quinta-feira, 24 de agosto de 2017

[Dica da Malu] Confissões on-line 2: Entre o real e o virtual

Sinopse: Mariana Prudente realizou seu maior sonho: fazer intercâmbio. Depois de dois meses de muito aprendizado e diversão no Canadá, ela voltou para casa, mas, dessa vez, é Arthur quem parece distante. Para completar, além de não ter a menor ideia do que fazer com o próprio futuro, Nina, sua melhor amiga, está de malas prontas para fazer faculdade em outro estado. Mari, então, mais uma vez faz de seus vídeos o lugar ideal para extravasar e falar sobre seus anseios e sua rotina diária. O canal Marinando ganha cada vez mais acessos e vira um fenômeno na internet. Com a sua vida virtual dominando a real, Mariana ainda precisará acertar as contas com o passado e enfrentar quem não está feliz com o sucesso dela. Mas, com a ajuda de uma nova amiga, Mari conseguirá enfrentar os momentos bons e ruins dos próximos meses e, finalmente, descobrir quem ela realmente é.Autora: Iris Figueiredo / Editora: Évora (selo Generale) / Páginas: 216 / Comprar: AmazonLivro cedido pela editora

Quem me acompanha aqui no blog viu que semana passada eu postei a resenha de “Confissões on-line: Bastidores da minha vida virtual” da autora Iris Figueiredo (aqui). Então, hoje eu vou falar sobre a continuação dele, Confissões on-line 2 – Entre o real e o virtual, que eu também recebi de cortesia da editora Évora.
Antes de mais nada preciso avisar que, se você não leu o primeiro livro, esta resenha pode ter alguns spoilers. Eu vou evitar ao máximo falar sobre o desfecho do primeiro livro, mas é inevitável, então, para quem não quiser saber demais, é melhor evitar continuar a leitura daqui para frente.
Agora que o aviso foi dado, vamos falar sobre o livro. A história continua dois meses depois do final do primeiro livro e a protagonista Mari ainda tem muitos problemas para enfrentar. Ela não passou no vestibular e não sabe direito o que quer fazer, seu namorado está estranhamente distante e ela está cada vez mais preocupada com a saúde de sua amiga, Nina. Para piorar, o passado de Mari parece não querer deixá-la em paz e o sucesso do seu canal parece incomodar algumas pessoas.
A primeira coisa que destaco sobre esse livro é que ele é uma continuação mais do que necessária. Apesar de muito fofo, o final do primeiro livro deixa muitas questões em aberto e que precisavam ser exploradas. Apesar de ter finalmente se livrado das pessoas que faziam mal para ela, Mari ainda não tinha enfrentado de frente seu passado e nem se livrado dos seus traumas.

O mundo é tão grande, com gente tão diferente, que não vale a pena privar de conhecer novas histórias e personalidades todos os dias. Há muito mais por aí além do meu bairro, da minha escola e de todo o mundinho ao qual eu sempre me prendi.

Algumas coisas que aconteceram com Mari no primeiro livro eram muito graves e tive medo de que a autora deixasse isso passar batido, com a personagem superando tudo com facilidade. Felizmente, isso não aconteceu e, ao longo do livro, percebemos que o passado deixou marcas em Mari. Além disso, a autora deixa claro que, provavelmente, a menina nunca iria esquecer o que aconteceu, mas que ela precisava enfrentar seus traumas para poder seguir em frente.
Outro ponto que gostei bastante é que a questão dos transtornos alimentares é abordada mais a fundo. Desde o primeiro livro, já fica evidente que a Nina sofre com bulimia e anorexia e em vários momentos é ressaltada a gravidade da situação. Além disso, o fato de Mari não saber como ajudá-la permite que o leitor vá descobrindo junto com ela como identificar e ajudar uma pessoa que esteja sofrendo com esses transtornos.
Com relação aos personagens, eu já havia gostado de como eles foram construídos no primeiro livro e achei que a autora soube desenvolvê-los muito bem. A Mari amadureceu muito e começou a aprender a enfrentar seus problemas e pedir ajuda quando necessário. Além disso, os personagens secundários também têm seus próprios conflitos e é interessante acompanhar a jornada de todos eles.

