[Resenha] Uma estranha em casa

4 de jul de 2018


Imagine acordar em um hospital após sofrer um acidente e não se lembrar de nada. Pior ainda, ser informado que estava dirigindo em alta velocidade em um bairro que você nunca andaria? Pois é isso que acontece no livro Uma estranha em casa, da Shari La Pena, lançado pela Editora Record e que foi uma das minhas leituras de junho. E que leitura, gente!
Sabe aqueles livros que prendem a atenção do leitor e não dão vontade de largar por nada? É o caso de Uma estranha em casa! Thriller policial escrito pela mesma autora de O casal que mora ao lado, esse livro prendeu a minha atenção da primeira à última página com uma trama ágil, bem construída e envolvente.

Autora: Shari Lapena
Tradutor: Márcio El-Jaick
Editora: Record
Páginas: 266
Onde comprar: Amazon
Livro recebido de cortesia da editora
Sinopse: “Karen Krupp acorda no hospital, sem ter a menor ideia de como foi parar nele. Tom, seu marido, diz que a porta estava destrancada quando ele entrou em casa, as luzes acesas, e que a esposa provavelmente saiu às pressas quando estava preparando o jantar, pelo que ele viu na cozinha. Karen perdeu o controle do carro enquanto dirigia a toda a velocidade e bateu de frente num poste. O mais estranho: o acidente aconteceu num dos bairros mais perigosos da cidade. A polícia suspeita de que Karen esteja envolvida em algo obscuro, mas Tom tem certeza de que não. Ele está casado com ela há dois anos, conhece muito bem a mulher. Será mesmo? Vai perguntar tudo a Karen quando chegar ao hospital, depois de dizer que a ama e que está feliz por ela ter sobrevivido, é claro. Mas Tom não obtém resposta nenhuma. Porque ela não se lembra de absolutamente nada.”

Por que você fugiria de casa se tem uma vida feliz?”
Em Uma estranha em casa, o leitor irá se deparar com um mistério logo nas primeiras páginas. Tom Krupp chegou em casa ansioso para ver sua esposa, mas Karen não estava. Ela saiu deixando a porta aberta e sem levar o celular e nenhum documento. Logo, um policial chega avisando que Karen sofreu um acidente enquanto em alta velocidade em um bairro perigoso da cidade.
A princípio, Tom não acredita que seja mesmo sua esposa. Karen nunca dirige em alta velocidade, e o que ela estaria fazendo em um bairro como aquele? Porém, era ela mesmo e, agora, ele e a polícia precisavam de respostas. O problema é que Karen não se lembra de nada daquela noite, nem mesmo o que a levou a sair de casa tão rapidamente que nem trancou a porta. O que teria acontecido naquela noite?


Esse é o meu segundo contato com a escrita de Shari La Pena e, mais uma vez, ela conseguiu construir uma trama instigante e que prende o leitor desde o início. Já nas primeiras páginas ficamos intrigados pela situação estranha em que Karen se envolveu. Porque uma mulher que, aparentemente, tem uma vida tranquila e regrada estaria dirigindo a uma velocidade elevada em um bairro tão perigoso e tão distante de sua casa. Mas, à medida que a história avança, vão surgindo mais motivos para desconfiar dos personagens e muitas teorias vão passando pela mente do leitor, o que torna a leitura ainda mais interessante.
“Tom também está incomodado, uma questão tem lhe preocupado: será que ela não se lembra mesmo daquela noite? Ou simplesmente está escondendo algo dele? Desconfiança é um negócio insidioso: as dúvidas começaram a surgir, coisas que antes ele conseguia ignorar.”
No entanto, o suspense não é o ponto mais forte do livro. Confesso que, lá pela metade do livro, eu já tinha percebido muitas pistas e desvendado boa parte do mistério. Mas não pensem que isso deixou a leitura menos interessante. Tem dois aspectos que deixaram a trama instigante e a leitura envolvente. O primeiro deles é o destaque dado ao processo de investigação. Ao longo do livro, vemos a polícia coletando provas, interrogando suspeitos e testemunhas e procurando pistas. Com isso, mesmo quando já temos noção do que fato aconteceu naquela noite, podemos ver todo o trabalho dos detetives e como eles vão juntando os pontos, o que é algo muito interessante de  se acompanhar.
Somado a isso, há a ótima construção dos personagens, que faz com que o leitor se envolva na leitura querendo conhecer mais sobre eles. Karen e Tom são muito humanos e complexos, com camadas e conflitos que vão sendo revelados ao longo do livro. Acaba sendo difícil não se apegar aos dois e se solidarizar ao perceber as dúvidas e as desconfianças se instalando entre eles e ameaçando seu casamento. Além disso, os personagens secundários também são bem desenvolvidos e desempenham papéis relevantes na trama. Em especial, eu adorei os investigadores do caso e confesso que adoraria vê-los em outros livros.



