[Filme] Para todos os garotos que já amei

18 de ago de 2018


Acredito que todo leitor já passou pela situação de saber que um livro muito querido ia virar filme e não saber se ficava feliz ou preocupado. Foi o que aconteceu comigo quando soube que Para todos os garotos que já amei, da autora Jenny Han, ganharia uma adaptação. Porém, desde que o primeiro trailer foi lançado, a preocupação começou a dar lugar à ansiedade e eu já não aguentava mais esperar para assistir ao filme.
Felizmente, a espera acabou e Para todos os garotos que já amei estreou ontem na Netflix. Claro que eu corri para assistir e agora vou poder falar para vocês o que achei. Mas, podem ficar tranquilos, que não vou trazer spoilers nem sobre o filme e nem sobre o livro.

Original: To all the boys I’ve loved before
Elenco: Lana Condor, Noa Centineo, Israel Broussard, Janel Parrish, Anna Cathcart e John Corbett.
Direção: Susan Johnson
Distribuição: Netflix
Duração: 1h39
Ano: 2018
Nacionalidade: EUA
Sinopse: “Imagine se todos os seus crushes descobrissem a sua paixão por eles, e todos ao mesmo tempo! É o que acontece com Lara Jean Song Covey quando as cartas de amor que ela escreveu para cada garoto que já amou acabam sendo misteriosamente enviadas.”

Para quem não sabe, o filme Para todos os garotos que já amei, assim como o livro que o originou, conta a história de Lara Jean, uma adolescente de 16 anos cuja vida amorosa sempre se limitou aos livros que lia e à sua imaginação. Ao longo de sua vida, ela se apaixonou por cinco meninos: Peter Kavinsky (o aluno mais popular da escola); John Ambrose McLean; Lucas Kapf; Kenny do acampamento; e Josh, seu vizinho e namorado de sua irmã mais velha, Margot. Nenhuma dessas paixões saiu de sua imaginação, mas ela conseguia superá-las ao escrever tudo que sentia em cartas que jamais enviaria.
O problema é quando essas cartas são secretamente enviadas para os seus destinatários. De repente, os sentimentos mais profundos de Lara Jean foram revelados e ela não sabe como reagir. Pior ainda, ela não sabe como encarar Josh, que além de seu amigo, era ex-namorado de Margot. Mas e se ela fingisse estar envolvida com um dos outros destinatários? É assim que surge um plano maluco de fingir estar namorando com Peter Kavinsky, um dos alunos mais populares da escola. De repente, a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e ela, que sempre se considerou invisível, se torna o centro das atenções.

Copyright Netflix / Awesomeness Films

É difícil falar o quanto esse filme me agradou e superou todas as minhas expectativas. Aos poucos, qualquer receio que eu ainda tivesse em relação à adaptação foi caindo e só restou a alegria de ver um filme que carrega a essência do livro que o originou. Claro que há mudanças, afinal não dava para colocar as mais de 300 páginas do livro em um filme com cerca de 1h30 de duração. No entanto, tudo que me encantou na obra de Jenny Han está presente no longa, que me deixou com o mesmo encantamento que tive durante a leitura.
Para começar, a escolha do elenco. Desde a primeira foto divulgada do filme, eu já sentia que Lana Condor seria a Lara Jean perfeita e não me enganei. Assistindo ao filme, a impressão era de que a personagem tinha saído diretamente do livro para a tela. A atriz é expressiva, carismática, engraçada e demonstra personalidade, exatamente como Lara Jean. E o que dizer de Noah Centineo como Peter Kavinsky? Confesso que, quando o vi pela primeira vez, achei bem diferente do Peter que eu imaginei. Porém, quando o filme começou, todas as minhas dúvidas acabaram e eu só conseguia pensar: É O PETER KAVINSKY! Ele ficou perfeito no papel e me encantei pelo personagem assim como tinha acontecido quando li o livro.
O restante do elenco também parece ter sido escolhido a dedo. Mesmo que alguns não sejam exatamente como eu imaginava seus personagens, os atores que viveram o Josh, a Kitty, o dr. Covey e a Chris entregaram a essência de seus personagens e esbanjaram carisma. A única que destoou foi Janel Parrish como a Margot, que parece ser muito mais velha do que sua personagem, de apenas 18 anos. No entanto, ela aparece pouco e não compromete o filme.

Copyright Awesomeness Films / Masha Weisberg / Netflix

Outro aspecto que gostei muito foi o roteiro. Apesar de algumas mudanças significativas em relação ao livro, o essencial foi mantido no filme. Sem deixar o foco exclusivamente no romance, o longa acerta ao mostrar também a relação de Lara Jean com a família, especialmente as irmãs, e o amadurecimento dela como pessoa. Além disso, todos os personagens tiveram espaço suficiente dentro da trama para serem bem desenvolvidos e cativarem o espectador.
Apesar de se tratar de uma comédia romântica adolescente, o filme não se limita a isso. Há, sim, muitos momentos engraçados e fofos, mas há também drama e diálogos tocantes. Em especial, gostei muito das conversas de Lara Jean com o pai e com a Margot, mas também as vezes em que ela falou com Peter sobre a mãe. São cenas simples, mas que ficaram muito bonitas e transmitiram muito sobre os sentimentos dos personagens.

Copyright Awesomeness Films / Masha Weisberg / Netflix

Confesso que gostaria que algumas coisas tivessem sido mais aprofundadas, especialmente a relação que Lara Jean e as irmãs têm com a cultura coreana. Esse é um aspecto que foi muito destacado no livro, tanto por demonstrar o orgulho que elas tinham de sua origem quanto por ressaltar a ligação que elas tinham com mãe. Porém, eu entendo que no filme algumas coisas precisam ser cortadas e fiquei feliz por eles terem conseguido abordar o assunto, mesmo que de maneira mais superficial, em algumas cenas.
De um modo geral, achei que o roteiro capturou os momentos mais importantes do livro e acrescentou algumas cenas que funcionaram bem. O filme flui de uma maneira leve e natural, permitindo que o espectador se apegue rapidamente aos personagens e se envolva com a história. O desfecho funcionou bem, deixando margem para um segundo filme caso esse seja um sucesso (o que todos sabemos que será), mas que encerra bem o suficiente para não tornar obrigatória uma continuação.

Com relação aos aspectos técnicos, não tenho nenhum conhecimento em cinema e, por isso, não vou tentar fazer nenhum comentário sobre o assunto. Porém, preciso destacar que senti um enorme cuidado na construção dos cenários e na escolha dos figurinos, principalmente no que era relacionado à Lara Jean. Um exemplo disso é o quarto da protagonista que reflete, nos mínimos detalhes, a personalidade dela, permitindo que quem leu o livro consiga realmente visualizar a personagem vivendo ali.

Copyright Netflix / Masha Weisberg


Por fim, só posso dizer que Para todos os garotos que já amei é a primeira adaptação em muito tempo que consegue me fazer sentir exatamente o mesmo que senti ao ler a obra que a originou. Eu não me pegava a todo tempo reparando nas mudanças que foram feitas, porque o essencial estava ali e foi o suficiente para conquistar meu coração novamente. Praticamente todos os atores conseguiram me convencer como os personagens que eu aprendi a amar e a trama se desenvolveu com a mesma leveza e encantamento do livro da Jenny Han. Terminei de assistir com um enorme sorriso e muita vontade de começar a ver de novo. Agora, só me resta torcer para que a Netflix decida produzir (de preferência logo) as adaptações dos outros dois livros da trilogia para que eu possa continuar matando às saudades das aventuras de Lara Jean.
E vocês, já assistiram ao filme ou ainda pretendem ver? Me contem aí nos comentários o que acharam e, caso tenham lido o livro, se gostaram da adaptação. Para quem ainda não viu, recomendo assistir aos créditos finais também, pois há uma cena bem interessante e que pode indicar que as continuações estão a caminho. E para todos aqueles que estão gostando do clima do filme, independente de já terem assistido ou não, tem a playlist de Para todos os garotos que já amei no Spotfly e eu vou deixar o link no final do post.




23 comentários:

  1. Oi! Não li a trilogia, porque não faz muito meu tipo de leitura.. Acho que passei dessa fase de ler histórias adolescentes, ainda que de vez em quando, cai algo interessante nas minhas mãos.. Enfim.. Quanto ao filme, só elogios né! Todo mundo tem falado o quanto está fofo e fiel a história, e até agora não vi nenhuma crítica! Que bom que a adaptação ficou assim tão boa! Vou anotar pra assistir depois! Obrigada pela dica!

    Bjoxx ~ http://www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  2. Eu quero ler o livro primeiro para depois assistir o filme, a história me agradou, mas desejo conhecer melhor a trama, então só lendo e assistindo mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Estava ansiosa por este lançamento e agora me sinto orfã.. Foi tão rápido que degustei três vezes já. Adorei as escolhas de atores para o filme e amei ver na tela essa história. Assisti com meus filhos e todos adoramos.

