segunda-feira, 13 de março de 2017

[Dica da Malu] Lágrimas agrestes

Sinopse: “Com linguagem sedutora, expressões inventivas como “pisando elefantemente”, “meus pés só acordariam para dentro”, “os restos de mim cabiam com folga no buraco do assoalho”, diálogos perfeitos e ritmo tenso, Letícia Sardenberg envolve o leitor desde as primeiras linhas. E o leitor se sente coautor da narrativa, agarrado aos medos, às frustrações e aos sonhos da jovem Damiana, sem querer parar, atordoado de suspense, angústia e compaixão. Negra e mais velha do que a irmã Ritinha, e as duas abandonadas num orfanato no sertão da Bahia, Damiana se viu separada da pequena lourinha escolhida por um casal do sul do Brasil, e a partir daí convive com uma saudade extrema e dilacerante. No entanto, Damiana gosta de ler, é sonhadora e determinada. Rapidamente conquista duas grandes amigas no orfanato: Luciana e Francisca. Essa amizade solar faz reviravoltas e cria situações de alegria e coragem. Emoções fortíssimas acontecem no decorrer de toda história, em meio à violência, à fome, ao descaso, à crueldade, ao preconceito e à miséria, mas, especialmente nos últimos capítulos, momentos de grande tensão poética e humana deixarão o leitor surpreso e encantado, contente, acabrunhado, pensativo, atônito, com certeza mais rico em sentimentos e visão crítica da vida...” (Stella Maris Rezende, vencedora de 4 Prêmios Jabuti, 3 João-de-Barro, APCA, Barco a Vapor, Bienal Nestlé e dezenas de Altamente Recomendáveis pela FNLIJ)
Autora: Letícia Sardenberg

          Em dezembro, tive a felicidade de anunciar a parceria do Dicas de Malu com a autora Letícia Sardenberg. Agora, vim apresentar as minhas impressões sobre seu primeiro romance jovem adulto, o “Lágrimas Agrestes”.
             O livro contará a história de Damiana, uma menina que muito pequena vivenciou todo tipo de sofrimento. Conheceu a miséria e a fome, perdeu a mãe, viu um irmãozinho morrer nos seus braços e foi abandonada pelo pai, junto com a irmãzinha caçula, Ritinha. Durante um tempo, foi maltratada pela tia até que esta resolveu abandonar Damiana e Ritinha em um orfanato.
            Lá, as coisas não melhoraram. Além de sofrer com os abusos do senhor Alceu, responsável pelo orfanato, Damiana ainda perdeu sua irmãzinha. Ritinha foi adotada por um casal vindo do sul do Brasil, que procurava uma filha, desde que fosse bebê e branca. Assim, Damiana foi separada de sua única família que restava e pessoa que ela mais amava.
          Claro que nem tudo foi sofrimento e Damiana teve momentos de alegrias ao lado das amigas que fez no orfanato, Luciana e Francisca. Unidas pela solidão, elas tentaram se ajudar a superar a tristeza do abandono e os traumas do passado e reconstruir suas vidas.
          Esta foi uma leitura que me surpreendeu muito por sua intensidade. A Letícia conseguiu fazer com que o leitor sinta a dor da Damiana. E como é difícil acompanhar a trajetória dela e ver uma menina tão pequena conhecendo tanto sofrimento e injustiça. E é mais revoltante ainda quando nos lembramos que esta é a realidade de tantas crianças.
            Assim, um ponto positivo do livro é que são abordados temas importantes e que tornam a história ainda mais real. Entre os assuntos trabalhados estão a miséria e o abandono nas regiões mais pobres do interior do Nordeste, onde as pessoas aprendem a conviver desde cedo com a fome e a sede. Além disso, vemos o abuso físico e psicológico a que muitas crianças são submetidas, sem que ninguém faça nada para protege-las. Por fim, o livro ainda mostra como o preconceito ainda impede que muitas crianças sejam adotadas.
            Com relação à protagonista, não tenho palavras para descrever o quanto me encantei com a Damiana. É uma menina forte, inteligente, corajosa, que passou por muito mais sofrimento na vida do que deveria e seguiu em frente. É impossível não ser sensibilizado pela jornada desta menina e não sofrer por ela nos momentos mais difíceis. Os demais personagens da trama são pouco explorados, mas cumprem seu papel na construção da história e ajudam o leitor a entender melhor a realidade retratada.
            É preciso destacar ainda que, apesar dos temas difíceis abordados, a leitura não é pesada ou arrastada. Mérito da Letícia que soube conduzir a história com muita sensibilidade. Claro que o leitor acaba sofrendo ao se deparar com a triste realidade vivida por Damiana e saber que tantas outras crianças passam pelo mesmo. No entanto, a escrita da autora é tão leve que a leitura não se torna cansativa ou excessivamente dolorosa.
         O único ponto negativo que aponto é que achei a condução da trama um pouco rápido demais, principalmente no final. Gostaria de ter visto com um pouco mais de detalhes o período que Damiana passou no orfanato e a construção da amizade dela com Luciana e Francisca. Além disso, o desfecho da história poderia ser construído com um pouco mais de calma e dado mais informações para os leitores sobre o que aconteceu com Damiana.
         De qualquer forma, é uma leitura comovente e, ao mesmo tempo, agradável. Letícia conquista o leitor com a sensibilidade de sua escrita e faz com que seja impossível não se deixar envolver com a jornada de Damiana. Além disso, mesmo em meio à tanto sofrimento retratado, a autora consegue trazer importantes mensagens sobre amor, amizade e, até mesmo, esperança. 

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Que felicidade ler sua resenha! É muito bom saber que você gostou da história da minha Damiana, que, apesar de conter tantos sofrimentos, também há superações e, o mais importante, como você disse: esperança. Seus elogios e suas críticas, tenha certeza, me ajudarão a construir minhas novas histórias. Muito obrigada por sua leitura tão sensível e atenta, Malu!
    Leticia Sardenberg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia, tudo bem?
      Fico muito feliz que tenha gostado da resenha. Fiquei muito honrada com a sua confiança e adorei acompanhar a trajetória da Damiana!! Espero que o livro continue conquistando e comovendo muitos outros leitores.
      Beijos!

      Excluir
  2. Esse parece ser o tipo de livro que se eu ler vou sofre kkk Amei a premissa dele.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Não conhecia o livro, mas sua resenha me instigou.Gostei dos pontos levantados, tantos os positivos quanto os negativos. Que bom que a leitura te surpreendeu <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro, e é uma pena que no final tenha tido um pouco de correria. Pelo menos não comprometeu tanto.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem flor? Achei sua resenha fantástica e bem sincera, infelizmente não me interessei pelo livro, mas vou ficar de olho nas próximas dicas.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, adorei a sua resenha e me interessei bastante pelo livro. A personagem parece ser uma daquelas mulheres fortes e determinadas e gosto disso, aliás acho que é disso que a literatura precisa.
    Vou procurar mais coisas sobre a autora e parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia este livro, mas parece ser uma leitura muito gostosa, apesar de todo esse sofrimento que passou parece que ela conseguiu sobreviver, fiquei com vontade de saber mais sobre essa história. Amei sua resenha, foi feita com muita sensibilidade, parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Nem li o livro e já fiquei encantada com a Damiana.
    Que garra ela tem, adoro ver e ler livros com personagens fortes, apesar de todas as tribulações.

    ResponderExcluir
  9. Oiee
    Ainda não conhecia esse livro e a sinopse é bem interessante.
    Adorei a sua resenha e gostei de saber dos pontos positivos e negativos. Acho muito interessante qdo algo q não nos agrada é levantado.
    Não posso deixar de falar q a primeira impressão q tive é de q é muito sofrimento para uma pessoa só. Mas qdo percebemos q, infelizmente, é a realidade de muitos, vemos o qto a história pode retratar muitas verdades.
    Que bom q a autora soube desenvolver bem o tema e ainda escrever de um jeito que prenda o leitor.
    Não sei se leria por agora, mas vou anotar a dica sim.
    Parabéns pela resenha. Adorei!
    Bjo

    ResponderExcluir
  10. Oi
    Parabéns pela resenha, já conhecia o livro e estou curiosa em saber como o Nordeste é abordado, pois, é muito comum eu ver o Nordeste sendo mostrado de forma bem complicada, para não dizer, preconceituosa e leiga, não sei se esse é o caso do livro e a considerar todas as temáticas que a autora trata, acredito que não seja, e que quando eu ler, será uma leitura surpreendente.

    ResponderExcluir
  11. Olá...adorei a dica, sua resenha ficou incrível. A obra parece ser uma leitura e tanto.

    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito da premissa do livro e sua resenha está incrível! Que bom ver uma indicação diferente...curti demais!

    ResponderExcluir
  13. Olá Malu! Primeiramente eu adoro o seu blog e estou seguindo!
    Bom a respeito do livro, eu gostei muito sobre se passar no Nordeste, me lembrou muito de um livro que eu gosto muito, Vidas Secas de Graciliano Ramos! É deveras importante a crítica social que está incumbida tanto no livro Lagrimas Agrestes quanto no Vidas Secas.. O Nordeste tem que ter mais atenção, mas apoio, milhares de pessoas vivem em extrema miséria, na fome, na seca, sem um teto sobre suas cabeças, sem uma família, como é o caso de Damiana. Outro ponto importante é o abuso sofrido pela mesma em um ambiente que devia ajudar.
    Parabéns Letícia por tratar desses temas importantes na nossa sociedade.
    Beijos.
    Meu Livro Fantástico | Facebook

    ResponderExcluir
  14. Oie
    ainda não conhecia o livro mas parece algo bem intenso e instigante e é sempre bom quando nos encantamos pela protagonista, a leitura se torna melhor ainda

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. oi tudo bem, caramba que história e que resenha, fiquei muito desejosa de fazer essa leitura mesmo sabendo que com certeza ela irá me render muitas lágrimas, tenho certeza de que será uma leitura gratificante principalmente pelo fato de gostar tanto dessa temática.
    maravilhosa resenha, beijos

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal