[Resenha] Um de nós está mentindo

5 de fev de 2018

Autora: Karen M. McManus
Editora: Galera Record
Páginas: 384
Comprar: Amazon
Exemplar recebido de parceria com a editora
Sinopse: Numa tarde de segunda-feira, cinco estudantes do colégio Bayview entram na sala de detenção: Bronwyn, a gênia, comprometida a estudar em Yale, nunca quebra as regras. Addy, a bela, a perfeita definição da princesa do baile de primavera. Nate, o criminoso, já em liberdade condicional por tráfico de drogas. Cooper, o atleta, astro do time de beisebol. E Simon, o pária, criador do mais famoso app de fofocas da escola. Só que Simon não consegue ir embora. Antes do fim da detenção, ele está morto. E, de acordo com os investigadores, a sua morte não foi acidental. Na segunda, ele morreu. Mas na terça, planejava postar fofocas bem quentes sobre os companheiros de detenção. O que faz os quatro serem suspeitos do seu assassinato. Ou são eles as vítimas perfeitas de um assassino que continua à solta? Todo mundo tem segredos, certo? O que realmente importa é até onde você iria para proteger os seus.

No finalzinho de janeiro, recebi uma caixinha muito especial do Grupo Editorial Record com uma cartinha me contando que o Dicas de Malu agora faz parte do VIB – Very Important Book. Com isso, ocasionalmente irei receber antecipadamente alguns livros que serão lançados pela editora. Nessa primeira caixinha, recebi os dois primeiros exemplares, sendo um deles Um de nós está mentindo, da Karen M. McManus.
Para quem viu a minha lista com lançamentos desejados para 2018, sabe que esse livro já era aguardado por mim. Então, claro que dei um jeito de fazer com que ele pulasse a pilha de livros para ler e agora vou poder contar, sem spoilers, o que achei dessa leitura.
Um de nós está mentindo é um Young Adult que despertou a minha atenção desde que soube de seu lançamento, pois, diferente da maioria dos livros do gênero que eu já li, trata-se também de um thriller com uma premissa incrível. Cinco alunos que não têm nenhuma ligação óbvia vão parar na detenção da escola pelo mesmo motivo, mas alegam não terem culpa. Apenas quatro deles saem vivos.
“Uma sex tape. Alguém com medo de ter ficado grávida. Dois escândalos envolvendo traições. E essa é apenas a primeira atualização das notícias da semana. Se tudo que você soubesse a respeito do Colégio Bayview viesse do aplicativo de fofoca de Simon Kelleher, você se perguntaria como alguém ainda poderia ter tempo de assistir às aulas.”
Em uma segunda-feira que poderia ser um dia normal na escola, Addy, Bronwyn, Cooper, Nate e Simon são flagrados com celular dentro da mochila por um professor que proibia expressamente qualquer aparelho eletrônico em sua aula. Todos os cinco alegam que não eram donos dos celulares apanhados e que alguém armou para brincar com eles.
O problema é que, durante a detenção, Simon sofre um ataque anafilático e acaba morrendo. Poderia não ser mais do que um infeliz acidente, porém, as circunstâncias não poderiam ser mais suspeitas: havia óleo de amendoim no copo que Simon bebeu água, o que provocou a reação alérgica fortíssima que teve; Simon tinha um site que revelava os segredos de todas as pessoas do colégio; naquele dia, ele iria publicar sobre os outros quatro alunos que estavam com ele na sala.