Outro ponto que contribuiu muito para que a leitura se mostrasse tão envolvente é a escrita fluida e direta da Shari Lapena. Ela conseguiu manter o ritmo da trama intenso e soube inserir elementos na história que fizeram com que o livro continuasse interessante, mesmo quando supúnhamos já saber todo o mistério. A todo momento, foram mostradas mais facetas dos personagens ou alguma nova etapa da investigação que ajudaram a manter o envolvimento com o livro.
Tom quer que ela diga que é inocente. É tudo o que ele deseja. Para poder abraça-la e então decidir o que fazer. Quer defendê-la se for possível. É apaixonado por ela e isso não mudou. Fica surpreso com o fato de ainda poder amá-la mesmo sem confiar nela. Quer voltar a confiar.
Além disso, achei que a autora foi muito inteligente no desfecho. Quando eu tinha certeza de que já sabia tudo que poderia descobrir sobre o mistério e os personagens, veio uma revelação que me pegou de surpresa e mudou toda a minha percepção sobre o livro. Talvez, para quem tenha o hábito de ler thrillers, não seja algo surpreendente. Porém, para mim, acabou sendo o toque de mestre.
Deste modo, Uma estranha em casa acabou se mostrando um thriller bem construído, com uma trama inteligente e personagens complexos e interessantes. Quem não tem o hábito de ler o gênero, certamente será envolvido pela escrita ágil de Shari Lapena e irá se surpreender com as revelações que ela preparou. No entanto, mesmo para quem já está acostumado com livros de suspense e ache a trama previsível, acredito que a leitura ainda valerá a pena por ter um enredo tão dinâmico e gostoso de se acompanhar.  


26 comentários:

  1. Olá! Amei sua resenha, muito instigante, assim como parece ser esse livro. Adoro livros assim que te fazem pensar, tentar resolver o mistério, com algum suspense. Já anotei aqui a dica. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem? Eu simplesmente amo thrillers! GOstei muito da história, parece ser bem trabalhada, um thriller bem feito precisa ser bem trabalhado e percebi isso na sua resenha. E que foto bem feita! Parabéns pela resenha e pelas fotos!

    ResponderExcluir
  3. Amo livros desse gênero!E parece que esses é um dos bons, principalmente pq a autora parece conseguir manter o ritmo da narrativa.

    ResponderExcluir
  4. Oi Malu, tudo bem?

    Já estava querendo ler a obra anterior da autora, com a sua resenha, agora quero ler as duas, pois ambas parecem muito boas. Por você ter desvendado uma parte do mistério, pensei que a leitura iria se tornar maçante, mas ainda bem que isto não aconteceu, o que só me deixa com mais vontade de realizar a leitura. Sua resenha ficou maravilhosa!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Esse livro está na minha lista de futuras leituras, apesar de ter bastante tempo que não leio suspenses. Gosto muito de livros com a escrita fluida, em que o autor destaca a trama de forma envolvente. Achei interessante você ter falado que conseguiu desvendar boa parte do mistério antes de terminar. Apesar de ser um pouco previsível nesse sentido, só me deixou ainda mais curiosa para conhecer.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Estou de olho neste livro, justamente pela tensão que ele passa em seu enredo. Adoro!
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  7. Parabéns viu, eu adorei conferir sua resenha e amei suas fotos, mas confesso que não é uma leitura que eu faça. pois não é um gênero que me atraia, esse ano mesmo eu tentei ler para ver se mudava de opinião mas não deu ainda, quem sabe futuramente eu dê uma chance. Amei sua opinião sobre.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Confesso que ele não chamou tanto minha atenção em um primeiro momento, não é meu estilo favorito de livro. Porém lendo sua resenha eu super animei para conhecer essa história logo. Vou adicionar na minha TBR deste mês.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
  9. Oiii Malu

    Eu li esse livro há um tempo e realmente a trama prende, é instigante, gostei mais deste aliás do que do primeiro da autora, ainda assim admito que fiquei com uma sensação agridoce com o final, não sei, esperava algo diferente.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bom?
    Nossa, eu amo uma boa trama, que deixa a gente preso no livro sem querer desviar os olhos pra nada! Espero conseguir ler esse em breve, pois só ouço elogios a obra. E essa capa está maravilhosa, socorro!

    ResponderExcluir
  11. Oi Malu, eu amo thriller e tenho certeza que vou adorar este livro, tem tudo que eu gosto, este mistério, a amnésia e por último, o segredo revelado, estou dando pulinhos de ansiedade, haha. Tua resenha ficou perfeita e me deixou ainda mais louca por esta leitura.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Eu estou esperando esse livro hehehe. E eu super imagino com bem construída a história deve estar já que eu achei muito bom O Casal Que Mora Ao Lado, enfim ótima resenha!

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  13. Oi, Malu,
    Como é um livro de suspense, eu fiquei muito triste por saber que essa questão não é o ponto algo do livro, sabe? Meu primeiro contato com essa autora foi bastante decepcionante e quero ler esse livro para tirar a prova.
    Adorei conhecer suas impressões e vou me arriscar, mesmo com medo de me decepcionar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Malu
    Adoro Thrillers e adorei os seus comentários sobre esse.
    Vou colocar o título na minha lista de futuras leituras, espero gostar do estilo da autora, pois vi comentários destoantes sobre o Casal da Casa ao lado e fiquei com o pé atrás.
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá! Eu ando, cada dia mais, gostando dos thrillers. Não sou muito fã dos policiais, justamente por entrarem em investigações e eu costumo ficar bem confusa, porém, não digo que não leio, porque sempre acabo conquistada, apesar disso. Esse livro está na minha lista de leitura desde o seu lançamento e sua resenha me deixou ainda mais ansiosa para o conhecer, espero que seja em breve!
    Abraços

    ResponderExcluir
  16. Até salvei a foto do livro para eu comprar. Adoro esse tipo de livro, onde pensamos que tudo já está desvendado e logo aparece mais evidências e descobertas vem a tona. Muito obrigado pela indicação!!!

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir
  17. Gosto muito de thrillers policiais, principalmente se tiverem uma trama bem construída e que prende desse jeito. E adoro enredos em que temos a presença de perda de memória. Só acho uma pena que você tenha desvendado sozinha parte do mistério, não gosto quando consigo resolver coisas sozinha, gosto mesmo é de ser tapeada e errar todas as minhas suposições... Rs...

    ResponderExcluir
  18. Olá Malu, adoro livros desse gênero, mas não conhecia esse porem sues comentários me deixaram bem curiosa, o enredo parece estar bem bacana e eu adoro quando o autor consegue nos surpreender até o final do livro *-* Dica anotada.

    ResponderExcluir
  19. Sua resenha ficou ótima. A premissa desse livro é super interessante e já estou curiosa pra desvendar o desfecho da trama, já conheço a escrita da autora de outra obra e ela é mesmo muito fluida. Bacana esse destaque pro trabalho de investigação.

    ResponderExcluir
  20. Olá Malu, vou te contar que triller não são algo que eu leia apesar de gostar muito das sensações que eles causam quando estamos lendo haha mas gostei muito dessa dica, fiquei muito curiosa com o enredo e provavelmente eu vá ler haha.. muito obrigada pela dica, a resenha esta incrivel ♡

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi Malu!

    Tudo bem? Eu não estou numa vibe de thrillers no momento, tenho procurado algo mais leve e divertido, mas fico feliz que tenha gostado da forma como a autora do livro conduziu a história e principalmente que o desfecho tenha te surpreendido, um thriller com um fim previsível é algo que me deixaria irritada.

    Bom, eu vou guardar esta dica para quando estiver procurando um bom suspense então muito obrigada Malu!

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  22. Gostei do nome, da capa, e da sua opinião rs ..
    Li um livro sobre perda de memória, de acordar em um hospital sem informação nenhuma, e achei interessante.
    Acredito que eu vá gostar desse também. Não conhecia a autora, mas já está na minha lista.
    Parabéns pela resenha, adorei a dica.


    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Olá,

    Eu li o outro livro da autora, gostei da escrita dela e de como conduziu a história, porém achei o final muito desnecessário. Por isso que mesmo estando curiosa em relação a esse livro, tenho receio de ler e acabar me decepcionando.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Ainda não conheço a escrita da autora, mas saber que a trama em questão é instigante me anima bastante, ainda que o suspense da trama tenha deixado a desejar. Fiquei curiosa para conhecer esse desfecho inteligente que mencionou, mudando sua percepção sobre toda a leitura. Quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Olá, tudo bem Malu?

    Eu gosto muito da escrita da Shari, tive a oportunidade de ler "O Casal que mora ao lado" e gostei muito da experiência. Pretendo ler em breve "Uma estranha em casa"!
    Abraço!

    ResponderExcluir

  26. Olá!

    Estou louca para ler esse livro desde que ele foi lançado, mas ainda não tive a oportunidade.
    Amo thrillers, amo esse mistério,.livros assim me.deixam fixada. Pela sua resenha, posso ver que só estou perdendo em nao ler.

    Beijos

    ResponderExcluir