    Me deu tanta saudade, que vou reler os livros assim que possível.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Malu!
    Eu já assisti o filme e super gostei, mas infelizmente ainda não li o livro. Gostei muito realmente da relação da Lara com o pai e as irmãs, amei ainda mais que no livro há um foco maior nisso. Achei que a atriz que interpretou a Margot destoou mesmo, eu jurava que ela era mais velha, mas você falando que a personagem só tem 18 anos... é, não combina mesmo. rs
    Pretendo ler o livro!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Malu, eu comecei a ler o primeiro livro e acabei abandonando, acredita? A leitura simplesmente nao fluiu pra mim e achei que fosse odiar o filme, doce ilusão! Já perdi as contas de quantas vezes o assisti, é fofo demais!

    ResponderExcluir
  6. Oie amore,

    Li o livro mais nem sabia que tinha saído o filme... que tudooo.
    Coisa boa saber essa história de que parece que a personagem saiu do livro pra tela, é tão difícil isso acontecer né!
    Vou procurar pra assistir.
    Arrasou!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie.

    Eu ainda não li o livro, mas achei o filme muito legal e fofinho. Concordo que a escolha de elenco foi perfeita, senti tanta sintonia entre os personagens, principalmente entre o casal principal. Só não gostei muito da irmã mais velha, mas tudo bem. Agora preciso ler o livro, rs.

    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Malu, eu não sou o tipo de pessoa que assiste filme, menos ainda, baseado em livros, mas este, eu tive que assistir e me vi suspirando ao final dele. Ainda não li o livro, mas agora, pretendo ler, e melhor que vou ter a imagem física dos personagens na minha cabeça. Gostei bastante. Adorei a tua crítica, se eu não tivesse assistido, tu me convenceria.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oiiii,

    Eu fiquei total e completamente apaixonada por este filme, achei o enredo maravilhoso, os personagens apaixonantes, as atuações muito boas, ri, chorei e tudo o que eu tinha direito. E eu já estava desesperada para poder ler os livros depois que vi o filme, depois da sua resenha quero mais ainda só para poder sentir lendo o livro o mesmo que senti vendo o filme!

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Malu!
    Eu adoro o primeiro livro, que por enquanto foi o único que li da trilogia e logo na sexta, já assisti o filme. E como você, achei que o longa conseguiu transmitir muito bem o sentimentos que temos ao ler para ele.
    Achei a triz que faz a Lara Jean e o ator que fez o Peter muito bons, mas apesar de ter gostado da Kitty no filme, gostaria de ter visto a personalidade dela do livro, mais peste.
    Mas o filme é super gostoso de assistir e realmente espero que lancem logo o segundo, pois esse foi muito bem adaptado.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu simplesmente amo este livro!
    Fiquei mega ansiosa com a adaptação, mas gostei demais do filme.
    Houve algumas alterações consideráveis, mas a que mais me incomodou foi a Kitty não ser tão pestinha como no livro, e de nos primeiros 5 minutos de filme já saber quem enviou as cartas, sendo que no livro só sabemos no final.
    Mas em geral foi um bom filme, estou esperando a sequencia.


    Beijos!!

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?Eu já assisti ao filme, apesar de não ter lido os livros. Achei um filme legal, mas nada sensacional (talvez porque não sou fã da história como muitas garotas). Achei coerente para um filme adolescente, mas nada de mais, sabe? A história em si, pra mim, é bem reciclada e não me fez ficar surpresa ou apaixonada. Mas, realmente, existem pontos muito legais, como os que você citou: as conversas com o pai e a irmã e as conversas com Peter sobre a mãe. Algo que adorei foi a irmãzinha da Lara, geralmente eu não me interesso por crianças na vida real, porque não quero ser mãe, mas gosto muito delas na ficção hehe. Gostei muito da sua resenha, achei-a bem completa! :)

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, Malu!
    Também fiquei com um pouco de receio quando vi que haveria uma adaptação da história da Lara Jean, mas depois de assistir ao filma (uma três vezes já, sendo sincera) não encontrei nada que pudesse me desgostar ou não fazer jus à história do livro. Com certeza entrou para a minha lista de filmes preferidos. Concordo com você, acho que talvez a cultura coreana pudesse ter aparecido um pouco mais, mas de forma geral o roteiro conseguiu dosar tão bem o "original do livro" e as modificações e inserções necessárias, que acaba compensando. Realmente acho que nem precisa de continuação, mas se tiver, obviamente ficarei esperando ansiosamente haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu fiquei apaixonada nessa adaptação, é claro que não dá pra colocar tudo né, mas achei que ficou tão amorzinho e representou tão bem o primeiro livro que nem senti tanta falta assim dos elementos que ficaram de fora.
    Lara Jean, Kitty e Peter são os meus favoritos.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Eu era uma das que mais aguardavam a estreia do filme, mas acredita que até agora não vi?! A falta de tempo é algo que me deixa bem frustrada haha Estou vendo ótimos elogios para o filme, e quem leu também os livros está adorando. Espero gostar muito pois anseio por uma adaptação não tão fiel, mas que seja digno de nos remeter a tudo que já lemos. Sua crítica me deixou mais ansiosa ainda. Adorei!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oiii tudo bem??