Uma das coisas que me deixaram mais curiosa para ler Um de nós está mentindo é que, de certa forma, me pareceu uma versão de suspense do filme da década de 1980, Clube dos cinco (dica: se vocês não viram ainda, tem na Netflix). No livro, assim como no filme, temos cinco jovens que não têm nada em comum, mas representam estereótipos do High School norte-americano: o atleta, a nerd, a patricinha, o bad boy desajustado e o fofoqueiro. No entanto, à medida que a trama avança, percebemos que todos eles têm mais camadas do que esperávamos a princípio.
O livro vai intercalando o ponto de vista de Addy, Browyn, Cooper e Nate o que permite ao leitor ir decifrando a personalidade de cada um deles. Addy faz parte do grupo de populares e é totalmente dedicada a seu namorado, Jake, um dos atletas do time de beisebol da escola; Browyn é uma aluna muito esforçada, que se destaca por suas notas altas, seu bom comportamento e sua participação em diversas atividades extracurriculares; Cooper é uma promessa do beisebol e tem se dedicado cada vez mais aos treinos para impressionar os olheiros de grandes times; já o Nate é conhecido como o aluno problema, que quase nunca frequenta as aulas e está em liberdade condicional, mas ainda se arrisca vendendo drogas.
“Ela é uma princesa, e você, um atleta – responde ele, apontando para Bronwyn e depois para Nate, - E você é um crânio. E também um criminoso. Vocês são todos estereótipos ambulantes de filmes de adolescentes.”
Devido à forma como os personagens principais foram sendo apresentados, o mistério se tornou ainda mais instigante. Todos eles tinham motivos para querer matar o Simon, o que faz com que a cada momento o leitor suspeite de um. No entanto, à medida que os conhecemos, vamos ficando envolvidos e sem querer acreditar que foi algum deles. Além disso, várias pessoas já haviam sido afetadas pelas revelações de Simon, então, a lista de suspeitos pode incluir qualquer aluno da escola.
Assim, não preciso nem dizer que fiquei bastante envolvida e que a leitura fluiu rapidamente. Mesmo no momento em que a trama seguia sem muitas pistas sobre o mistério, focando mais no desenvolvimento dos personagens, eu estava tão curiosa que não conseguia para de ler. Mérito para a autora que tem uma escrita fluida e soube conduzir a trama de uma maneira que prende a atenção do leitor tanto pelo suspense quanto por se apegar aos personagens envolvidos.
Outro aspecto que gostei bastante no livro é que, em meio ao suspense, a autora conseguiu discutir temas importantes da adolescência, sem tirar o ritmo do livro ou da investigação da morte de Simon. Assim, à medida que a trama vai se desenrolando, são abordados temas como drogas, pressão da família e expectativas em relação ao futuro, o impacto das redes sociais na vida dos jovens e, principalmente, o bullying e suas consequências.
“Agora eis o dever de casa: liguem os pontos. Será que está todo mundo mancomunado ou alguém está no controle? Quem é o manipulador e quem são as marionetes? Vou dar uma pista para vocês começarem: todo mundo está mentindo.”
Há também espaço para o romance. Algumas pessoas podem se incomodar, principalmente porque é algo que não é tão comum em livros de suspense. Porém, como não chegou a tirar o foco da trama, não foi algo que me atrapalhou na leitura. Inclusive, admito que gostei do casal.
Com relação ao desfecho, para mim, foi bastante surpreendente. Admito que uma hipótese parecida passou pela minha cabeça, mas foi rapidamente abandonada e eu fiquei o livro todo com outras mil teorias e sem saber onde apostar. No momento em que os pontos foram ligados e eu finalmente entendi o grande mistério, fiquei em choque. Talvez, para quem leia livros do gênero com frequência não seja tão impactante, mas eu fiquei realmente surpresa.
Agradeço ao Grupo Editorial Record por ter me dado a oportunidade de ler Um de nós está mentindo. Gostei muito da escrita da Karen M. McManus e fui completamente envolvida pela leitura desde a primeira página. Trata-se do primeiro livro da autora e espero realmente que ela não demore a publicar outros, pois foi um início muito promissor. Recomendo muito a leitura para quem procura um Young Adult diferente ou que queira começar a se aventurar lendo thrillers.

E, para quem se interessou, Um de nós está mentindo será lançado dia 26 de fevereiro pela Galera Record e já pode ser adquirido em pré-venda. Assim, vou deixar o link de compra na Amazon aqui para quem tiver interesse. 

12 comentários:

  1. Malu estou louca para ler esse livro menina, a editora caprichou na edição e na criatividade de lançar até um quebra-cabeça da edição, gostei do mistério e adoro livros que abordam sobre assassinato, então de cara sei que seria uma ótima pedida para mim.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Hey, Malu!

    Eu recebi esse livro aqui em casa e pretendo lê-lo no feriado agora.
    Assim que li a sinopse, também logo já pensei em "Clube dos cinco". Até vou assistir novamente depois que ler. Estou super curiosa e espero gostar da leitura tanto quanto você.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Este livro me fez lembrar um pouco do filme "O Clube dos cinco" com o livro de Carol Sabar "Cabeças de Ferro", gostei muito da proposta e quero ler assim que possível.
    Anotado a dica.
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  4. Oii Malu tudo bem?
    Fiquei muito interessada em ler esse livro menina, ainda mais que tem o quebra-cabeça pra acompanhar a leitura e fazer com que nós o montemos, dica anotada e quero desvendar esse mistério de assassinato também.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Gosto da premissa deste livro, mas não confio no Simon, essa vitima não me passa confiança. O bom de uma narrativa intercalada é que vai me deixando mais faminta pelo desfecho, já que mirabolando o final. Quero ler esse livro.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiii
    Estou louca para ler esse livro. Gosto muito desse tipo de história que ao mesmo tempo que tem um suspense conseguimos ver assuntos importantes sendo trabalhados no enredo!
    BJus

    ResponderExcluir
  7. Oiii tudo bem ?
    Confesso que tenho visto bastante esse livro ultimamente mais ate agora ele n me chamou atenção então terei que deixar pra próxima quem sabe outro dia eu de uma chance .
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi, Malu. Mulher do céu, eu estou louca para ler esse livro e adorei a sua resenha,, me deixou ainda mais curiosa. Parece ser uma ótima leitura e vou adicionar à minha lista de comprinhas para esse ano.

    ResponderExcluir
  9. Olá
    ótimo saber que a leitura esta valendo a pena por ter um bom suspense e ser tão instigante, eu estou mega curiosa ja que estão fazendo uma divulgação incrível, com certeza lerei em breve, parabéns pela resenha

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Você falando que o livro lembra O clube dos cinco já me desanimou um pouco, não por não gostar, mas porque esperava algo mais, porém, lerei quando tiver uma oportunidade, vai que como você, me envolva com a leitura.

    ResponderExcluir
  11. Oi! Estou bem ansiosa para ler esse livro e inclusive já estou com ele aqui, pois todos os comentários tem me deixado ávida para conhecer e desvendar esse mistério. Adorei também essa iniciativa da record, e parabéns por ter sido escolhida para integrar esse clube dos que receberão as provinhas de alguns livros.

    ResponderExcluir
  12. Não sou muito de ler YA, mas este me deixou curiosa só porque mencionou O clube dos cinco. Filme que teve importância na minha adolescência.
    Essa capa também é bem interessante.

    Beijos

    ResponderExcluir