Leituras de 2021 e as metas para 2022

 


Feliz Ano Novo! Um pouco atrasada, mas não poderia deixar de desejar um 2022 maravilhoso, com muita alegria, saúde, sucesso e, obviamente, leituras maravilhosas.

E, para o primeiro post do ano, eu trouxe aquele tradicional balanço dos livros que li no ano passado e as minhas metas para 2022. De um modo geral, tive boas leituras e não tenho muito do que reclamar. Porém, confesso que senti falta de mais livros que me marcassem. Li bons livros, mas foram poucos que se tornaram realmente favoritos.

Então, fiz algumas listas com as leituras que se destacaram para mim, tanto aqueles que amei quanto os que me decepcionaram.



Brilhante, da Julia Quinn: Eu sei que esse é um dos primeiros livros da autora, mas nem isso justifica todos os problemas desse livro. É uma trama monótona, repetitiva, com personagens mal construídos e um romance nada cativante.

Onde mora o coração, da Jill Shalvis: tinha tudo para ser um romance fofo e cativante, mas a protagonista é muito imatura e os conflitos entre os personagens foram tão fracos que foi impossível ter alguma simpatia por eles.

O clube do livro dos homens, da Lyssa Kay Adams: eu sei que esse livro esteve na lista de favoritos de muita gente, mas pra mim foi só decepção. Além do clube em si quase não aparecer, todas as personagens femininas são absolutamente insuportáveis e reforçam estereótipos nada legais.

Amar é relativo, da Sophie Kinsella: eu esperava uma leitura leve e divertida, como os livros da autora costumam ser, mas me decepcionei bastante. Em especial, a falta de maturidade da protagonista me incomodou muito.

Corte de Chamas Prateadas, da Sarah J. Maas: eu realmente não queria colocar esse livro aqui, porque até gostei do arco da Nestha (e olha que não gosto da personagem). Mas me decepcionei com vários outros pontos de uma forma que acabou sendo uma das minhas piores leituras do ano.

 



O mar sem estrelas, da Erin Morgenstern: é um livro único, diferente de tudo que já li e que me deixou totalmente fascinada. Postei resenha e um reels sobre ele no instagram.

Uma conjuração de luz, da V. E. Schwab: o final perfeito para a trilogia, que se tornou uma das minhas favoritas da vida. Tem resenha sobre ele aqui.

A tentação do bastardo, da Lorraine Heath: um livro que conseguiu superar todas as minhas expectativas e encerrou maravilhosamente a série Irmãos Trewlove. Tem resenha de todos eles no instagram.

Até o último amanhecer, da Aline Galeote: eu conheci a escrita da Aline ano passada e fiquei encantada. Amei o primeiro livro, Promessas de uma vida, mas esse segundo volume superou tudo que eu imaginei. Simplesmente perfeito!

E não sobrou nenhum, da Agatha Christie: eu sou apaixonada pelos livros da rainha do crime e minhas expectativas para esse estavam altíssimas. Foram todas completamente atendidas e eu amei essa leitura. A trama é genial e, sem dúvida, esse se tornou um dos meus favoritos da vida. 



Para 2022, separei 12 livros que serão as minhas prioridades. Tenho outras metas gerais, como ler mais nacionais e livros clássicos, mas esse será o meu foco principal:

 

1-     A rede de Alice

2-     Depois do sim

3-     Por que não pediram a Evans?

4-     Illuminae

5-     Feita de fumaça e osso

6-     Jane Eyre

7-     David Copperfield

8-     Minha história

9-     King of Scars

10- Sangue dourado

11- Os cem mil reinos

12- Sangue dourado

 

Bom, esse foi o meu pequeno balanço das leituras de 2021 e um pouquinho dos meus planos para 2022. Fiquei satisfeita com as leituras do ano passado, mas torço para que as desse ano sejam ainda melhor. Estou bem animada para ler todos esses que separei como prioridade e muitos deles são livros que acredito que vão se tornar favoritos. Será que eu acertei nas escolhas? No final do ano eu conto como foi.

Por enquanto, quero saber um pouco de vocês. Qual foi a melhor leitura de 2021? E a maior decepção? Para 2022, vocês têm alguma meta? Me contem aí nos comentários.


7 comentários:

  1. Olá,
    eu pretendo ler "Corte de Chamas Prateadas" este ano e já estou com medo, porque assim como você não gosto nada da Nesta. Além deste, também tenho planos de iniciar a série Irmãos Trewlove este ano, já comprei quase todos os títulos e tô que não me aguento de ansiedade porque amo a escrita da Lorraine e todo mundo está elogiando essas histórias. E por fim, pretendo comprar e ler "Sangue Dourado" também, estou só esperando uma promo descente, esse livro está sempre caro e não posso me dar ao luxo de comprar ele no preço de capa cheio rs. Ano passado eu li bem pouco e nenhum livro me marcou de fato, algumas boas leituras outras péssimas mas nada realmente incrível.

    Abraços!
    Blog Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  2. Dos livros que vc leu e citou na sua meta nenhuma está nas minha lista, não li nenhum deles, confesso que Clube dia homens eu cheguei a colocar na meta do não passado mas nem li e perdi a vontade kkkkk dos livros do ano passado, li pouco mais foram leitura boas....senti falta de livros favoritos...que esse ano seja melhor de leitura pra nós

    Brubs
    https://eaeleitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi. Feliz 2022 com paz, saúde e prosperidade, além de muito livro heheheheh
    De suas decepções, só conheço Corte de Chamas Prateadas, mas nunca li, conheço de outros blogs. Dos favoritos, li E não sobrou nenhum, mas faz tanto tempo que não recordo quase nada do livro. E das metas, estou curiosa com Sangue dourado

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem? Acho muito interessante fazer esse balanço antes do ano iniciar. Nos faz ter um panorama de como foram nossas leituras e o que podemos esperar do ano que se inicia. Não costumo fazer metas específica de livros, apenas uma quantidade (mas ainda assim as vezes fico devendo haha). No ano passado minha meta era 50 livros e passei um pouco, então fiquei bem feliz. Não tive nenhum que foi decepção. Sempre penso que podemos aprender algo com a mais simples leitura. Um dos meus favoritos foi A seca, que inclusive foi adaptado. As sombras de outubro também foi muito bom. Fico feliz em ver E não sobrou nenhum na sua lista de favoritos. É um dos meus também. Boas leituras! Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  5. Oi, Malu!
    Poxa, estou com Amar é relativo aqui... Espero gostar dele, e não ser decepcionante como foi pra você. rsrs E tenho O mar sem estrelas, esse ano quero ler ele! (eu sou dessas desorganizadas que não consegue ler assim que recebe o livro, sabe?) Já li outras recomendações muito boas para ele também!
    Eu tenho algumas metas, como ler A passa-espelhos, mas se conseguir pelo menos ler alguns livros que eu tinha planejado para o ano passado mas não rolou, já vale!
    Boas leituras para nós!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Eu também me decepcionei com Clube do Livro dos Homens porque achei que aquele monte de marmanjo tinha 14 anos... rs Mas das suas decepções, amei Brilhante da Julia Quinn... AMEEEEEIIIII!!!
    Que as metas de 2022 sejam deliciosas de serem cumpridas!

    ResponderExcluir
  7. Olá! Todas as listas o que está na minha meta desse ano é uma decepção sua "Corte de chamas prateadas". Espero que para mim seja uma leitura pelo menos mediana, estou indo sem expectativa, então deve ajudar.

    Espero que sua meta de 2022 seja repleta de ótimas leituras.

    Beijos
    Leitura Terapia

    ResponderExcluir

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Kindle Unlimited

Ofertas na Amazon

Instagram

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Mais lidos

Twitter

Newsletter

Arquivos

Editoras parceiras