[Resenha] Amor sob encomenda

19 de nov. de 2019


Olá, pessoal! Hoje eu vim trazer a resenha de um livro que era um dos lançamentos mais aguardados do ano – pelo menos para mim hehe. Estou falando de Amor sob encomenda, da Carina Rissi. E por que eu estava tão ansiosa? Poderia começar do óbvio e dizer que é por se tratar de um livro da Carina. Porém, mais do que isso, é mais um livro envolvendo a família Cassani e eu já estava ansiosa para saber se esse também iria me conquistar.

Para quem não sabe, Amor sob encomenda é mais um spin-off do livro Procura-se um marido. Naquele primeiro livro, Carina nos apresentou ao Max Cassani, um dos mocinhos mais encantadores que já li. Depois dele, veio o livro Mentira Perfeita, sobre o Macus, irmão caçula do Max. E agora, temos Amor sob encomenda, que apresenta mais um membro dessa família maravilhosa. Então, está na hora de contar para vocês o que achei da leitura.

Autora: Carina Rissi
Editora: Verus
Páginas: 546
Onde comprar: Amazon
Exemplar recebido em parceria com a editora
Sinopse: “Novo romance da autora do best-seller Perdida. Melissa Gouvêa está totalmente focada na profissão. Responsável pela situação financeira da família, incluindo o caro tratamento médico da mãe, a determinada assistente sonha em se tornar a produtora de eventos da Allure. Como se casar não faz parte de seus planos no momento, ela se assusta ao saber que o namorado foi visto comprando um anel de noivado.Mas Mel não devia ter se preocupado tanto, já que o anel não era para ela e, pior ainda, a Allure foi contratada para o cerimonial do canalha. Mesmo assim, Melissa aceita o maior desafio de todos: produzir o casamento do ex.A bagunça em sua vida aumenta quando ela se vê dividindo o apartamento com o cara mais irritante, cínico, atrevido ― e muito lindo, infelizmente ― que conhece.Melissa devia se concentrar em manter o que resta de seu coração a salvo e sobreviver ao casamento do ex. O problema é que o novo colega de apartamento confunde sua razão e seus batimentos cardíacos, despertando desejos avassaladores até então desconhecidos. Tarde demais, Mel se dá conta de que seu coração nunca correu tanto perigo...Amor sob encomenda vem cheio de humor, amor e emoção e apresenta uma história que nos fará refletir a respeito do que realmente é importante na vida.”

Em Amor sob encomenda, Carina Rissi traz como protagonista Melissa, uma organizadora de casamento brilhante no que faz e muito, muito determinada. Tudo na vida dela é planejado, porque Melissa não pode se dar ao luxo de errar e perder o emprego que é tão importante para ela. E, no campo amoroso, também não há motivo para se preocupar: ela namora há um ano com um cara tranquilo e compreensivo, que entende os horários malucos dela e sua dedicação ao trabalho.
Porém, tudo vira de cabeça para baixo quando Melissa consegue a maior oportunidade da sua carreira e organizar o casamento dos seus sonhos. O problema? O noivo é ninguém mais ninguém menos do que seu namorado. Então, para manter seu emprego, Melissa terá que superar a traição e se esforçar para fazer o casamento mais incrível que já planejou.

E, como tudo sempre pode piorar, uma série de confusões acabam fazendo com que Melissa precise dividir apartamento com Nicolas Cassani, o irritante, mulherengo, insuportável e extremamente charmoso primo de um dos noivos que ela organiza o casamento. Tudo deveria ser só um acordo entre duas pessoas que precisavam muito de um lugar para morar, mas será que a convivência poderia mostrar à Melissa um Nicolas capaz de derrubar as barreiras que ela construiu ao redor de si mesma? 


Observação: Os livros dessa série são independentes e esta resenha NÃO tem nenhum spoiler dos anteriores. Porém, deixo a sugestão de que os livros sejam lidos na ordem, porque acontecimentos dos anteriores são mencionados nesse livro.

