[Resenha] Um amor de inverno

25 de abr. de 2019


Oi, pessoal! A resenha de hoje é sobre um livro que tem chamado a atenção de quem ama um romance leve e apaixonante, especialmente aqueles que leram Um verão na Itália. Estou falando, claro, do segundo volume da série As Irmãs Shakespeare: Um amor de inverno, da autora Carrie Elks.
Para quem não sabe, eu recebi Um verão na Itália o ano passado em uma das VIBs que o Grupo Editorial Record me enviou e foi um dos meus livros favoritos de 2018 (confiram a resenha aqui). Então, já dá para imaginar o quanto eu estava ansiosa por essa continuação. Considerando o quanto amei o primeiro, não via a hora de embarcar nessa nova história e conhecer outra irmã Shakespeare.

Para minha alegria, eu recebi Um amor de inverno do Grupo Editorial Record e agora, finalmente, vou poder compartilhar com vocês o que achei da leitura.

Autora: Carrie Elks
Editora: Verus
Páginas: 280
Onde comprar: Amazon
Exemplar recebido em parceria com a editora.
Sinopse: “Pode estar nevando lá fora, mas, em uma cabana de madeira no meio da floresta, as coisas estão definitivamente quentes... A estudante de cinema Kitty Shakespeare está determinada a aproveitar ao máximo seu novo emprego como babá. Pode não ser exatamente a carreira que ela esperava quando mudou de Londres para Los Angeles, mas, graças ao hábito de travar em entrevistas, esta pode ser sua última chance de impressionar um dos maiores produtores de Hollywood ― se ela conseguir cuidar do filho dele direito, certamente o homem vai olhar para ela com mais atenção. Pelo lado positivo, há muita neve na casa da família nas montanhas e ela sempre adorou crianças. Mas Kitty não contava se envolver com a família problemática do chefe, nem se sentir atraída por Adam, o irmão sexy e recluso. Adam Klein pode ser lindo, mas também é bruto e grosseiro e não está pronto para cair de quatro pela babá ― não depois do ano que ele teve. Tudo o que ele quer é se enfiar em sua cabana na floresta e se esconder do irmão que destruiu sua vida. Se ao menos ele conseguisse ignorar a maneira como Kitty faz seu coração disparar... Isso está longe de ser amor à primeira vista ― mas desde quando o caminho para um final feliz digno de cinema acontece sem tropeços? Um amor de inverno é mais um romance de aquecer o coração da série As Irmãs Shakespeare. Quatro irmãs, quatro histórias... quatro maneiras de encontrar o amor verdadeiro.”

Depois da história de Cesca, no lindo verão italiano, conhecemos sua irmã mais nova, Kitty, em pleno inverno nos Estados Unidos. Estudante de Cinema na Califórina, ela precisa desesperadamente de um estágio para conseguir concluir o curso. O problema é que ela sempre se atrapalha nas entrevistas e, apesar de ótima aluna, é uma das únicas da sua classe que ainda não conseguiu ser aceita em lugar nenhum.
Sua esperança era conseguir uma vaga com o famoso produtor Everett Klein. Porém, o mais próximo disso que ela consegue é a oportunidade de ser babá do filho dele. Desesperada, ela vê nesse emprego uma chance de mostrar para ele os seus trabalhos de faculdade e conseguir o tão sonhado estágio. O que Kitty não esperava é que isso significaria passar o período do Natal em uma mansão isolada em uma pequena cidade na Virgínia. E, mais do que isso, ter que conviver com o irmão dele, o grosseiro e lindo Adam Klein.
Famoso documentarista, Adam tem vivido afastado na cabana próxima a casa dos seus pais. Após se envolver em uma briga com o irmão, ele precisou se comprometer a fazer terapia e aprender a controlar sua raiva. Porém, a chegada do seu irmão à casa dos pais tem tornado tudo mais difícil. O único conforto era o sobrinho, mas a convivência com a babá dele também não foi fácil. Kitty e Adam se estranharam desde o primeiro momento que se conheceram, mas a implicância mútua veio acompanhada de uma inconveniente atração.

Apesar das brigas, Adam e Kitty acabam percebendo que a primeira impressão que tiveram pode não ter sido a mais correta. Com a convivência, a personalidade dela começa a desarmar o jeito rude de Adam, e ele mostra que há muito mais por trás de sua aparência quase selvagem. Mas com tantos segredos e problemas familiares entre eles, seria possível que Adam e Kitty conseguissem baixar a guarda e realmente se apaixonar?


