida desde o volume anterior, outros relacionamentos surgiram nesse livro. Há um novo triângulo amoroso e preciso dizer que, pela primeira vez, isso não me incomodou em momento algum. Pelo contrário, eu amei esse triângulo e realmente não sei como esta situação vai ser resolvida. Gosto dos três personagens e acho que eles combinam muito juntos, então, não sei nem para quem torcer rsrsrs.
Já em relação à trama, eu achei menos intensa do que a do primeiro, mas isso não significa que seja uma leitura lenta. Ele tem menos ação, mas enriquece o universo e desenvolve mais os personagens, trazendo questões importantes para a continuação da trilogia. Além disso, o final é surpreendente e impactante. Confesso que passei por uma situação constrangedora, porque não esperava um final tão dolorosamente impactante e acabei chorando em público enquanto lia. Fiquei com o coração partido e desesperada pela continuação.
Com relação à edição, eu gostei bastante. A capa original foi mantida e é totalmente condizente com o tom mais sombrio do livro. Além disso, na parte interna da capa o livro conta com algumas ilustrações de runas dos caçadores de sombras com o significado de cada uma delas. As páginas são amarelas, o que acho que deixa a leitura mais confortável, e a fonte tem um bom tamanho.
Assim, não preciso nem dizer que recomendo muito Senhor das Sombras e a trilogia Artifícios das Trevas. Felizmente, o último volume, Rainha do Ar e da Escuridão, já está entre nós e eu vou trazer a resenha para vocês em breve, prometo.
E vocês, conhecem essa trilogia? Me contem aí nos comentários se já leram esse ou querem ler os livros da Cassandra Clare. 



10 comentários:

  1. Malu, você acredita que eu nunca li nada dessa autora? Sei que é uma falha minha hahahahahahah preciso dar uma chance e nem sei por onde começar. Pela sua resenha deu pra sentir que vou gostar da escrita dela e dos elementos que usa para criar o ambiente.

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?

    Aaaah, eu amo a Cassandra Clare. Ainda não peguei "Senhor Das Sombras" para ler, mas já está na minha lista de desejados. É bom saber que mesmo que esse livro tenha menos ação, a autora desenvolve mais os personagens e enriquece mais o universo.
    Estou ainda mais curiosa para ler o livro. Obrigada por compartilhar!!

    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  3. Oiii Malu

    Essa série vai ser uma da sminhas próximas leituras, estou maratonando Cassandra Clare esse ano e tirando o atraso coma autora e só me falta ler Princesa Mecânica pra temrinar com as séries anteriores da autora e já embarcar nessa última trilogia que me deixa mega curiosa por conta dos 1001 elogios que sempre leio sobre a trama, seus personagens. São uns tremendo calhamaços, todos os três livros né, mas com a Clare nucna me canso, a escrita dela é perfeita demais.

    Beijos, Alice

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!! :)

    Eu confesso que nao conhecia este livro ainda, mas a verdad ee que ja ouvi falar da trilogia. No entanto, ainda estou dedicado a coleºao principal!

    Enfim, que otimo que conseguiste apreciar a leitura! E que as persoangens sao representativas, num livro que explora o estranho mundo das fadas...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Eu deixei de ler os livros da Cassandra, porque na época estavam muito caros. Só li o primeiro de Instrumentos Mortais. Depois, também porque não estava a fim de ficar esperando os lançamentos, fui esquecendo de continuar a ler rs. Esta nova coleção sei muito pouco, pois realmente não fui atrás, mas sei que é uma história que é de meu interesse. Quem sabe, um dia, eu consiga ler hehe. Hoje não é mais prioridade. Adorei sua resenha, falou bem de todos os pontos importantes e fiquei com a sensação de que você gostou muito. Que bom ^^

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. OIE!

    Eu realmente queria gostar dos livros dessa autora, mas não consigo. Talvez eu ache muito fantasioso mas prefiro dizer que o real motivo seja por eu não curtir muito esse gênero que ela costuma escrever, mesmo assim não deixo de notar a sua resenha que está bem estruturada e você conseguiu relatar todos os aspectos da obra, obrigada pela indicação.

    www.paginasamais.com

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li o primeiro livro, e quero fazer isso, então dei uma olhada por cima.
    Parei no segundo livro de instrumentos mortais, mas ainda quero retomar e ler as outras séries desse universo.
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Oii tudo bem??
    Eu até hj não li, tenho q tomar vergonha na cara e ter os instrumentos mortais pra poder ir pra essa desse ano não passa eu espero kkkk
    Pelo que vi essa trilogia e bem intensa cheia de altas emoções acho que vai ser uma boa disputa contra as peças infernais .
    Gostei muito da resenha apesar de ter pulado algumas coisas pra não pegar spoiler mais em fim parabéns estarei no aguarde da resenha do último livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. tai uma coisa que adoro é ler e sentir os personagens mais próximos, mais humanos, isso me ajuda muito a me identificar e gostar da leitura.

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? AH como amo e odeio esse livro. Não é dúvidas que amo a escrita e as séries da Cassandra Clare, porém nesse em especificamente terminei MEGA arrasada. Já estou doida para ler o último que ainda não tive oportunidade. Sua resenha está maravilhosa e me lembrou de quando li <3 Gosto também dessa pegada da autora em trazer mais representatividade de forma não forçada. Ótima resenha!
    Beijos,
    https://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir