[Resenha] A Paciente Silenciosa

9 de abr. de 2019


Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? No finalzinho de março, eu recebi do Grupo Editorial Record a primeira VIB – Very Important Book – de 2019. O livro desta vez é o thriller A Paciente Silenciosa, do autor Alex Michaelides, que deve ser lançado no mês que vem.
Vocês já devem ter reparado que suspense não é um gênero que leio muito, mas de vez em quando eu me arrisco no gênero e encontro boas surpresas. No caso de A Paciente Silenciosa, foi uma ótima surpresa. O que significa que essa resenha vai ser bem difícil de escrever.

Além disso, esse é um livro que, quanto menos você souber sobre ele antes de ler, melhor. Por esse motivo, minha intenção é fazer a resenha sem contar nada sobre o enredo. Vou deixar a sinopse aqui, para quem quiser conferir, mas minha dica é que vocês leiam sem saber nada sobre o enredo.

Autor: Alex Michaelides
Editora: Record
Páginas: 350
Onde comprar: Amazon
Sinopse: “Um assassinato, uma verdade oculta. As raízes do silêncio são muito mais profundas do que se pode imaginar. Alicia Berenson escreve um diário para colocar suas ideias em ordem. Ele é tanto uma válvula de escape quanto uma forma de provar ao seu adorado marido que está bem. Ela não consegue suportar conviver com a ideia de que está deixando Gabriel preocupado, de que está lhe causando algum mal. Alicia Berenson tinha 33 anos quando matou seu marido com cinco tiros. E nunca mais disse uma palavra. O psicoterapeuta forense Theo Faber está convencido de que é capaz de tratar Alicia, depois de tantos outros falharem. E, se ela falar, ele será capaz de ouvir a verdade?”

O que dizer sobre a minha experiência lendo esse livro? Ele já me prendeu logo nos primeiros capítulos. Logo no início, o autor já soltou uma bomba que fez com que eu fosse completamente fisgada pela história. A partir daí, vamos conhecendo os personagens e tentando entender como se deu um determinado acontecimento.
O autor tem uma escrita ágil e envolvente, apresentando bem os elementos da trama e instigando cada vez mais a curiosidade do leitor. Além disso, ele demonstrou uma grande habilidade para descrever com clareza, sem deixar a leitura enfadonha. As descrições não foram excessivas, mas me ajudaram muito a mergulhar na leitura. A sensação que eu tinha era de estar presenciando os acontecimentos, o que deixou a livro ainda mais interessante e ajudou a criar um clima de tensão. 


Com relação à trama, achei que ela foi desenvolvida de uma maneira brilhante. Ao longo do livro, temos dois personagens principais e é através deles que conhecemos a história. Os diários de Alicia nos dão a visão desta personagem e permitem não apenas que o leitor conheça os acontecimentos do passado desta personagem, mas também o lado psicológico dela. E que personagem fascinante. Em alguns aspectos, ela me lembrou a protagonista de A mulher na janela, do A. J. Finn (outro thriller que eu adorei – resenha aqui), por ser uma personagem muito humana, com defeitos e qualidades, mas que demonstra uma clara instabilidade psicológica. Assim, ao mesmo tempo que me apeguei a ela, também tinha dificuldade de saber até que ponto ela era inocente.
Já o Theo é quem narra a maior parte da história. Ele conta ao leitor um pouco sobre o presente de Alicia, mas também apresenta os demais personagens e desenvolve um pouco de sua própria história. Assim como Alícia, ele foi muito bem desenvolvido pelo autor, se mostrando um personagem complexo e com muitos conflitos, mas com um carisma que contribui muito para o envolvimento do leitor com a leitura.

Mas não pensem que pelo fato de Alicia e Theo serem centrais na trama, os demais personagens não são relevantes. Ao contrário, a cada novo nome que surgia na trama, mais instigante o livro se tornava. Este é um daqueles livros que você desconfia de tudo e todos, e eu confesso que isso me fez criar mil teorias diferentes enquanto li. Mas adivinhem? Não acertei nenhuma.



O autor soube inserir as informações no momento certo, de modo que se tornava cada vez mais difícil desvendar o mistério. Cada acontecimento do livro trazia uma nova suspeita e cada revelação me levava a uma nova teoria. Esse quebra-cabeça da história fez com que eu mergulhasse na leitura e não conseguisse parar de ler, na ânsia de descobrir logo o que tinha acontecido de fato. Aliás, preciso confessar que há muito tempo eu não sentia tanta vontade de ler o final de um livro antes de acabar. Mas, não se preocupem, porque eu resisti à tentação e não corri para a última página. O que foi uma ótima decisão, diga-se de passagem, porque o desfecho me deixou completamente boquiaberta.
Assim, não preciso nem dizer que o livro me surpreendeu, né? Eu fiquei simplesmente chocada com o final e confesso que fiquei um bom tempo pensando sobre ele depois de terminar a leitura. Foi algo que nunca teria passado pela minha cabeça, mas que fez todo sentido. Depois de tudo revelado, eu percebi que as pistas estavam todas lá e eu que não enxerguei. Ou seja, o autor conseguiu trazer um plot twist incrível, sem se perder na trama ou deixar pontas soltas.
De um modo geral, A paciente silenciosa é um thriller completo, com um enredo instigante e bem desenvolvido, personagens complexos e um final surpreendente. Este foi meu primeiro contato com a escrita de Alex Michaelides, mas sem dúvida vou querer ler outros livros dele. É uma leitura que me surpreendeu muito e que eu recomendo tanto para quem ama um bom suspense, quanto para aqueles que querem começar a se aventurar pelo gênero.
E, para quem ficou curioso, o livro já está em pré-venda e a data de lançamento está prevista para maio. Quem comprar na Amazon (link aqui) e aplicar o cupom SILENCIO10 no momento da compra, ganha 10% de desconto.

12 comentários:

  1. Oie...
    To doida para ler esse livro!!! Adoro um bom thriller psicologico...e sabe que fico intrigada com o atheo, tive a impressão que ele tem culpa no cartolorio hehehehehehehehe.. Ja á Alicia è aquele personagem enigmático.. Preciso ler para tirar as duvdas

    ResponderExcluir
  2. Oi! A Sabrina recebeu a caixa também e ficou super empolgada com a leitura! Espero poder ler quando lançarem e já sei que vou gostar demais, afinal amo livros com essa pegada. Esse final impactante já me deixou curiosa demais!! Obrigada por suas impressões, mal posso esperar para ler!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    As pessoas realmente estão falando muito bem deste livro. Gosto dessa coisa de suspense com uma parte de drama psicológico, alguns escritores conseguem passar isso muito bem. Vou ler este em breve.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  4. Eu amei a sua resenha e as fotos <3
    Estou muito curiosa pela leitura. Vi várias resenhas no instagram e a sua me deixou mais animada <3

    Sai da Minha Lente

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Já li uma resenha desse livro, mas ele não me interessou muito, porque não gosto do gênero, acabo sempre me entediando, sei lá. Parece que o suspense nunca é um suspense real. Mas gostei muito da sua resenha, deve ser um livro que prende mesmo. Por enquanto não é algo que eu leria, porque tô priorizando outras leituras, mas quem sabe em breve. Adorei suas fotos! :)

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Cada resenha que leio fico ainda mais curiosa para conhecer esse enredo. Achei interessante a forma como o autor traz esse thriller e nos mostra o ponto de vista a partir do terapeuta.
    Acredito que será uma leitura envolvente e surpreendente.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Oi Malu!
    Já ouvi falar desse livro e realmente adoro esse suspense e mistério envolvendo os personagens, ainda não li mas está na minha lista de leituras futuras, pela trama deu para perceber o suspense que o cenário cria e nos cativa ao ponto de ficar julgando mas chegamos a um empasse no final de não saber de nada. Parabéns pela resenha fiquei curiosa em saber o desfecho final da história, bjs!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Segunda resenha que leio desse livro e nossa como estou ansiosa para conferir esse triller, esse ano quero ler mais esse gênero e tenho encontrado nos blogs muita dica, e sua resenha só me deixou ainda mais instigada a conferir esses personagens. Adoro histórias com diários, me deixam mega curiosa, não vejo a hora de conferir!

    beijos!

    ResponderExcluir
  9. Terminei essa leitura me sentindo muito enganada. Que final é aquele? Incrível esse livro. Adoro thrillers por causa disso, sempre conseguem nos surpreender.
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá Malu, eu estou mega curiosa para ler esse livro *-* Adorei saber que você achou a escrita do autor fluida e que ele conseguiu deixar a leitura envolvente desde o começo *-* Parece que o enredo esta bem bacana e eu adoro quando a narrativa segue intercalada dessa forma. Espero poder lê-lo em breve também *-*

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu amo um suspense policial, um dos meus gêneros preferidos, então é lógico que esse me chamou muita atenção. Gostei do fato de vc não contar sobre a trama em si, isso gera mais suspense e me agrada muito, afinal eu amo ler livros sem saber nada sobre eles. Dica super anotada!

    ResponderExcluir
  12. Fiquei deveras surpreso pela consistência deste livro, nunca achei que ele seria tão instigante assim como apresentado. Me surpreendeu mesmo e se ele nao estava na lista acaba de entrar.

    ResponderExcluir