O que dizer de Amor sob encomenda, gente? Eu nunca escondi que Procura-se um marido e Mentira Perfeita são os meus favoritos da Carina Rissi, e claro que minhas expectativas estavam lá no alto para esse novo livro. Mas não é que a Carina conseguiu fazer eu me apaixonar mais ainda? Tem tantas coisas que eu quero comentar sobre esse livro que é até difícil começar.
Com relação aos personagens, achei Melissa e Nicolas dois protagonistas cativantes e bem construídos. A Melissa já me conquistou logo no começo pelas situações hilárias em que se meteu e também porque foi impossível não me solidarizar com a sua situação. Se não bastasse a traição do namorado, a chefe megera e o fato de ter que organizar o casamento do ex, Melissa ainda carrega grandes responsabilidades em relação à sua família.
E esse foi o ponto determinante para que eu me apegasse a Melissa. A relação dela com os pais é linda e torna compreensível muitas escolhas que ela faz ao longo do livro. Teve momentos que eu tive vontade de bater nela por algumas situações? Com certeza! Mas os problemas que ela carrega, os traumas do passado e todo o estresse do presente fizeram com que eu conseguisse entender (mesmo não concordando) e ainda querer abraça-la.
Já o Nicolas foi amor à primeira aparição! Sério, eu já tinha ficado encantada quando ele apareceu no livro anterior, mas ele terminou de me conquistar já no primeiro diálogo que teve em Amor sob encomenda. Sabe aquele mocinho que vai ficando mais maravilhoso a cada página? É o próprio Nicolas Cassani. Ele é divertido, irônico, inteligente e muito sedutor. Mas, mais do que isso, é dedicado, atencioso e com uma incrível habilidade de enxergar a dor do outro. E essas características fizeram com que eu quisesse entrar no livro e proteger o Nicolas de tudo.
Com dois protagonistas tão maravilhosos, torcer pelo casal foi inevitável. Para sem bem sincera, eu já queria ver esses dois juntos desde Mentira Perfeita. Sim, a Melissa e o Nicolas aparecem brevemente naquele livro e, por isso, eu recomendo ler na ordem (Procura-se um marido, Mentira Perfeita, Amor sob encomenda). No entanto, vendo a aproximação dos dois e eles se descobrindo com a convivência foi ainda mais especial. Apesar da atração ser óbvia desde o início, a relação dos dois foi construída aos poucos, passando por uma relutante amizade até evoluir para algo mais.

Outro aspecto importante para mim foi o fato da família ser um ponto central nessa trama. Tanto Melissa quanto Nicolas têm um amor profundo por suas famílias e se dedicam muito àqueles que amam. Os dois têm dores e cicatrizes por algumas questões familiares e achei importante a forma como a Carina falou sobre isso. 



Não posso deixar de mencionar também os personagens secundários. Todos eles têm espaço dentro da trama e foram bem construídos pela autora. Os que mais me comoveram foram, sem dúvida, os pais da Melissa, mas me diverti muito com os amigos dela. Além disso, vemos alguns personagens de outros livros da Carina e confesso que morri de amores pela participação de um membro da família Cassani, em especial. Há ainda uma nova personagem que eu realmente me apeguei e gostaria muito que ela ganhasse o próprio livro (não, não vou contar quem é para não estragar a leitura de ninguém).
Com relação ao desenvolvimento da trama, senti que foi um pouco maior do que deveria e, em alguns momentos, ficou um pouco repetitivo. Porém, apesar de acreditar que poderia ter algumas páginas a menos, não cheguei a achar a leitura arrastada em momento algum. Pelo contrário, estava tão envolvida com a história e os personagens, que nem vi o tempo passar.
Senti que desta vez, a trama teve um pouco menos de humor do que a média dos livros da Carina, mas isso não me incomodou. Tanto a Melissa quanto o Nicolas carregam algumas questões dolorosas, que deram um tom mais sério ao livro, mas também tornaram a história mais sensível e tocante. Me emocionei vendo os dois superando seus traumas e amadurecendo, e acredito que esse foi o grande diferencial desse livro.
De um modo geral, eu só posso dizer que os livros da Carina Rissi sempre me envolvem e me encantam, mas ela se supera quando o assunto é a família Cassani. Desde Procura-se um marido, cada livro dessa série supera minhas expectativas e faz eu desejar que apareça um novo membro para ter um novo livro. Acredito que nunca vou me cansar dos Cassani (já fica meu apelo para aparecer mais algum, porque eu preciso de mais livros).
Amor sob encomenda foi tudo que eu esperava e mais um pouco. Amei cada momento dessa leitura e me encantei com a história da Melissa e do Nicolas como se estivesse acompanhando amigos muito queridos e especiais. Encontrei nesse livro todos os elementos que sempre gostei na escrita da Carina Rissi, mas seguindo por um caminho que me surpreendeu e renovou minha admiração por ela. Recomendo muito para quem já é fã da autora. E, quem ainda não leu, precisa conhecer esses livros maravilhosos.

