[Resenha] Até o verão terminar

 


Um dos aspectos que mais me fascinam no hábito de leitura é como, por mais que a gente leia um determinado gênero ou esteja familiarizado com a escrita de determinado autor, sempre é possível ter uma experiência nova e se surpreender. E um exemplo disso é uma das minhas leituras mais recentes.

Eu já li diversos livros da Colleen Hoover, e quem me acompanha aqui sabe o quanto eu amo a escrita da autora. Porém, quando eu soube do lançamento de Até o verão terminar, eu não tinha uma boa expectativa para ele.  Não que eu pensasse que seria um livro ruim, mas eu pensei que, depois de ter lido tantos livros da autora, ela já não tinha por onde me surpreender. Porém, eu me enganei... e nunca foi tão bom estar errada.

Por isso, hoje eu vim contar um pouco sobre Até o verão terminar e como ele mexeu com as minhas emoções. Porém, já aviso que não entrarei em detalhes na resenha. Como todos os livros da Colleen Hoover, esse livro é daqueles que precisam ser lidos sabendo o mínimo possível e, por isso, eu me limitei ao que estava na sinopse e à minha opinião geral sobre a obra.


Autora: Colleen Hoover

Editora: Galera Record

Tradução: Mariana Serpa

Páginas: 336

Onde comprar: Amazon

Exemplar recebido de parceria com a editora

Sinopse: Uma vida de dor e abandono fizeram de Beyah uma pessoa cética, desconfiada e boa em guardar segredos. Mas, até o verão terminar, ela terá que rever tudo o que acredita. Da mesma autora dos sucessos É assim que acaba, Layla e Verity. Filha de uma mãe problemática e um pai ausente, Beyah precisou aprender a se virar sozinha desde pequena. Sua vida foi trilhada com muitas decepeções. Mas ela está prestes a mudar a sua sorte graças a si mesma, e a mais ninguém, por conta da bolsa de estudos que ganhou para estudar em uma boa universidade. Apenas dois curtos meses separam o tão sonhado futuro do passado que tanto deseja deixar para trás. Mas uma reviravolta faz Beyah perder até mesmo a casa em que mora.Sem opção, ela recorre ao último recurso que tem e precisará passar o resto do verão na casa de praia do pai que mal conhece, da nova esposa e da filha dela que nem ao menos ouvira falar. O plano de Beyah é se manter quase invisível até poder ir para a faculdade. Mas o vizinho da casa ao lado torna tudo muito mais complicado. Afinal, é difícil ignorar o rico, bonito e misterioso Samson.Os dois parecem não ter nada em comum. Ela viveu uma vida sem dinheiro ou amor enquanto ele tem uma família rica e privilegiada. Mas no olhar dele vive uma tristeza que apenas quem também a carrega dentro de si consegue reconhecer. E isso os torna irresístiveis um para o outro. Sem terem como fugir da atração que sentem, Beyah e Samson resolvem se dar uma chance, mas apenas até o verão terminar.Uma história de amor, recomeços, despedidas e reencontros.

 

Beyah é uma jovem cética e muito desconfiada, mas tem motivos para isso. Sua vida nunca foi fácil e ela precisou aprender a se virar sozinha desde pequena, e é com o próprio esforço que ela vai mudar sua vida. Após conseguir uma bolsa em uma boa universidade, ela está pronta para recomeçar.

Mas em um único dia, a vida dela sofre uma grande reviravolta e ela acaba indo morar com o pai que mal conhece e a nova família dele. O plano dela é passar o verão invisível, até ir para a faculdade. Mas isso se torna cada vez mais difícil quando a atenção no novo vizinho, Samson, está focada nela. Os dois são completos opostos, mas Beyah percebe nele uma tristeza que só quem já sofreu profundamente sabe reconhecer. E é isso que os atrai para o outro, mas eles sabem que é só até o verão terminar.




Como sempre acontece nos livros da Colleen Hoover, Até o verão terminar é aquele livro que precisa ser descoberto aos poucos. Tudo é sempre mais do que parece à primeira vista, especialmente os personagens, e vamos descobrindo aos poucos as camadas por trás dessa história. Tanto Beyah quanto Samson possuem segredos e cicatrizes que escondem de todos, e à medida que elas vão sendo reveladas conseguimos entender os motivos para eles serem como são.

Obviamente não vou contar o que eles escondem, mas confesso que, mesmo antes de descobrir, eu já sentia meu coração apertado por eles. O livro é narrado pela perspectiva da Beyah e ver a visão cínica e descrente que ela tinha da vida, mesmo sendo tão jovem, fez com que eu me apegasse rapidamente e sofresse por ela. Já o Samson é aquele mocinho misterioso que desperta a curiosidade do leitor para descobrir seu passado. Porém, o que me conquistou mesmo foi a generosidade e a maturidade dele, bem como o fato de que, apesar de obviamente carregar muitas cicatrizes e mágoas, ele não se mostra em momento algum um personagem amargo ou maldoso.

Surpreendentemente, mesmo com dois protagonistas tão tristes, esta não foi uma leitura pesada. A ambientação na praia e o clima de amor de verão, bem como alguns personagens secundários muito divertidos e cativantes, contribuem para deixar a leitura mais leve. Além disso, a escrita ágil e envolvente da Colleen Hoover deixa a leitura muito fluida e ajuda a aliviar a carga dramática.

Mas não pensem que não tem drama nesse livro. Afinal, estamos falando da Colleen Hoover e ela tem o dom de pisar nos nossos sentimentos. Então, quando eu menos esperava, ela atacou novamente e deixou meu coração pequenininho, sofrendo muito por esses personagens. Confesso que não esperava ficar tão apegada a eles, mas quando dei por mim, já estava com os olhos cheios de lágrimas e querendo proteger Beyah e Samson do mundo.

Eu posso ter começado Até o verão terminar de forma despretensiosa, mas ele se tornou um dos meus favoritos da autora. Apesar de ter sentido falta de um final mais detalhado, esse livro me trouxe uma montanha-russa de emoções que eu não esperava. Ele fala sobre perda, abandono e abuso, mas também sobre recomeços, família, amizade, amor e, principalmente, esperança. É um livro que mostra a capacidade da Colleen de partir o coração do leitor, mas também de juntar os pedaços e deixá-lo cheio de amor.


Comentários
3 Comentários

3 comentários :

  1. Oie Malu!!

    Menina eu ainda não li nada da Colleen, já estou até ficando com vergonha de dizer isso kkkkk. Sua resenha é uma das muitas resenha positivas que eu vejo sobre esse livro, o que não me espanta, egeralmente os livros da autora sempre são muito elogiados e todo mundo ama. Acho que esse talvez seja um bom livro para eu iniciar minhas leituraas da autora.

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  2. Oi Malu.

    Eu ainda não conheço a escrita da Colleen, mais ela está na minha meta de leitura. Estou com três livros dela no meu Kindle. Eu fiquei enrolando para ler, mas vou mudar isso logo e vou adicionar este livro também na minha lista de desejados. Porque fiquei com muita vontade de conhecer essa história.

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. O livro é novidade para mim, mas fiquei curiosa pela proposta e temática de leitura, gostei de saber que ele se tornou um favorito para você!

    ResponderExcluir

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.