Uma das coisas mais legais que eu preciso comentar sobre esse livro é o quanto as relações familiares recebem destaque. Vemos isso tanto pela Kitty que, apesar da distância, tem nas suas irmãs sua fonte constante de apoio, quanto pelo lado do Adam. Apesar da relação conturbada com o irmão, vemos o seu amor pelos pais e pelo sobrinho, assim como o quanto ele sente falta da convivência com a família.
Para mim, esse foi o maior mérito de Um amor de inverno. Apesar de já termos as relações familiares sendo exploradas no livro anterior, aqui elas ganham um peso ainda maior. Achei que isso contribuiu muito para dar mais humanidade aos personagens e deixou a história mais sensível. Além disso, o tema combinou muito com a própria ambientação do livro, que se passa em plena época de Natal. Afinal, quem consegue pensar em Natal sem pensar em lembranças com a família, né?
“Era tão bom estar incluída em um plano que aquilo fez os olhos de Kitty se encherem de lágrimas. Os Klein podiam não ser sua família – nem Annie chegava a ser isso –, mas havia algo nesta casa que a fazia se sentir em casa. Naquele momento, numa antiga mansão no meio das montanhas da Virgínia Ocidental cobertas de neve, gelo e mil luzes cintilantes, parecia que ela estava em um especial de feriado.”
Outro aspecto que gostei bastante foi o carisma dos personagens. Kitty é aquela protagonista que realmente cativa o leitor e conquista a simpatia desde o começo. Apesar de um pouco atrapalhada, ela é divertida, inteligente e muito amorosa. Adorei a capacidade que ela tem de enxergar o outro e demonstrar empatia. Confesso que algumas atitudes dela me irritaram um pouco, mas consegui entender que, mesmo nos momentos que errou, ela estava sempre tentando fazer o melhor.
Já o Adam é um personagem mais complexo. Depois que a fachada rude começa a se desfazer, vemos um personagem gentil, divertido, inteligente e carismático. Além disso, não dá para ser indiferente ao carinho com que ele trata os pais e o sobrinho. Por outro lado, ele tem um lado mais sombrio e fica evidente desde o começo fica claro que aconteceram coisas que o magoaram profundamente. No entanto, confesso que o fato de a autora ter demorado muito para revelar os segredos do Adam fez com que eu tivesse muita dificuldade de entendê-lo e isso acabou me irritando em muitos momentos.

“Não é isso o que todos somos? As vítimas e os vilões das nossas próprias histórias? Temos que aceitar as coisas boas e ruins dentro de nós, aceitar que nunca vamos ser completamente um ou outro. E, se nós reconhecermos que temos um pouco de Fera, assim como a Bela, talvez possamos encontrar uma maneira de os dois lados conviverem.”


Aliás, esse foi o aspecto que mais me incomodou no livro. Sei que é comum livros de romance trazerem personagens misteriosos, com segredos do passado que deixaram marcas neles. Porém, a autora perdeu o ponto e deixou para revelar o passado de Adam muito tarde. Isso acabou acarretando em duas coisas: a relação entre Adam e o irmão acabou ficando mal desenvolvida, pois não sabíamos o que aconteceu de fato entre eles; e foi criada uma expectativa grande demais em torno desse conflito, que não se justificou. Além disso, o próprio Everett acabou sendo um personagem mal aproveitado. Tanto suspense deu a impressão de que ele era um personagem odioso, mas ao final fiquei com a sensação de que faltou desenvolvimento mesmo.
Já em relação ao romance, eu amei os personagens individualmente, mas achei que a autora pecou um pouco na construção da relação deles. A implicância inicial entre Adam e Kitty é divertida, mas achei que a mudança disso para o romance foi muito brusca. Faltou diálogo e convivência que embasassem o sentimento que estava surgindo. Além disso, achei que teve um exagero de cenas hot. Não que elas sejam vulgares ou mal escritas, longe disso. Porém, foram muitas e chegou um momento que elas começaram a ficar cansativas e sem contexto.
“Desde o momento em que se conheceram, os dois entraram em confronto, como se estivessem atraídos por um imã. E agora ela não parecia capaz de escapar da atração. Talvez nem quisesse.”
Apesar disso, o carisma dos personagens acabou compensando e eu me vi torcendo por eles. No começo, a relação não foi convincente para mim e eu tive um pouco de dificuldade de acreditar nos sentimentos deles. Mas Adam e Kitty eram tão cativantes separadamente, que foi impossível resistir e não torcer pela felicidade deles. Da metade para o final, eu já estava envolvida e acreditando no amor dos dois.
Com relação à escrita da autora, ela se mostrou mais uma vez leve e fluida. Mesmo com os tropeços, eu me envolvi com a leitura e me diverti enquanto lia. Além disso, ela conseguiu descrever tão bem a ambientação que, mesmo estando nesse calor do Brasil, consegui sentir como se estivesse no mais rigoroso inverno dos Estados Unidos. Sabem aqueles filmes de Natal americanos? Eu em sentia como se estivesse em um deles enquanto lia.
De um modo geral, Um amor de inverno não me encantou tanto quanto seu antecessor, mas se mostrou uma leitura igualmente leve e fluida. Gostei muito de conhecer mais uma Irmã Shakespeare e estou bastante curiosa para ler as histórias das outras duas. Espero sinceramente que a Verus publique em breve o terceiro livro, pois tenho plena confiança de, mais uma vez, vou me encantar com os personagens e viajar para mais um cenário maravilhoso.
E vocês, já leram algum dos livros da série As Irmãs Shakespeare? Me contem aí quem já leu ou tem vontade de ler.

Aviso: Os livros dessa série são independentes e dá para entender o segundo sem ter lido o primeiro. Porém, Um amor de inverno traz muitas informações relevantes sobre o livro anterior, inclusive o fina. Por isso, recomendo que eles sejam lidos na ordem.
            

22 comentários:

  1. Eu acho que deve ser uma leitura leve e estou bem curiosa com o livro. Gostei de ver a sua sinceridade ao falar sobre a sua experiência com a obra e espero poder ler em breve. Eu acho a capa desse livro muito fofa.

    ResponderExcluir
  2. Oiii tudo bem???

    Pretendo ler um verão na Itália, mas não imaginava que esses livros eram continuações, o que torna tudo mais interessante ainda. Me parecem livros gostosos de ler entre um livro mais denso e outro. Fiquei bem curiosa, quero ler em breve.
    Adorei a resenha
    Bjs Rafa

    ResponderExcluir
  3. Livros de romance romântico às vezes trazem personagens 'misteriosos, com segredos do passado que deixaram marcas neles'. Sobre o passado de Adam, não sei bem o que dizer, pena que a autora se perdeu no momento certo de mostrá-lo, espero ter oportunidade de ler a obra.

    ResponderExcluir
  4. Eu quero muito ler esse livro e o outro publicado também! Eu estou encantada pela sua resenha e pela premissa da história, nossa quero para ontem!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Essa série parece ser um amorzinho... Ainda não consegui comprar nenhum dos livros, mas estou vendo os leitores falando super bem. Adorei tua resenha, sem dúvidas quero ler as histórias, pois tenho certeza de que vou gostar!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  6. Oiii, tudo bem?

    Achei a premissa muito interessante, e a capa é bem fofa. Acho que eu amaria ler esse livro pelo fato de os mocinhos serem interessantes e pela forte presença da família na trama, mas confesso que isso de a autora demorar muito para revelar os segredos do Adam iria me cansar um pouco. Mas pela sua resenha, a leitura parece realmente valer a pena. Vou colocar o livro na lista de desejados. Obrigada por compartilhar!!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  7. Oiii Malu

    Esse livro também chegou por aqui e tem todo o jeitinho de ser uma leitura pra aquecer o coração. Não gosto também de personagens muito misteriosos que agem de maneira idiota por cotna de um tal passado obscuro, sinceramente acho um pouco clichê já isso e se o autor demora pra ir direto ao ponto também costumo me irritar. Bom vc já ter avisado, assim irei preparada pra esse protagonista masculino...

    Beijokas

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  8. Eu sinto que eu iria odiar o Adam, mas, ao mesmo tempo, fiquei curiosa para conhecê-lo, hahaha. Gosto de romances mais leves para intercalar com as leituras mais pesadas que faço com frequência, então livros assim são uma ótima pedida para esses momentos. Ainda não li o primeiro que foi lançado, então procurarei ele antes.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?? Esse parece ser um livro que eu amaria ler! Adoro romances mais leves, porém bem construídos que nos façam suspirar e viajar por belos sentimentos.

    Adorei a sua resenha e suas fotos!

    Beijos,
    Blog Diversamente

    ResponderExcluir
  10. Oie!

    Ainda não conhecia esses livros, mas fiquei interessada. Faz tempo que não leio livros nessa vibe de romance e tal, e acho que seria uma boa.
    A capa desse livro tá tão, mas tão linda! Acho que remete muito a épocas natalinas, acho que pela cor, neve e tal! Adorei.

    Bjao
    Início de Conversa

    ResponderExcluir
  11. Oi Malu!!
    Eu sou apaixonada pelas capas dessa série hahahahaha
    Acho tão fofinhas!!! Ainda não li o primeiro, mas até fiquei com vontade de me jogar na história depois da sua resenha. Gosto desse romance leve, clichê e com drama familiar.. As vezes nossa mente pede isso rs, Dica mais que anotada!

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  12. Leria esse e o primeiro só pela capa, hahahahaha, tô apaixonada! Amo romances leves assim e quase água com açucar né? Sabe se consigo adquirir em ebook? Quero começar pelo primeiro logoo e conhecer tudo antes desse

    ResponderExcluir
  13. Oi, bom saber que esse livro faz parte de uma série, apesar de cada um ser sobre uma irmã. Gostei de conferir sua opinião sobre ele. Acho super legal histórias que abordem relacionamentos familiares, pena que a autora perdeu o momento de desenvolver melhor a relação dos irmãos e o romance tenha esse início um pouco brusco.

    ResponderExcluir
  14. Eu também amei o primeiro livro e estou louca para começar esse. Já está aqui na estante e vai ser uma das leituras do mês. Que bom saber que é uma leitura leve e envolvente, mas que pena que não superou o anterior.
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Estou encantada com as capas que a Verus está fazendo com essa série.
    Confesso que os romances tem elementos que me atrai muito para leitura e a cada resenha lida tenho a convicção que vou me encantar com as histórias dessas irmãs.
    Espero conseguir ler logo.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Nunca li nenhum dos livros da autora, mas tenho visto bastante comentários positivos a respeito deles.
    Uma pena esse livro não ter lhe agradado tanto quanto o primeiro. Também acho que tem que ter um desenvolvimento desde quando os personagens travam uma batalha de ódio entre si até quando eles se apaixonam, não gosto quando a autora faz isso parecer muito corrido e pouco desenvolvido.
    Apesar de suas impressões, o livro está em minha lista de leituras, mas lerei esse livro com menos expectativas.

    ResponderExcluir
  17. Eu gosto demais da escrita da autora e não conhecia este livro e mesmo ele tendo envolvido você depois de algumas muitas páginas eu quero lê-lo. E personagens cativantes... ah! Não tem como não torcer por ele, não é mesmo?

    Bjos
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bom?
    Não li nenhum dos livros dessa série ainda, mas fiquei bem curiosa pela leitura, ainda que esse segredo do personagem tenha sido desenvolvido tarde demais, atrapalhando um pouco no desenvolvimento. O que mais me chamou a atenção é essa questão de relacionamento familiar, algo que amo demais encontrar nas tramas! Dica mais que anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Ganhei esse livro e achei bem engraçadinho, como não tenho o perfil do público alvo, dei para um aluno que ama o gênero, mas nunca dou para meus alunos qualquer coisa, sempre algo que seja legal e útil para a vida deles.

    ResponderExcluir
  20. Olá irei iniciar minha leitura desta obra, foi bom saber um pouco mais sobre o livro, não li o primeiro livro mais tenho certeza que irei gostar deste!

    ResponderExcluir
  21. Achei o enredo bem clichê, mas uma coisa que me fez interessar no livro foi o carisma dos personagens que você tão bem pontuou na resenha. Já uero ler o livro anterior também.
    beijos

    ResponderExcluir
  22. Gosto demais desse tipo de leitura, pois posso intercalar com uma leitura mais pesada,sem falar na história que parece ser bem fluída e emocionante. Excelente dica, gostei demais.

    ResponderExcluir