quarta-feira, 13 de abril de 2016

[Dica da Malu] A Princesa Adormecida

Autora: Paula Pimenta
Editora: Galera Record
Páginas: 189

Sou fã do trabalho da escritora mineira Paula Pimenta desde que li Fazendo Meu Filme, em 2008. De lá para cá, ver o nome dela na autoria já era o suficiente para saber que iria gostar do livro. E não podia ser diferente com A Princesa Adormecida.
O livro é uma releitura do famoso conto da Bela Adormecida. Nessa versão criada por Paula Pimenta, a princesa é a jovem Áurea Roseanna Bellora, descendente da família real de Liechtenstein que cresceu acreditando se chamar Rosa e que seus pais morreram em um acidente de carro. A história de Áurea é que ela foi criada sem saber quem realmente era devido às constantes ameaças de Marie Malleville, uma mulher que nunca aceitou o casamento dos pais da menina.
Para proteger Áurea, os pais dela simularam sua morte em um acidente de trânsito e a entregaram aos cuidados de três tios, Florindo, Fausto e Petrônio, que a trouxeram para o Brasil. Assim, Aurea cresceu como Rosa, mas foi excessivamente protegida pelos tios, que não a deixavam sair ou conhecer outras pessoas além das colegas do colégio interno onde estudava.
A situação muda quando, no aniversário de 16 anos de Áurea/Rosa, as amigas dela resolvem leva-la para sair escondido. No bar para onde elas vão, um menino, Phill, se encanta por ela e consegue seu telefone. Depois, os dois começam a trocar mensagens sem se encontrar pessoalmente. Rosa acaba se apaixonando por ele, porém, o que ela não sabia é que esse envolvimento podia colocá-la em perigo novamente.
A trama desse livro é leve e envolvente. Gostei muito do modo como a Paula Pimenta trouxe a história clássica da Bela Adormecida para os dias de hoje, preservando o clima de conto de fadas. Além disso, a autora conseguiu transformar uma história conhecida no mundo todo e trazer algo diferente e original.
Outro aspecto que destaco é que, como já é marca dos livros da Paula, os personagens são extremamente cativantes, apesar de não serem muito desenvolvidos ao longo da história. A Áurea/Rosa é uma menina meiga e inteligente, que tem muito carinho e respeito pelos tios, mas sente falta de ter a vida de uma adolescente normal.  O mocinho Phil é um fofo, gentil e romântico, e dá para entender perfeitamente o que faz Áurea se encantar por ele. Já os tios de Áurea são divertidos e carinhosos, tornando impossível não simpatizar com eles e pelo modo como se dedicam à sobrinha.
Gostei muito também do layout do livro, que ajuda a transmitir o clima de conto de fadas moderno. Tem ainda os balões de mensagem das conversas entre Áurea e Phill que deixam o livro ainda mais charmoso, demonstrando o cuidado da edição.
Um detalhe que me chamou a atenção e que eu adorei foi a referência ao conto Cinderela Pop, que Paula Pimenta escreveu para O Livro das Princesas e que, posteriormente foi ampliado e publicado em um livro individual. Adorei o fato das duas histórias se encontrarem e podermos descobrir um pouco mais sobre o que aconteceu após o desfecho de Cinderela Pop.

Em resumo, A Princesa Adormecida é um livro leve e romântico, universal como todos os contos de fadas. Apesar de a história original ser tão conhecida, essa releitura de Paula Pimenta traz elementos novos e originais, coroados com um desfecho encantador, digno dos mais lindos desenhos da Disney.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2013 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal