[Resenha] O que acontece em Londres

22 de mar. de 2020



Olá, pessoal! Como vocês estão? Hoje eu vim trazer a resenha de uma das minhas leituras mais recentes e que foi muito especial para mim, mas antes quero fazer um lembrete. Estamos vivendo um período difícil com a pandemia do Covid-19 e é muito importante que todo mundo faça sua parte. Por isso, quem puder ficar em casa, não saia. Quarentena não é férias e não é hora de ficar passeando ou indo para balada. Vamos ter consciência e pensar na nossa saúde e das outras pessoas também.
Agora, para aproveitar esse período de isolamento, nada melhor do que um bom romance, né? Por isso, vim indicar um lançamento maravilhoso: O que acontece em Londres. Segundo volume da trilogia Bevelstoke, da Julia Quinn, esse livro foi publicado recentemente no Brasil pela Editora Arqueiro e eu já corri para ler.

Então, se você está procurando um romance para ler nessa quarentena, esta resenha é para você.

Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Onde comprar: Amazon
Sinopse: “Quando Olivia Bevelstoke ouve o boato de que Harry Valentine, seu novo vizinho, matou a própria noiva, não acredita nisso nem por um segundo. Ainda assim, só por via das dúvidas, decide espioná-lo. Arruma um lugar perto da janela do quarto, se esconde atrás da cortina e passa a observá-lo. Logo descobre um homem muito intrigante, que definitivamente está tramando algo. Sir Harry Valentine trabalha para o gabinete mais sem graça do Departamento de Guerra inglês, traduzindo documentos vitais para a segurança nacional. Apesar de não atuar como espião, passou por todo o treinamento para ser um. Por isso, percebe imediatamente que sua linda vizinha está seguindo seus passos pela janela. Assim que chega à conclusão de que ela é apenas uma debutante bisbilhoteira, Harry descobre que a jovem está sendo cortejada por um príncipe estrangeiro suspeito de conspirar contra a Inglaterra. Agora ele precisa espioná-la oficialmente, e logo fica claro que a maior risco que Olivia representa é fazê-lo se apaixonar...”

Lady Olivia Bevelstoke tem arrebatado Londres com a sua beleza desde sua primeira temporada. Porém, entre os vários pretendentes que surgiram, ela não encontrou nenhum com quem quisesse se casar. E, sendo sincera, ela já está bastante entediada com a temporada social em Londres. Mas isso mundo quando uma amiga conta que o novo vizinho de Olívia era suspeito de assassinar sua esposa. Mesmo não acreditando, ela fica empolgada com o possível mistério e decide investigar.
Sir Harry Valentine não demora nada para descobrir que sua vizinha está tentando espioná-lo através da janela. Apesar de se divertir com a situação, ele não tem o menor interesse em uma jovem tão tola e bisbilhoteira. Porém, ele será forçado a se aproximar de Lady Olivia Bevelstoke após receber uma missão do Departamento de Guerra inglês. Um príncipe russo é suspeito de conspirar contra a Inglaterra e Harry deve ficar atento aos passos dele e da jovem que estava cortejando, ninguém mais ninguém menos que sua vizinha Olívia.
Com a aproximação, os dois acabam se envolvendo em provocações mútuas que levam ao surgimento de uma inesperada cumplicidade. Será que aquelas duas pessoas tão diferentes poderiam descobrir um ponto em comum? Em meio a investigações, aventuras e muitas discussões, os dois vão descobrir que o mais risco que estaria correndo tinha a ver com seus corações.


Desde que li História de um grande amor, eu já tinha me encantado com a Olívia e estava ansiosa pelo livro dela. Sabe aquelas personagens que a gente sente que quer ser amiga dela? Foi exatamente assim que me senti e, depois de ler O que acontece em Londres, tenho certeza que Olívia seria aquela amiga que sempre se envolve em confusões, mas que tem as melhores histórias.
Com um jeito espontâneo e uma personalidade forte, Olívia Bevelstoke simplesmente não consegue se restringir pelas convenções sociais. Ela detesta a formalidade da alta sociedade e está cansada de ser vista apenas como um rosto bonito. Por isso, tem tanta dificuldade em encontrar um pretendente adequado, pois nenhum dos cavalheiros que conheceu pareceu conseguir enxergar as qualidades que tem além de sua beleza.
E um dos aspectos que mais gostei nessa personagem é o fato de que ela não se tornou vaidosa ou arrogante por toda a atenção que recebia. Ao contrário, Olívia se entristece por ser vista apenas como alguém a ser exibida. Ela é curiosa, inteligente, com muitas opiniões e gostaria de encontrar alguém que a respeitasse como uma igual e valorizasse sua inteligência mais do que sua beleza. Ou seja, é uma mulher que se valoriza e sabe o que quer. Um ícone sensato.
Já o Harry só posso dizer que ele é tudo para mim. Que homem, minha gente, que homem! Apesar de focado e mais reservado, ele é um personagem que também sabe ser divertido e tem um senso de humor inteligente e delicioso. Acho que a Julia Quinn trouxe para esse personagem um equilíbrio incrível, porque ao mesmo tempo em que se mostra mais reservado e quieto, ele também é um homem corajoso, charmoso e que sabe ser engraçado. Além disso, ele tem um passado difícil e as situações que precisou lidar realmente me comoveram.

Com relação ao romance, achei que a Julia Quinn acertou em cheio. Olívia e Harry começam como um verdadeiro casal cão e gato, trocando faíscas toda vez que se viam. Porém, a forma como vão evoluindo para uma cumplicidade e daí para o romance foi tão natural e gostosa de acompanhar que me surpreendeu. Em nenhum momento senti como algo forçado ou pouco convincente. Torci por eles desde o início e me encantei acompanhando sua trajetória.




Já em relação aos personagens secundários, só posso dizer que são simplesmente maravilhosos. Inclusive, terminei a leitura desejando que vários deles ganhassem seus próprios livros. Sebastian, o primo do Harry, simplesmente roubou a cena e protagonizou o melhor momento do livro. Inclusive, ele será o protagonista do terceiro livro e eu não vejo a hora de ler. Além dele, eu amei o irmão gêmeo da Olívia, Winston, e o irmão do Harry, Edward. Espero sinceramente que a Julia Quinn decida escrever livros para eles também, porque são personagens que realmente merecem mais espaço.
Com relação à trama, achei muito leve e divertida de acompanhar. Os diálogos são extremamente divertidos, e ainda há uma pitada de ação e mistério que deixam a leitura ainda mais envolvente. O romance obviamente é parte central, mas a Julia Quinn conseguiu equilibrar outros elementos com maestria.
Minha única ressalva é que senti falta de um epílogo. Por mais que o final seja amarrado e deixe o leitor com um quentinho no coração, fiquei com a sensação de quero mais. Gostaria de ter aproveitado um pouco mais a leitura e a ausência de um epílogo me deixou com a sensação de um final abrupto, como se estivessem faltando páginas no livro. Porém, isso não desmerece tudo que foi construído até então e eu continuo encantada por essa história.
Deste modo, O que acontece em Londres conseguiu atender às minhas expectativas e me deixar ainda mais empolgada com a trilogia Bevelstoke. Fui conquistada por esse casal, pelo clima de aventura da trama e até mesmo por uma divertida referência que quem já leu Os Bridgertons vai amar. Agora, estou ansiosa não só pelo terceiro livro, que tem previsão de ser lançado em maio, mas para que a Julia Quinn decida escrever sobre outros personagens maravilhosos apresentados aqui.
Para quem busca um romance leve e divertido, essa trilogia tem se mostrado uma ótima opção. Mas agora quero saber de vocês quem já leu ou quer ler esse livro? Me contem aí nos comentários se ficaram curiosos pela história da Olívia.
E, para incentivar vocês a ficarem em casa, nos próximos dias vou postar algumas dicas de leitura de diversos gêneros e também de alguns filmes para assistir na Netflix e no Amazon Vídeo. Então, fiquem atentos aqui e quem quiser deixar dicas nos comentários, vou adorar também.

9 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Que fotos mais lindas! Tenho bastante curiosidade de ler essa trilogia, mas ainda não consegui adquirir os livros. Adorei tua dica e estou ansiosa pelas próximas que tu irá postar!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem?
    Eu tenho ouvido falar bastante dessa trilogia e confesso que ela está me conquistando. Principalmente depois da sua resenha. Eu amo clichês e fiquei ainda mais feliz de saber quão bem construídos são os personagens. Adorei as fotos também, são lindas.

    ResponderExcluir
  3. Estou com esse e o primeiro livro da trilogia por aqui para ler. Amei sua resenha e eu amo quando a autora consegue nos transportar para o enredo, fazendo com que a gente sinta vontade de ser amiga da personagem. Sem dúvidas, Julia Quinn sabe conquistar o coração e vejo que não foi diferente com você. Será uma das próximas leituras <3

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Descobri há poucos minutos a existência dessa trilogia e fiquei bastante empolgada para conhecer. Sua resenha apareceu no momento certo. Rsrs
    Nunca li nada da Julia e preciso mudar isso logo. Gosto muito de romances leves e divertidos, e no momento que estamos vivendo é uma boa pedida. Vou anotar sua dica!
    Adorei as fotos e ler sua resenha.
    Beijos,
    Blog Subsolo da mente

    ResponderExcluir
  5. Amo um casal cão e gato e a Julia é mestra em fazer nesse estilo. Ainda não li nem o primeiro e acho que vou esperar sair logo todos para conferir
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Rumo aos 4K no instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi Manu.

    Eu ainda não tive a chance de um livro dessa trilogia, mas pela sua resenha parece ser uma história emocionante. Até fiquei com vontade de lê-lo, pois não conheço a escrita da autora. Está anotada a dica e parabéns pela resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Eu sou fã incondicional da Júlia Quinn e posso dizer que estou louca para ler essa trilogia, que já sei que vou amar!

    Amei saber que a protagonista não fica se pretendendo às convenções e que quer ser vista e admirada por algo "mais". Gosto muito de personagens assim. E me encantam os romances nós quais os personagens são como cão e gato, mas sem perder o bom humor. Já estou curiosa em relação ao mocinho reservado com humor inteligente. A Júlia é ótima ao trabalhar diversos tipos de mocinhos, ela sempre acerta a dose.rs

    ResponderExcluir
  8. Oi Malu, tudo bem?
    Essa nova trilogia da Julia Quinn (de pelo menos umas quantas, sem contar as séries mais longas, já publicadas por ela até hoje) me parece ser bem interessante, considerando que o primeiro livro tem uma proposta bem interessante no meu ponto de vista. Certo, a segunda não parece tanto assim, mas honestamente, quem quer ser vista só como um rostinho bonito quando sabe que tem mais a oferecer? É o eterno dilema de todas nós: o que esperam da gente X o que queremos de fato.
    Um beijo de fogo e gelo da Lady Trotsky...
    http://www.osvampirosportenhos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!
    Eu sou uma vergonha para k mundo literário e quando digo isso é porque ainda não li nada da Julia Quinn.
    AHHHHHHHHHHHH
    Mas esse ano vou me residir disso e ler os livros da autora.
    Adorei de verdade o enredo desse livro, ele parece está sendo melhor falado do que o primeiro e sério eu acho essas capas a coisa mais maravilhosa.
    Adorei demais a dica!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir