[Resenha] Como agarrar uma herdeira

3 de mar de 2018

Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Skoob
Onde comprar: Amazon
Sinopse: “Um dos livros mais românticos – e engraçados – de Julia Quinn, Como agarrar uma herdeira inaugura a série Agentes da Coroa. Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou. Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso. A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação que o desarma completamente.”

Semana passada eu fiz uma resenha sobre Mais lindo que a lua, mais recente romance da Julia Quinn publicado no Brasil. Comentei naquele dia que gostei da leitura, mas que o livro me decepcionou bastante, pois quando se trata dessa autora as expectativas sempre aumentam. Então, hoje eu escolhi falar sobre outro livro da Julia que li recentemente e que traz de volta o melhor do estilo característico dela.
Como agarrar uma herdeira é o primeiro volume da duologia Agentes da Coroa, publicada pela editora Arqueiro e, mesmo antes de ler o segundo, já estou lamentando o fato de serem apenas dois livros, pois eu queria muito mais. Nessa história, Julia Quinn traz para o leitor o humor, o romance e os personagens carismáticos que são marcantes em seus livros, mas ainda acrescentou um toque de ação e aventura que deixou a leitura ainda mais envolvente.
No livro, o leitor é apresentado a Caroline Trent, uma jovem herdeira de uma verdadeira fortuna, que após a morte prematura de seus pais teve que passar por vários tutores até ficar sob responsabilidade do desprezível  Oliver Prewitt. Desesperado para colocar as mãos no dinheiro de Caroline antes que ela complete 21 anos e possa administrar a fortuna sozinha, ele manda seu filho Percy comprometer a reputação dela para forçá-la a se casar.
No entanto, surpreendentemente, Caroline consegue se defender do ataque de Percy e foge da casa dos Prewitt com o intuito de se esconder durante as seis semanas que faltam para seu anivesário de 21 anos. É durante a fuga que o caminho de Caroline cruza com o de Blake Ravenscroft, um agente da Coroa que vem investigando atividades suspeitas de Oliver e acaba confundindo Caroline com a perigosa espiã espanhola Carlotta De Leon.

Ao contrário do que se esperava, Caroline resolve deixar Blake acreditando que ela era mesmo a espiã foragida, pois enquanto estivesse presa com ele, seu tutor não conseguiria encontrá-la. Mas será que Caroline seria capaz de manter esse disfarce por seis semanas?


Acredito que se me pedissem para descrever esse livro com duas palavras, eu diria hilário e apaixonante. Acho que nada mais serviria para explicar o que foi essa leitura, as situações em que os personagens se envolvem e a própria construção do romance.
Para começar, Caroline é uma das protagonistas mais cativantes que já vi em romances de época. Ela tem uma inocência condizente com a forma como as jovens eram criadas na época, mas ainda é forte, divertida e determinada. Apesar das situações adversas que enfrentou desde a morte dos pais, ela não se deixou abater e nem permitiu que seus tutores, especialmente Oliver, acabassem com seus sonhos ou mudassem sua personalidade.
“Era irônico, na verdade. Caroline teria ficado feliz em compartilhar sua fortuna – até mesmo em doá-la – se houvesse encontrado um lar com uma família que a amasse, que se importasse com ela. Alguém que visse nela algo além de um burro de carga com uma conta bancária.”
Assim, é impossível não se afeiçoar a ela ou não se divertir com seu jeito espontâneo. Poucas vezes vi uma personagem com tanta capacidade de se envolver em confusões e ainda conseguir sair delas com muito bom humor. É uma protagonista muito leve, que não fica choramingando por bobagem, e que cativa o leitor de um jeito que dá vontade de realmente tê-la como amiga.
Por outro lado, o Blake é um personagem tão rabugento que chega a ser cômico. Caroline entra como um furacão, virando a vida dele de cabeça para baixo, e ele simplesmente não sabe como reagir. Isso acaba levando a várias discussões com diálogos afiadíssimos e irônicos. No entanto, Blake ainda tem algumas mágoas e traumas do passado que explicam seu jeito amargo e que acabam fazendo com que a gente se apaixone ainda mais por ele.

“Toda aquela maldita situação parecia provar a existência de um poder superior - cujo único propósito era deixar Blake Ravenscroft completa e irrevogavelmente insano.”



É importante destacar também que Julia Quinn trouxe um equilíbrio perfeito entre o romance e o humor. Se por um lado eu dei gargalhadas com as brigas constantes entre Caroline e Blake, por outro, fiquei com o coração derretido vendo os dois se apaixonando. O sentimento que nasce entre eles acontece gradualmente e é bonito ver o quanto eles se complementam em suas diferenças. Blake é um homem amargurado, que quis se isolar das pessoas e afastar qualquer possibilidade de amar, enquanto Caroline é uma jovem espirituosa, leve e, acima de tudo profundamente carente de afeição. Um romance que parecia improvável, mas que se torna mais lógico à medida que eles vão conseguindo lidar com seus fantasmas e aprendendo a dar espaço para o sentimento que surgia.
“Mas a jovem já despertara aquela parte de Blake que ele gostava de manter quieta. A parte que se importava. E a razão pela qual ele não queria que ela ficasse era simples: Caroline Trent o assustava.”
Além dos dois protagonistas, outra fonte de diversão do livro são os personagens secundários. Em especial, eu amei o James, marques de Riverdale e melhor amigo de Blake. Ele traz um pouco de sensatez no meio das brigas do casal, mas também tem um humor irônico que eu adorei. Além dele, tem os empregados da mansão do Blake que roubaram a cena, infernizando muito o patrão enquanto se colocavam sempre ao lado de Caroline.
No entanto, Como agarrar uma herdeira não é feito só de romance e humor. O livro tem ainda muita ação, dando um toque especial à leitura. Blake e James estão investigando Oliver Prewitt e procurando pela espiã Carlotta De Leon, o que implica em cenas de espionagem, perseguição e muita adrenalina.
O único ponto que eu faço uma ressalva é que queria um epílogo um pouco mais detalhado. No entanto, isso não quer dizer que o final não seja satisfatório. Tudo que precisava ser esclarecido foi e a autora dá uma boa noção do que aconteceu com os protagonistas. Porém, eu terminei a leitura tão apegada que queria um pouco mais de detalhes para prolongar o livro.
Assim, Como agarrar uma herdeira foi uma leitura envolvente, divertida e cativante. Para quem quer um romance de época que foge um pouco do que estamos acostumados, mas que mantém o estilo leve, apaixonante e bem humorado, é uma excelente opção. Fui mais uma vez conquistada pela escrita da Julia Quinn e não vejo a hora de ler a continuação da duologia.

30 comentários:

  1. Olá!Tudo bem?
    A saga dos romances de época que quero e não tenho continua.haha
    Já li algumas resenhas e sempre fico cada vez mais apaixonada e feliz com que leio.Esse livro tem romance e humor,pronto já quero!Quero conhecer cada página desse livro e me envolver nessa história.
    Adorei demais sua resenha,já li algumas e são maravilhosas.Você conta tudo sem dar spoiler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Estou louca para ler algo dessa autora faz tempo, mas como ela é conhecida pelas longas séries, eu fiquei com bastante medo de me arriscar, gostar e não conseguir ler tudo. Saber que essa é uma duologia me de mais ânimo em me arriscar, já que fica mais fácil completar a série, né? Adorei sua resenha e fiquei morrendo de vontade de ler!

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Primeiramente, amei suas fotos que coisas lindas <3 e agora eu não consigo entender como você faz com que suas resenhas fiquem tão gostosas de ler a ponto de chegar no final e pensar "Nãããããooooo, por que acabou!!" hahaha Sério amo suas resenhas <3
    Sobre o livro, eu estou muito ansiosa para ler os livros da Julia Quinn e espero começar esse mês.. "Como agarrar uma herdeira" Já me conquistou com o hilario e apaixonante <3 Já estou ansiosa para fazer a leitura!!!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Eu acho que sou uma das pouquíssimas pessoas que não gosta tanto assim dos livros da Julia Quinn. Então vou deixar passar, quem sabe uma próxima.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Malu! Fico revoltada toda vez que leio uma resenha da Julia, porque nunca li nenhum livro! Gosto muito de romances de época e ela vem dominando essa área como ninguém! Esse livro especialmente, é sempre muito elogiado e bem avaliado, pela escrita clara e pelo carismas das personagens. Adoraria conhecer a história dessa herdeira fujona e de como seu sequestro a salvou de um casamento horrível!
    Bjoxx

    ResponderExcluir
  6. Anéis estes dois livros da Júlia, como todos os dela que já li. Leve, engraçado, ágil e com personagem cativantes. Uma mistura que não tem erro.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  7. Olá Malu, ano passado eu me dediquei a ler a série Os Bridgertons e depois de ler todos os livros, vou poder ler essa duologia esse ano. Acho que vou gostar tanto quanto, pois a escrita da Julia é incrível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. olá!
    Gosto de livros que me fazem rir e me apaixonar ao mesmo tempo. A capa deste livro é perfeita e as fotos ficaram show. Leve e de época... Pronto já quero! Gostei de saber que são apenas dois livros. Ultimamente ando evitando séries longas. Fico que não me aguento de curiosidade sabe.
    Parabéns pela bela resenha e pelo espaço!

    www.momentosdeleitura.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bom?
    Li esse livro recentemente e também me diverti muito com esta leitura. As trapalhadas em que Caroline se mete, a rabujice do Blake, a forma como eles escondem a garota quando a irmã de Blake chega, os personagens secundários... tudo foi muito incrível! Adorei relembrar um pouco deste romance tão amorzinho por aqui! Amei demais sua resenha ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá!!!
    Esta temática não é muito do meu agrado, acho bastannte comum, mas sua resenha ficou incrível!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Malu, eu amo suas resenhas sobre livros históricos porque sempre fico totalmente apaixonada pelos livros que você indica e a pilha de livros pra ler só aumenta! Eu ainda não conhecia essa história mas só de saber que tem bom humor já me cativou, um personagem rabugento já parece até clichê pra essa autora né? Amei a dica!

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Ahh, eu comprei esse livro e não vejo a hora de ler! Parece ser uma história incrível. Será meu primeiro contato com a Julia Quinn 😁

    ResponderExcluir
  13. Olá
    que legal que gostou tanto da leitura, é muito bom quando o livro consegue nos envolver e cativar como aconteceu com você, parece uma ótima dica para as fãs do gênero, vou anotar e pesquisar mais sobre, parabéns pela resenha

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Costumo dizer que amo a Quinn apesar de nunca ter lido nada dela, isso é possível? rs
    Mas este é um livro dela que não desperta muito minha atenção e curiosidade.
    Mas de qualquer forma, adorei sua resenha! Está muito bem estruturada! Beijinhos!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Eu adoro a escrita da JQ, morro de amores por seus livros de época porque ela deixa tudo bem amorzinho e engraçado, e é impossível a gente não se apaixonar pelos personagens.
    Estou doida pra ler essa duologia, e pela sua resenha já sei que vou adorar a leitura mais uma vez

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu amo a escrita da JQ e acho esse livro muito dinâmico, com personagens fortes. E com um jogo de palavras bem inteligente.
    Com certeza é uma leitura que sempre recomendo pois sou fã de romances de época.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  17. Oie!

    Essa obra está na minha lista de desejados desde que bati o olho na capa, espero gostar da leitura quando a fizer, pois amo tudo que seja relacionada as histórias da Julia e espero que com esse não seja diferente, ate porque só li resenhas positivas sobre ele!

    Bjss

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Sei que os dois livros da Duologia são bons, mas eu amei demais a história desses dois. Ô mocinho turrão, meu pai. Que homem difícil! Mas a mocinha era tão maravilhosa que compensou. Cheio de humor e romance, foi um bom tempo de leitura. Amei sua resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  19. Malu,
    Li esse livro recentemente e adorei a leitura. Eu não me divertia tanto com uma obra como me diverti com esse livro. Achei muito fascinante as atitudes da mocinha e suas escolhas, sabe? Também achei super cômico a forma rabugenta de Blake. Mas, apesar de ter amado esse livro, eu prefiro o segundo volume dessa duologia.
    Adorei sua resenha.
    beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  20. Oiii tudo bem???

    Eu li sua resenha sobre ter se decepcionado com o outro livro da Julia Quinn, e fico feliz que esse tenha agradado, quando ler um livro da autora espero começar por esse.
    Adorei bastante a resenha, super bem construída.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?

    Eu preciso ler esse livro urgentemente! Eu já li diversas resenhas, como a sua, mostrando diversos elogios para a obra e para o trabalho do autora, mas ainda não tive a oportunidade de me aventurar nessa história. Por ser emocionante e hilário - e ainda incluir uma das protagonisstas mais cativantes dos romances de época -, só temos motivos para ler logo.
    Além disso, quero muito ver em que confusões ela se mete, sei que vou rir muito. Por outro lado, no completo oposto, temos um protagonista rabugento para fazer par com ela, então logicamente teremos farpas sendo trocadas e nos fazendo dar risada tambem.
    Acrescente um romance bonito, muita ação e teremos um livro que eu sei que vou me envolver. Sim, preciso ler logo! <3

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Oi Malu...
    Aparentemente, nesse livro a Julia voltou a ser ela mesma, não? Confesso que eu não tive a oportunidade de ler essa duologia, mas pretendo fazer isso em breve pois sou completamente apaixonada pela Julia!
    Queria te dar parabéns pela sua resenha na qual você expressou muito bem a sua opinião, a sua admiração e o amor que criou pela obra e seus personagens.

    beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem Malu?

    Eu adorei as fotos, ficaram lindas. Essa capa também está muito bonita, a Editora Arqueiro caprichou. Eu já li inúmeras resenhas positivas sobre "Como agarrar uma herdeira", inclusive já solicitei para uma das meninas lá do blog. Gostei, a sua resenha ficou muito boa, parabéns!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bom? Eu adoro a escrita da Julia Quinn e fiquei muito curiosa para ler este livro. Tenha certeza que irei adicioná-lo a minha lista de desejados. Ele não me parece nem um pouco cliché, muito pelo contrário, parece ser divertidíssimo.

    Beijos,
    http://www.livroapaixonado.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi, Malu

    Que bom que você gostou do livro. Infelizmente minha experiência com ele não foi muito boa, pois, ao contrário de você, não achei Caroline cativante e achei que não houve química alguma entre ela e Blake. Achei que houve mais química entre ela e James, acredita? Hahaha
    Foi a primeira decepçãozinha que tive com a Julia, mas o livro não é um desastre completo não.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  26. Tem Julia Quinn como autora do livro??? Quero ler. Li toda a serie Os Bridgertons e foi uma experiencia tão rica que quero seguir lendo toda a obra da autora. Adorei suas considerações sobre este livro aqui e já está an lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Como eu nunca li nada da autora e claro que a tenho em elevada expectativa e quando vejo uma resenha falando que o livro é hilário e apaixonante eu me desespero. Preciso muito ler um livro dela.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Olá!!!
    Eu amo a escrita da Julia Quinn!!! Comprei o livro sem ao menos ler a sinopse porque já conhecia o estilo dela de narrar!!
    Sua resenha me motivo a ler o livro o quanto antes!!!
    Adoro quando o livro tem esse toque de humor!!!
    Parabéns pela resenha.
    www.garotasdevorandolivros.com

    ResponderExcluir
  29. Oi.

    Julia Quinn é uma das minhas queridinhas, eu nunca me canso de ler os livros dela. Estou lendo no momento o novo lançamento da autora, e já li essa duologia. Nem preciso dizer que amei os livros e que queria muito mais. Por mim poderia ter mais um livro desse.

    ResponderExcluir
  30. Oie Malu ^^
    Eu também adorei esse livro! As cenas em que eles ficam se alfinetando são divertidíssimas, né? Infelizmente o segundo livro não me pareceu tão bom, mas não deixe minha chatice desanimar você kkkk' espero que goste :)
    Estou doida para ler mais livros da Julia Q
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir