[Resenha] Corrente de Ouro

7 de jan. de 2021

 


As leituras de 2021 já começaram, mas antes de começar a falar sobre elas, eu preciso colocar em dia algumas resenhas que ainda não postei por aqui. E, para começar bem, nada melhor do que uma das melhores leituras que fiz em 2020 né? Por isso, meu escolhido para ser a primeira resenha desse ano foi Corrente de Ouro, da Cassandra Clare.

Para quem não conhece, Corrente de Ouro é o primeiro volume da trilogia As Últimas Horas, uma nova história dentro do universo dos Caçadores de Sombras. Nunca escondi aqui que sou apaixonada pelos livros da Cassandra Clare e esse mundo que ela criou, então, não preciso nem dizer que era o lançamento que eu estava mais ansiosa para ler ano passado e minhas expectativas estavam altíssimas.

Mas, antes de falar o que achei, fica o aviso de que não é necessário ter lido as outras séries da autora para entender Corrente de Ouro. Porém, eu recomendo ler As Peças Infernais antes, pois alguns protagonistas de Corrente de Ouro são descendentes de personagens daquela trilogia. 


Autora: Cassandra Clare

Editora: Galera Record

Tradução: Mariana Kohnert

Páginas: 598

Onde comprar: Amazon / Submarino

Exemplar recebido de cortesia da editora

Sinopse: “Seja bem-vindo ao período eduardiano londrino! Um tempo de luzes elétricas e sombras extensas, a celebração da beleza artística e a selvagem busca pelo prazer, com demônios à espreita no escuro. Por anos a paz reinou no mundo dos Caçadores de Sombras. James e Lucie Herondale, filhos dos famosos Will e Tessa, cresceram e desenvolveram-se em um ambiente harmônico com sua família e amigos, ouvindo histórias sobre o bem derrotando o mal e o amor como o grande vencedor... Mas tudo muda quando as famílias Blackthorn e Carstairs vêm para Londres, assim como uma espécie de praga nunca vista antes, implacável e inevitável. Cordelia Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma guerreira treinada desde a infância para enfrentar demônios. Quando seu pai foi acusado de um terrível crime, ela e seu irmão viajam a Londres na esperança de evitar a ruína de sua família. Sua mãe, Sona Carstairs, quer que a filha se case... mas Cordelia está mais determinada a ser uma heroína do que uma esposa. Logo, Cordelia encontra James e Lucie Herondale, seus amigos de infância, e é levada a seu universo de bailes reluzentes, tarefas secretas e salões sobrenaturais, onde vampiros e bruxos se misturam a sereias e feiticeiros. Enquanto isso, ela precisa esconder sua paixão secreta por James, que jurou se casar com outra pessoa. Quando o desastre atinge, depois de tanto tempo, os Caçadores de Sombras, James, Cordelia e seus amigos mergulham em uma aventura descontrolada que os revelará sombrios e incríveis poderes, o verdadeiro e cruel preço de ser um herói... e de se apaixonar. Ao mesclar enredos complexos, um cenário histórico e personagens cativantes, Corrente de ouro se torna uma verdadeira jornada onde os fãs dos Caçadores de Sombras aprenderão o valor do amor, do ódio, da paixão e da amizade, excedendo todas as expectativas.

 

Ambientado em Londres no período eduardiano, Corrente de Ouro traz o universo dos Caçadores de Sombras em um momento de paz. Nenhum demônio é visto em Londres há muitos anos e as grandes batalhas do bem contra o mal pareciam distantes. Mas tudo muda quando uma ameaça nunca vista surge como uma praga, levando destruição por onde passa.

Cordelia Cairstairs chegou em Londres com sua família determinada a conseguir apoio para seu pai, preso e acusado de um crime terrível. Sua mãe quer que ela se case, mas Cordelia quer se tornar a heroína de sua própria história. E não faltará apoio para isso. Lucie e James Herondale, seus amigos de infância, estão mais do que dispostos a ajudar, assim como seus amigos que não demoram a acolhê-la no grupo.

Enquanto se vê envolvida com bailes e missões secretas, Cordelia precisa lidar com seus sentimentos por James, que está secretamente comprometido com outra. Mas quando demônios voltam a aparecer em Londres e os caçadores de sombras se veem diante de um mal que não sabem como derrotar, Cordelia e seus amigos entrarão em uma perigosa jornada que trará sombrias revelações e poderá abalar tudo que conhecem.



Corrente de Ouro já começa a trilogia As Últimas Horas em grande estilo. Com uma ambientação fascinante, mostrando a beleza e a elegância do período eduardiano em Londres, esse livro já me prendeu logo nas primeiras páginas. Como de costume, Cassandra Clare consegue equilibrar a necessidade de explicar o universo para quem ainda não está familiarizado com seus livros com uma trama que já começa com bastante ação.

Se passando 25 anos após os eventos de As Peças Infernais, este livro não demora a mostrar que os anos de paz vividos pelos caçadores de sombras estão ameaçados. Logo nas primeiras páginas já vemos o primeiro ataque de demônios em anos na cidade e não demora para outros acontecerem, criando um clima de tensão e mistério que deixou a leitura envolvente desde o início.

Além disso, os personagens me conquistaram rapidamente e contribuíram muito para o meu envolvimento com a leitura. Para mim, Corrente de Ouro tem o melhor grupo de protagonistas de todos os livros que li dentro do universo dos caçadores de sombras (e olha que eu amo os personagens de Os Artifícios das Trevas). A Cordélia, sem dúvida, já é a minha protagonista favorita. Forte e determinada, ela é uma excelente guerreira e não se contenta com a ideia de se casar e esperar que o marido resolva seus problemas. Ela ainda me surpreendeu muito pela maturidade que demonstrou e pela lealdade àqueles que ama.

Já o James eu alternei entre o amor e a vontade de esganar. Ele é muito impulsivo e propenso a confiar nas pessoas erradas, o que é bastante irritante em alguns momentos. Por outro lado, foi impossível não me encantar com o seu senso de humor, sua lealdade às pessoas que ama e sua sensibilidade. Vi muitas pessoas falando que ele se parece com o pai (Will Herondale), mas eu achei o James muito mais carismático e até um pouco parecido com o Jem.

Além deles, há outros personagens que compõem o grupo principal e são maravilhosos: a irmã de James, Lucie, Mathew Fairchild, Thomas Lightwood, Anne Lightwood e Christopher Lightwood. Além de serem todos muito carismáticos, cada um deles tem o próprio arco que foi bem construído pela autora e me deixou ansiosa para saber como será o desenvolvimento deles.  





Com relação à trama, acho que Corrente de Ouro talvez seja um dos livros mais sólidos da Cassandra Clare. Ela conseguiu um ótimo equilíbrio entre ação, mistério e romance, fazendo com que tudo acontecesse de forma natural na história e sem se desviar do foco central que é a nova ameaça aos caçadores de sombras. Os perigos enfrentados pelos personagens são muito palpáveis e ajudam a construir um clima de tensão constante. Além disso, a Cassandra Clare foi habilidosa em apresentar os personagens e o universo de uma maneira clara e sem ser cansativa, desenvolver uma trama dinâmica e cheia de segredos, com as revelações acontecendo no momento certo, e ainda deixar um gancho excelente para a continuação.

E é claro que não posso deixar de mencionar a participação de personagens já conhecidos dos leitores, especialmente os de As Peças Infernais. Eles não tiram o foco dos protagonistas, mas contribuem muito com o desenvolvimento da história. Além disso, trazem aquela sensação de quentinho no coração para os leitores que já eram apegados a eles, o que dá um brilho há mais para a leitura.

Eu poderia passar horas falando sobre Corrente de Ouro e ainda não sei se conseguiria dizer todos os motivos que me fizeram amar essa leitura. Nesse livro, Cassandra Clare exibiu toda a maturidade que foi conquistando desde que publicou seu primeiro livro, Cidade dos Ossos. A trilogia As Últimas Horas não poderia ter começado de forma mais consistente. Corrente de Ouro tem uma trama bem desenvolvida, envolvente e instigante, personagens carismáticos e bem construídos, e um final que deixa o leitor desesperado pela continuação. Eu não poderia ter ficado mais feliz com esse início e tenho certeza que a Cassandra Clare está preparando muitas surpresas e reviravoltas pela frente.

E vocês, já leram Corrente de Ouro ou algum outro livro da Cassandra Clare? Me contem aí nos comentários o que acharam e se também estão sofrendo com a ansiedade por Chain of Iron.


7 comentários:

  1. Oie Malu!
    Eu to com corrente de ouro aqui (ontem entrou em promoção, por 29,90 VOCE ACREDITA?) pra ler, no final do ano passado li A Rainha do Ar e da Escuridão e que tiro-porrada-e-bomba!!!!!!!
    amei demais! To me preparando psicologicamente para ler esse, TO VENDO QUE VAI SER AMOR
    APARECE, WILL, MEU AMORZINHO!!!!!!!
    e suas fotos tiro porrada e bomba? AMEI ♥

    AII, outra coisa, em Rainha do Ar e da Escuridão também menciona personagens do Corrente de Ouro!

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem?
      Eu vi essa promoção, estava valendo muito a pena. Esse livro é maravilhoso, Cassandra Clare se superou muito nele. A Rainha do Ar é incrível também, amei muito.
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Malu!!

    Sempre que eu venho aqui eu morro de vontade de ler algo da CoHo ou da Cassandra, acho que você vai me influenciar a ler mais essas duas mulheres ahahahahahah
    Eu nunca li nada da Cassandra, tenho muita curiosidade porque todo mundo fala que é incrivel e nossa, haja criatividade pra escrever tantos livros no mesmo universo né?! Ainda tenho esperança de que um dia eu lerei algo dela!
    Adorei sua resenha e suas fotos ficaram perfeitas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bianca! Tudo bem?
      Nossa, bom saber que estou te influenciando hahaha. CoHo e Cassandra são rainhas, vale muito a pena ler os livros dela.
      Espero que um dia você dê uma chance para esse universo que a Cassandra criou e que também curta a leitura.
      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Malu.
    Eu sempre leio vários elogios pela escrita da Cassandra Clare e acho que sou uma das poucas leitoras que ainda não leu nada dela. Mas este ano vou mudar isso e vou começar por este livro. Eu fiquei bem curiosa pela história e pela sua resenha parece que a autora é bastante criativa.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kenia! Tudo bem?
      Vale muito a pena conhecer a escrita da Cassandra Clare e esse livro é maravilhoso, mas não recomendo começar por ele. Sugiro ler a trilogia As Peças Infernais antes.
      Beijos!

      Excluir
  4. Olá,
    Eu estou com este livro pra ler, e já li alguns livro da Cassandra, mas não sou assim tão por dentro com todo o universo de instrumentos mortais. Espero não boiar muito por não ter lido os outros.

    ResponderExcluir