Outros livros da família Cassani:
Procura-se um marido: Resenha aqui / Comprar – Amazon
Mentira Perfeita: Resenha aqui / Comprar – Amazon

10 comentários:

  1. Oii!

    Tudo bom?

    Eu nunca li nenhum livro da Carina, mas separei o procura-se um marido para ler. Ainda não iniciei a leitura, todavia espero que seja a próxima resenha. Gostei da forma que você resumiu o enredo dessa trama e fiquei com pena da protagonista ter que realizar o casamento do "namorado" rs. Mais obrigada pela dica e está mais do que anotado.

    Beijos!

    https://pensaliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Até hoje li dois livros da Carina e achei ok. Não é o meu tipo de livro então geralmente não tenho tanto interesse nos livros dela, porém confesso que é interessante a coisa do planejamento de casamente do ex.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Ahhh, eu sou doida para ler algo da Carina Rissi, mas ainda não consegui. Os livros dela parecem ser mesmo muito bons, e que bom saber que esse te surpreendeu! Adorei a resenha e fiquei ainda mais curiosa pra ler as obras dela!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Oi, Malu.
    Sou fã das histórias da Carina e estou super curiosa para ler esse livro.
    Mas como eu ainda não li Mentira Perfeita, vou querer ler o outro primeiro. Mesmo que os livros sejam independentes, eu tenho essa mania! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem? Ah, tenho tanta curiosidade em conhecer a escrita da autora. De vez em quando um leitor me indica um livro dela. É tão bom quando a história nos conquista, nos faz imergir na história e torcer pelos personagens. Pelas suas palavras dá para perceber o quanto a leitura foi positiva. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem? que bacana sua resenha, fiquei feliz que a obra lhe agradou, eu recebi ela aqui em casa mais ainda não tive coragem de começar o livro é bem grande rs me assustou um pouquinho!

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Adorei a sua resenha!
    Esse livro está na minha lista de desejados e estou simplesmente loooooouca pra ler! Seus comentários a respeito me fizeram desejar a leitura ainda mais...
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oiii tudo bem???

    Da Carina só li ate hoje a serie perdida, e não li o ultimo. Sempre me repreendo por esse motivo, os que li amei e preciso ler mais dela. Parece que essa serie tbm é maravilhosa e preciso ler.
    Fico aqui na vontade, amei sua resenha, e preciso dar um check nos livros dela.
    BJs Rafa

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li nada da Carina. Não tenho muito interesse no gênero de escrita dela. Mas, têm um monte de gente super fã no Clube do Livro BH que eu participo. Ela veio para cá no Mochilão da Record e mês passado e mesmo assim lotou de gente pra pegar autógrafos.
    Adorei as fotos. E parabéns pela resenha. Adoro quem consegue escrever sobre livros spin off ou que façam parte de séries, sem estragar a experiência do coleguinha.

    Beijão

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  10. Ai para!

    Decidi me dedicar aos nacionais, principalmente os livros da Carina encalhados na estante, e prometi que não ia comprar nada dela até terminar os que eu tenho, ai vem você com essa resenha e torna isso uma missão impossível, eu amo o Max e se Nicolas (?) for a metade dele eu já amo. Tá vou colocar mais esse na lista, obrigada pela dica e se alguém perguntar vou dizer que a culpa é sua por eu ter quebrado a promessa rs.

    Beijos

    ResponderExcluir