Todo mundo tinha seus dramas e medos. Se eles não estão nos relacionamentos, pode ter certeza que estão na família, em amizades ou qualquer outro campo. Cada um concentrava seus problemas em uma área, ou em várias. No final do dia, todo mundo precisava lidar com suas inseguranças, mesmo que elas não fossem as mesmas.

No entanto, tem uma personagem nova que merece um destaque especial. A Pilar, uma menina que a Mari conhece em seu intercâmbio, proporciona ótimos momentos no livro, com seu jeito espontâneo e divertido. Além disso, sem querer ser (muito) clubista, mas ela torce para o Atlético Mineiro, então, já virou uma das minhas personagens favoritas.
A escrita da autora é mais uma vez leve e envolvente. Ela conseguiu construir personagens muito humanos e cativantes, abordando problemas sérios da adolescência, mas ainda proporcionando muitos momentos divertidos. A leitura não é cansativa ou arrastada em nenhum momento e o leitor realmente se envolve com as situações e dilemas vividos pelos personagens.
A edição segue o mesmo padrão do livro anterior, incluindo as ilustrações com as mensagens trocadas pelos personagens e com as reportagens das revistas que Mari lê. As páginas são amareladas e, como no primeiro livro, a fonte poderia ser um pouco maior, mas não chega a prejudicar a leitura.

Assim como falei sobre o primeiro volume, Confissões on-line 2: Entre o real e o virtual é uma leitura mais do que indicada para quem gosta de livros jovem adulto, trazendo um retrato realista, mas delicado sobre a adolescência. É um livro repleto de momentos divertidos e situações inusitadas, mas que aborda questões sérias e que precisam ser discutidas, especialmente entre o público mais jovem. 

Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Hello!
    I really liked the post hehe, thanks for sharing it. I followed your blog, could you follow me back?
    A hug!.

    ResponderExcluir
  2. Oi Malu eu fiquei bastante curiosa para ler esse livro, principalmente por ser meio que um infanto juvenil e sempre acabam me salvando, sei que essa seria uma ótima pedida para mim de leitura, quero ler e essa capa é uma fofura.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Eu li a resenha por cima pra tentar fugir dos spoilers, mas já havia ouvido falar nesse livro e me interessado. Gosto dessa temática adolescente. Porém, acho que não vou querer ler a série tão cedo. A pessoa tem de estar na vibe hahaha

    ;*

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    gosto de livros assim para curar minhas ressacas literárias, são um santo remédio e ando numa brava rsrs.
    Anotei a dica. Achei a série leve e inteligente.
    Não conhecia a autora, então anotei a dica.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. é, a proposta do livro realmente nao faz meu gênero, acho que émais voltado pra um público em especifico... geralmente nao me encanto com livros YA...

    não li o anterior e passo a dica desse tb...
    bjs...

    ResponderExcluir
  6. Oie
    por enquanto só li o primeiro livro e achei bem interessante e gosto de ler, espero conseguir ler o segundo em breve quando tiver mais tempo, muito legal sua resenha, parabéns pela sinceridade

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Ainda não li nada da autora e quando li que talvez a resenha tivesse spoiler, fiquei com pé atrás de continuar.
    Mas ainda assim continuei kkkkkk. Estou bem intrigada para saber pelo que Mari passou no primeiro volume e fico feliz em saber que a autora deu a devida atenção a tudo isso e não fez com que ela superasse tudo facilmente, tornando as situações mais interessantes.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Oi! Estava quase desanimando quando cheguei no comentário sobre abordar transtornos alimentares. Quando é muito voltado para romances adolescentes não fazem meu estilo, mas quando se trata de questões de problemas sociais da atualidade já me fazem mais a cabeça. Creio que leria os livros, pois sua resenha acabou me ganhando. Beijos 😘

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal