[Resenha] Assassin's Creed - Odyssey

 


Apesar de nunca ter sido muito ligada no universo dos games, já ouvi falar muito de Assassin’s Creed e dos livros inspirados nos jogos. E quando soube do lançamento de Assassin’s Creed: Odyssey senti que chegou o meu momento de conhecer esse universo. Afinal, como resistir a uma trama que combina ação, perigo e mistério e é ambientada na Grécia Antiga, em meio às disputas entre Atenas e Esparta? Não sei vocês, mas eu não consigo resistir.

Como nunca joguei Assassin’s Creed, nem assisti ao filme ou li os livros, escolhi esse livro totalmente sem saber o que esperar. E como é bom começar uma leitura sem expectativas!

Odyssey foi uma das minhas leituras mais recentes e meu primeiro contato com a escrita do autor Gordon Doherty. Então, hoje vim contar como foi essa experiência e o que achei desse universo de Assassin’s Creed



Autor: Gordon Doherty

Editora: Galera Record

Tradução: Rodrigo Tavares de Moraes Abreu

Páginas: 308

Classificação: +16 anos

Onde comprar: Amazon

Exemplar recebido de parceria com a editora

Sinopse: “Na novelização oficial do jogo Assassin’s Creed: Odyssey, Kassandra precisa se infiltrar na guerra entre Atenas e Esparta para matar o Lobo e ter todas as suas antigas dívidas pagas. Uma teia de conspirações ameaça a sua vida, mas, para sua sorte, a espada de um espartano nunca perde o fio. Grécia, século V a.C. Kassandra é uma mercenária de sangue espartano, condenada à morte pela família, e terminando sendo expulsa para o exílio. Agora, ela embarcará em uma jornada épica para se tornar uma heroína destemida e lendária – e descobrirá a verdade sobre sua misteriosa linhagem.Kassandra foi criada por seus pais para ser feroz e impassível, a criança espartana perfeita, destinada à grandeza. Mas quando uma terrível tragédia faz com que a garota seja exilada na ilha de Cefalônia, ela decide encontrar trabalho entre os mercenários, longe das restrições espartanas.Depois de muitos anos, Kassandra, vivendo à sombra de um tirano, ainda é atormentada por suas dívidas. Mas um estranho chega à ilha para lhe oferecer um acordo que parece solucionar seus problemas: basta assassinar o Lobo, um renomado general espartano, para que todas as suas dívidas sejam quitadas. A oferta parece simples, mas a tarefa está longe disso. E, para ter sucesso, Kassandra precisará se infiltrar na guerra entre Atenas e Esparta.Em Assassin’s Creed: Odyssey, a jornada de Kassandra a levará para trás das linhas inimigas e a colocará entre aliados duvidosos. Uma série de conspirações ameaça a sua vida, e ela precisará aniquilar os inimigos que a cercam para chegar à verdade. No entanto, para sua sorte, a lâmina de um espartano está sempre afiada.Com mais de 73 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, os jogos da franquia Assassin’s Creed são os mais bem-sucedidos da empresa francesa Ubisoft.”

 

Ambientado no século V a. C., Assassin’s Creed: Odyssey acompanha a jornada de Cassandra, uma mercenária espartana com um passado sombrio. Treinada para ser uma guerreira feroz, ela acabou sendo condenada por sua família e forçada a deixar sua terra ainda na infância. Anos depois, ela se tornou uma mercenária implacável que viu na sua nova missão uma chance de pagar suas dívidas e começar uma nova vida.

O que Kassandra não imaginava é que essa missão faria com que ela reencontrasse o passado que queria esquecer e a levaria a uma perigosa jornada. Tentando descobrir a verdade sobre sua misteriosa linhagem, ela se verá envolta em uma rede de conspirações que colocam a sua vida em risco.

 

Que leitura de tirar o fôlego! Eu confesso que, apesar de curiosa pela premissa, eu não imaginava ficar tão envolvida na leitura. Com um início para lá de impactante, eu já me vi envolvida nas primeiras páginas e a trama dinâmica garantiu que eu permanecesse assim até o final.

E cadê os fãs de protagonistas badass? Preparem-se porque vocês vão amar a Kassandra. Ela é inteligente, determinada e uma guerreira implacável, que me lembrou muito a Celaena de Trono de Vidro. Confesso que não concordo com todas as ações dela, afinal estamos falando de uma mercenária, mas ao mesmo tempo é uma personagem muito humana e consegui entender os motivos para que ela se tornasse o que se tornou.

Com relação à trama, apesar de não ser muito aprofundada, ela é muito instigante e realmente prende o leitor. Não apenas temos muitas cenas de ação, afinal é inspirado em um jogo de vídeo game, mas há todo o mistério que cerca a família da Kassandra e as conspirações que ela vai descobrindo. Com isso, eu fiquei muito envolvida na história e não conseguia parar de ler. ⠀⠀

Além disso, a ambientação na Grécia Antiga tornou a leitura muito interessante. Eu que sempre fui fascinada por esse período da história, amei às referências aos conflitos históricos e à cultura grega. Além disso, o autor escreveu de uma forma muito realista mostrando desde a brutalidade dos conflitos, até as diferenças culturais entre as cidades gregas e os costumes da época.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

De um modo geral, Odyssey foi uma ótima surpresa e adorei esse meu primeiro contato com Assassin's Creed. A escrita direta do autor me conquistou, assim como a ambientação, e eu fiquei totalmente envolvida com essa trama repleta de ação e mistério. Então, para quem gosta dos jogos de vídeo game ou simplesmente está procurando uma leitura cheia de aventuras e com uma protagonista empoderada, é uma ótima opção. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

E vocês, já conheciam o livro? Já leram algo desse universo ou jogaram esse jogo? Me contem aí nos comentários.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.