    Assisti sem esperar muito, pois não curto drama adolescente, mas juro que Lara Jean me conquistou do inicio ao fim.
    Muito fofo, adorei assistir, e agora a ler sua resenha concordo com muita coisa.
    Não sabia que já tinha playlist, já adicionei para seguir
    Amei.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  17. Acredita que tenho o livro e ainda não li? Fiquei feliz com a sua resenha, pois já ouvi pessoas que gostaram e outras que não gostaram nada, mas quando isso acontece não me deixo influenciar e vou conferir para depois me posicionar. A sua resenha me motivou a assistir.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  18. Oi, Malu

    Que bom que você gostou tanto da adaptação. Confesso que não sinto interesse pelos livros, logo, não estava animada para assistir ao filme. Até pensei em assistir no FDS passado, mas ando lendo tanta resenha que acabei perdendo a vontade! hahaha Vou tentar neste.
    Realmente fica difícil de seguir tudo à risca, mas bem que eles podiam ter explorado mais essa coisa delas com a cultura da mãe, é uma coisa que eu gostaria de ver no filme.
    No mais, que bom que a adaptação agradou. Agora é torcer para a Netflix adaptar os demais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Ola Malu!

    Quando os livros lançaram, confesso que não me despertaram tanta atenção porque não tenho uma relação muito boa com a cultura asiatica, porem, quando começaram a divulgar esse filme tudo mudou e agora, diante de tudo o que nos foi exposto, definitivamente quero e irei ler os livros e assistir o filme.
    Acho incrivel o fato de a netflix conseguir captar e reproduzir tão bem as adaptações que sao bem semelhantes com as obras em si.

    beijos

    ResponderExcluir
  20. Ainda não o assisti, mas de tanto ouvir falar dele estou começando a criar antipatia pelo coitado que mal nenhum me fez além de ser incessantemente falado nos últimos dias. Um dia o assistirei com certeza, quando a antipatia diminuir - rsrs Quanto ao enredo, embora clichê - o acho fofinho demais. Quem nunca em tempos da pré-adolescência não gostava de escrever cartinhas que nunca seriam mandadas. Hoje em dia não sei, mas antes se fazia muito isso - rsrs Bexus @prefirolercomcalma

    ResponderExcluir
  21. Que filme delicioso! Eu estava tão animada pra ver que comecei a assistir no trabalho... rs Achei que a adaptação ficou excelente e adorei o ator que fez o Peter porque gosto dele desde a serie The Fosters.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bom?

    Eu amei esse filme também! Assim como você disse, apesar das mudanças, a essência foi preservada. Eu também não me toquei das mudanças enquanto assistia, pois fiquei focada na trama. Só depois que fui perceber algumas coisas cortadas, inclusive sobre essa parte da cultura coreana que não foi destacada. Infelizmente, eles não conseguem colocar toda a história em um filme com menos de duas horas, mas pelo menos fizeram um bom trabalho. Eu também não imaginava o Peter daquele jeito e fiquei receosa com a escolha de elenco, mas ele me surpreendeu e fiquei apaixonada com o seu trabalho. Agora quero ver o novo trabalho dele que estreará essa semana. A Lara não preciso dizer nada, né? Ela é exatamente como no filme e fiquei muito contente por não terem a modificado, colocando uma atriz branca (a produção queria, mas a autora bateu o pé e exigiu uma atriz de origem oriental). Nisso, a atriz acabou recebendo diversas mensagens de meninas que ficaram contentes de se verem na tela. Representatividade importa mesmo <3
    Enfim, é um longa que me arrancou suspiros e me fez apaixonar por um personagem adolescente, apesar de eu estar longe dessa idade. Eu realmente amei, assim como você <3
    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Olá,
    eu gostei bastante do filme, ainda não li os livros mas tenho lido muitas pessoas que assim como você consideram esta uma adaptação bem fidedigna. Fiquei apaixonada pelos atores e personagens e já estou me preparando para ler todos os livros, espero também que a netflix não demore a lançar os próximos e que o faça com o mesmo espero que dedicou a este primeiro.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir