Minhas impressões sobre Verity

17 de mai. de 2020


Oi, pessoal! Como vocês estão? Hoje eu vim falar sobre uma das minhas leituras de maio e que foi uma experiência bem fora da minha zona de conforto. Estou falando do livro do momento: Verity, da Colleen Hoover. Publicado recentemente pela Galera Record, esse é o primeiro thriller psicológico da autora e tem chamado a atenção de muita gente.
Eu quase não leio o gênero e, quando leio, opto pelos mais leves (sim, sou medrosa mesmo haha). Mas resolvi dar uma chance para Verity e não me arrependi. Então, vou falar alguns pontos que me fizeram gostar da leitura. Porém, antes quero ressaltar algumas coisas com vocês.
Verity é um thriller psicológico perturbador e com temas muito pesados. Já na capa tem o aviso de que é indicado para maiores de 18 anos e eu sugiro fortemente que essa indicação seja respeitada. Não é um livro recomendado para qualquer um e não indico de jeito nenhum para quem está em uma situação de estresse ou com o emocional abalado de alguma forma. Então, só leia se você realmente se sentir bem para encarar as cenas fortes e for maior de 18 anos, ok?
Dito isso, vamos falar sobre o livro. Para quem não sabe, Verity acompanha Lowen Ashleigh uma autora que é convidada a terminar a série de livros da aclamada escritora Verity Crawford. Verity tinha uma carreira brilhante e seus livros dominavam as listas dos mais vendidos, mas um terrível acidente fez com que ela ficasse impossibilitada de terminar a série. Agora, Lowen precisa ir até a casa dela para conseguir as informações necessárias para escrever os próximos livros da série. Mas, quando no meio do caos do escritório da Verity, ela encontra o manuscrito da autobiografia da autora. Quanto mais tempo Lowen passa na casa e descobre os segredos de Verity, mais envolvida fica com os segredos e mentiras daquela família.
Bem assustador, né? E completamente diferente do que eu costumo ler. Então, por que eu gostei da leitura? Vou contar para vocês

Escrita envolvente:
Toda vez que leio um livro da Colleen Hoover, me vejo surpresa com o quanto ela me prende na história. Mesmo com os acontecimentos perturbadores do livro, eu simplesmente não conseguia parar de ler, porque estava curiosa para saber o que aconteceria a seguir.
A escrita dela é dinâmica e não permite que o leitor se sinta entediado em momento algum. Além disso, a capacidade da autora de fazer o leitor se sentir no lugar dos personagens foi fundamental para deixar a leitura mais instigante. É como se, assim como a protagonista Lowen, nós também nos sentíssemos profundamente atraídos pelos mistérios da Verity.
Além disso, dá para sentir o clima de tensão presente em todo o livro. É como se estivéssemos dentro daquela casa cheia de segredos junto com a Lowen. Confesso que, no lugar dela, eu não teria ficado nem um dia lá dentro. Porém, também não consegui parar de ler o livro.

Personagens complexos
Não espere encontrar personagens perfeitos ou agradáveis em Verity. Esse é um daqueles livros em que desconfiamos de todos e ninguém é bonzinho. Sendo sincera, eu desconfiava até da criança. Mas isso não significa que eles sejam planos, sem nenhum tipo de dualidade.
Ao contrário, por mais que eu não confiasse em nenhum deles e percebesse algum comportamento no mínimo questionável em todos, também percebi humanidade neles. Em maior ou menor escala, todos eles têm seus momentos de sofrimento ou que pelo menos demonstram ter algum tipo de sentimento. Então, por mais que não tenha simpatizado com nenhum, senti que todos os personagens eram reais e complexos, daqueles que se tornam interessantes de acompanhar mesmo quando suas atitudes são condenáveis e até repugnantes.

Trama bem construída
Eu acho que o grande mérito de Verity foi a forma como a Colleen Hoover escolheu narrar a história. Ela alterna entre o passado e o presente de forma que, quanto mais descobrimos sobre a história da Verity, mais assustador se torna acompanhar o presente. Cada novo capítulo da biografia de Verity traz revelações perturbadoras que deixam Lowen mais desconfiada de que algo de muito errado estava acontecendo naquela casa. E a todo momento, acontecia uma situação para reforçar essa impressão e dar um clima de tensão para a história.
Deste modo, a trama se desenvolve de uma maneira dinâmica e que envolve o leitor. Os momentos em que Lowen estava lendo a autobiografia de Verity eram envolventes pelas revelações que traziam, por mais perturbadoras que fossem. Já os momentos no presente eram tão cheios de tensão que eu não queria largar o livro porque precisava saber o que ia acontecer. Ou seja, é daqueles livros que a trama foi desenvolvida pensando em prender a atenção do leitor da primeira à última página. Tédio é uma palavra que definitivamente não está presente em Verity.

Final bombástico
Claro que um bom thriller precisa de um final daqueles que deixam o leitor chocado né? Pois Colleen Hoover trouxe um que vai fazer muita gente ficar pensando nesse livro por muito tempo depois de ter terminado. Ela basicamente joga a bomba e sai correndo, e o leitor que lute para chegar à uma conclusão.
Sei que tem muita gente que não gosta de desfechos assim, mas eu adorei. Criei várias teorias e fiquei tentando juntar as peças do quebra-cabeça. Agora já tenho a minha teoria sobre essa história, mas confesso que adoraria uma continuação para saber se acertei. Será que a Colleen escreveria?

Mas agora quero saber de vocês: quem já leu Verity? Quero saber se vocês ficaram curiosos para ler e, de quem já leu, o que acharam? Me contem aí nos comentários, mas evitem falar sobre o final para não dar spoiler para quem não leu.


Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Tradução: Thais Britto
Páginas: 320
Exemplar recebido de parceria com a editora
Onde comprar: Amazon
Sinopse: “O amor é capaz de superar a pior das verdades?Verity Crawford é a autora best-seller por trás de uma série de sucesso. Ela está no auge de sua carreira, aclamada pela crítica e pelo público, no entanto, um súbito e terrível acidente acaba interrompendo suas atividades, deixando-a sem condições de concluir a história... E é nessa complexa circunstância que surge Lowen Ashleigh, uma escritora à beira da falência convidada a escrever, sob um pseudônimo, os três livros restantes da já consolidada série. Para que consiga entender melhor o processo criativo de Verity com relação aos livros publicados e, ainda, tentar descobrir seus possíveis planos para os próximos, Lowen decide passar alguns dias na casa dos Crawford, imersa no caótico escritório de Verity – e, lá, encontra uma espécie de autobiografia onde a escritora narra os fatos acontecidos desde o dia em que conhece Jeremy, seu marido, até os instantes imediatamente anteriores a seu acidente – incluindo sua perspectiva sobre as tragédias ocorridas às filhas do casal. Quanto mais o tempo passa, mais Lowen se percebe envolvida em uma confusa rede de mentiras e segredos, e, lentamente, adquire sua própria posição no jogo psicológico que rodeia aquela casa. Emocional e fisicamente atraída por Jeremy, ela precisa decidir: expor uma versão que nem ele conhece sobre a própria esposa ou manter o sigilo dos escritos de Verity?”

24 comentários:

  1. Oi Malu, tudo bem? Mulher, eu estou numa ansiedade inexplicável para ler esse livro, hahaha. Está todo mundo falando e só eu não tenho ele ainda :( Adorei tua resenha, me deixou mais curiosa ainda!!!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem?
      Ah entendo sua ansiedade, o livro está sendo muito comentado mesmo. Espero que você leia em breve e também goste.
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Malu!

    Ainda não li Verity, para ser sincero ainda não li nada da Colleen Hoover, mas, eu ouço tanto elogio aos livros da mesma que não devo tardar muito a ler as obras da autora, espero gostar tanto quanto o pessoal gosta dos livros dela! Sem dúvidas Verity uma das obras dela que quero muito ler, só vi resenha positiva sobre o mesmo e fiquei mega curioso para saber o final!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem?
      Nossa, precisa conhecer a escrita da Colleen porque ela é maravilhosa. Mas Verity é MUITO diferente dos outros livros dela, então, recomendo ler ele e algum outro para poder conhecer melhor o estilo dela. Mas, independente de qual livro você escolher, espero que seja uma ótima leitura.
      Beijos!

      Excluir
  3. Eu li Verity e gostei bastante do clima de tensão que autora cria durante a trama, mas confesso que o final foi bem abaixo do que eu esperava. Não por ser aberto, mas por ser ruim mesmo, na minha opinião... Não curti!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivi! Tudo bem?
      Que pena que não curtiu o final. Vi algumas pessoas que também não gostaram. Mas confesso que foi uma das coisas que mais gostei no livro.
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Manu.

    Já estou com este livro na meta de leitura e cada resenha que leio sobre ele minha curiosidade está aumentando, especialmente por causa do desfecho. Espero gostar da história como você e ficar chocada com o final. Parabéns pela resenha, adorei as informações que deixou nela.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem?
      Os comentários sobre esse livro estão muito bons mesmo. Espero que você leia sim e também se surpreenda com a leitura.
      Beijos!

      Excluir
  5. Olá, como vão as coisas?

    Também li Verity recentemente e concordo contigo, principalmente, acerca da escrita envolvente da autora. Eu acho que o ponto alto do livro é justamente a narrativa que prende a gente. O livro não me surpreendeu tanto assim quanto a algumas pessoas, porém, foi uma ótima leitura e que me fez querer ler outras obras da CoHo.

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem?
      Fico feliz que também tenha gostado da leitura, apesar de não ter se surpreendido com o desfecho. Os outros livros da Colleen são bem diferentes desse, mas a escrita dela é sempre envolvente. Espero que goste das outras obras dela também.
      Beijos!

      Excluir
  6. Eita,tem história boa aí!!! Eu morro de medo de livros deste gênero, alguns tive que parar logo no início, mas confesso que fiquei com aquela pontinha de curiosidade por esta obra! Você tocou em pontos bem interessantes, me chamou a atenção. Mas acho que vou deixar ora ler quando as coisas já estiverem mais calmas por aqui e no mundo!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oi Malu, tudo bem? Eu estou achando interessante essa hype que o livro da CoHo está recebendo, muito mais do que os últimos livros dela e acredito que seja por causa dos temas fortes que você citou. Eu li apenas um livro dela e para mim foi suficiente, não pretendo ler mais nada da autora porque, percebi que a maneira como ela escreve as histórias não são para mim.

    Como sempre ótima resenha!
    Viviane Almeida
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Como grande fã da CoHo, sei que dificilmente ela me decepcionará na história com tantos comentários bons que vejo sobre. Admito que não sei o real motivo de não ter lido ainda, mas acho que a questão de ser suspense e ser fora da minha zona de conforto é um empecilho ainda. Enfim, espero mudar isso em breve e os pontos que levantou me deixou mais ansiosa ainda, até porque amo personagens complexos. Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Malu!
    Eu ainda não li nada da autora, mas pelas poucas resenhas que já li (até pela sinopse, eu não sabia que era um thriller), já quero ler! Eu acho os livros dela um pouco salgados pro bolso, mas vou ter que abrir uma exceção.
    bjos!
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  10. Oi Malu!
    Ainda não li esse livro, apesar de ser fã da CoHo. Estou curiosa por conferir essa história e por saber que tem segredos perturbadores e a personagem tem que decidir se conta ou não contar ao marido, deve ser bem intrigante. Obrigado pela dica, parabéns pela resenha, estou empolgada para ler e descobrir os segredos. Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Malu.
    Confesso que ainda não sei se devo ou não ler esse livro.
    Pela sua descrição, acho que o livro tem tudo para me agradar... Mas então lembro que não me dei muito bem com os últimos livros da autora que eu li!! Tô vendo muita polêmica em cima desse livro e tô quase pensando em dar uma chance! Rs...
    Que dúvida cruel!!! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  12. Esse livro está dividindo opiniões! Eu gostei da sua resenha, achei a premissa dele incrível e até quero dar uma chance para essa leitura. Mas vou esperar a hype passar, pq não tive uma experiência boa com os 3 livros que li dessa autora .

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem ?
    Eu adoro a autora, mas confesso que estou adiando essa leitura, embora pela sua resenha eu tenha ficado mais tendenciosa a ler, triller é um estilo que me incomoda muito, tenho medo como você, então são muitas controvérsias dentro de mim rsrs.
    Adorei a resenha.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Tô curiosa para ler esse livro, mesmo não tendo lido nada da autora até agora. Adoro trillers. E que bom que um final aberto parece ter funcionado nessa obra, tem obra que não funciona. Depois de sua resenha fiquei com mais vontade ainda de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  15. Ainda não li nada da escritora e desejo fazer isso em breve. Queria muito ler Verity, pois quando alguma obra cria polêmica, fico doido para ler, só que não sei se inicio por ela ou outra obra da autora, mas que Verity está nos meus planos, ah, isso está!!!

    ResponderExcluir
  16. olá

    eu comecei a ler, mas não me senti bem com o enredo e uma certa tensão em alguns assuntos que eu não queria lê nesse momento e por isso deixei de mão e também não gosto dos livros da autora.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. meu objetivo é ler esse livro assim que finalizar a leitura que estou fazendo sabe? vi muita gente falando e quero falar mal depois que ler kkk será meu primeiro da coho.

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem? adorei a resenha e opinião sobre a obra, eu a li recentemente e fiquei pasma com a escrita da autora, esse foi meu primeiro contanto com o trabalho de Hoover e fiquei fascinada coma mentalidade e criatividade da mesma.

    ResponderExcluir
  19. Oi mAlu, tudo bem?
    Gostei de conferir sua opinião sobre o livro, infelizmente já tentei ler diferentes livros da autora e escrita não funciona muito bem para mim :/
    mas sei que para os leitores que gostam é um prato cheio
    att,

    ResponderExcluir