[Resenha] Sombra e Ossos


Já faz muito tempo que tenho curiosidade de conhecer a escrita da autora Leigh Bardugo e, em especial, a Trilogia Grisha. Sempre ouvi muitos comentários bons sobre esses livros e esse ano veio um incentivo ainda maior para ler. Sombra e Ossos, primeiro volume da trilogia, foi adaptado para uma série que estreia mês que vem, no dia 23, na Netflix.

Então, claro que eu já corri para ler o livro para me preparar para a série. Aproveitei que o livro ganhou uma nova edição pela Planeta Minotauro e não perdi tempo. Confesso que não quis assistir nem o trailer antes de ler, porque não queria que nada estregasse minha experiência com a obra original. E, mesmo assim, minhas expectativas para a leitura estavam bem altas.

Agora, vim contar para vocês o que achei de Sombra e Ossos e da escrita da Leigh Bardugo. Será que minhas expectativas foram atendidas? Confiram na continuação da resenha.

 

Autora: Leigh Bardugo

Editora: Planeta Minotauro

Tradução: Eric Novello

Páginas: 288

Onde comprar: Submarino | Amazon

Sinopse: “O clássico do Universo YA em uma nova edição Em um país dividido pela Dobra das Sombras – uma faixa de terra povoada por monstros sombrios – e no qual a corte real está repleta de pessoas com poderes mágicos, Alina Starkov pode se considerar uma garota comum. Seus dias consistem em trabalhar como cartógrafa no Exército e em tentar esconder de seu melhor amigo, Maly, o que sente por ele. Quando Maly é gravemente ferido por um dos monstros que vivem na Dobra, Alina, desesperada, descobre que é muito mais forte do que pensava: ela é consegue invocar o poder da luz, a única coisa capaz de acabar com a Dobra das Sombras e reunificar Ravka de uma vez por todas. Por conta disso, Alina é enviada ao Palácio para ser treinada como parte de um grupo de guerreiros com habilidades extraordinárias, os Grishas. Sob os cuidados do Darkling, o Grisha mais poderoso de todos, Alina terá que aprender a lidar com seus novos poderes, navegar pelas perigosas intrigas da corte e sobreviver a ameaças vindas de todos os lados.”

 

Em Sombra e Ossos, Ravka é um país dividido pela Dobra das Sombras, uma faixa de terra dominada pela escuridão e habitada por monstros. Alina Starkov é uma órfã comum que trabalha como cartógrafa no exército. Ela e seu amigo Maly, por quem ela é secretamente apaixonada, estão entre o grupo designado para atravessar a dobra e chegar à outra parte de Ravka. Trata-se de uma missão perigosa e que pode custar a vida de todos eles.

Durante a travessia, o grupo é atacado e Maly fica gravemente ferido. Em um momento  de desespero, Alina descobre ter um poder que nunca imaginou possuir, o invocar a luz – a única coisa capaz de combater a escuridão e os monstros da Dobra. Por causa disso, Alina é enviada ao Palác io, onde será treinada com os guerreiros Grisha e estará sob a proteção de Darkling, o mais poderoso deles. Mas mais do que aprender a manusear seus poderes, ela precisará lidar com os perigos que seu dom atraiu.

 




Eu já tinha curiosidade de ler Sombra e Ossos há muito tempo, pois sempre ouvi falar muito bem sobre os livros da Leigh Bardugo e vi diversas recomendações dessa trilogia. Com o anúncio da adaptação que vai sair na Netflix, o burburinho em torno do universo Grisha aumentou muito, assim como a minha ansiedade. Mas posso dizer que, desta vez, o hype foi mais do que justificado.

Já nesse primeiro livro da trilogia eu fiquei fascinada pelo universo apresentado. É uma ambientação rica e fascinante, com um país dividido pelas sombras, uma grande desigualdade social e um grupo de guerreiros com poderes extraordinários. E tudo isso foi explicado por Leigh Bardugo de maneira clara e direta, não sendo cansativo em momento algum, o que fez com que eu me ambientasse com facilidade e não demorasse a me envolver com a leitura.

Os personagens também foram bem construídos e, mesmo que não tenha sido cativada por todos, me interessei por eles o suficiente para saber o que aconteceria. A protagonista Alina me irritou em alguns momentos por ser meio imatura, mas ela evolui ao longo do livro e vejo muito potencial para que cresça ainda mais nos próximos livros.

Mas o dono do livro, para mim, é o Darkling. Ele é um personagem intenso, bem construído e rouba a cena em todos os momentos que aparece. Gostei muito de como ele se desenvolveu ao longo do livro e tenho certeza que nas continuações ele terá um papel ainda maior. 



Com relação à escrita da Leigh Bardugo, só posso dizer que é maravilhosa e extremamente envolvente. Ela não pesa nas descrições e consegue apresentar tudo de forma direta e muito eficaz, de modo a não quebrar o ritmo da leitura, mas ainda conseguir fazer o leitor imaginar o que está sendo descrito com clareza. Por causa disso, a leitura fluiu muito bem e eu li em um final de semana. Além disso, ela deixou um gancho excelente para a continuação, daqueles que deixam a gente contando os dias para ler o próximo.

Outro ponto que preciso destacar é a edição. O livro agora é publicado pela Planeta Minotauro e ganhou uma nova edição muito bonita. Amei a nova capa (apesar do selo da Netflix) e do mapa no início do livro. Além disso, achei a fonte e o espaçamento muito confortáveis para a leitura e achei os detalhes no início de cada capítulo muito bonitos.

De um modo geral, Sombra e Ossos foi um ótimo início para a trilogia, servindo como uma boa introdução ao universo e apresentando os personagens o suficiente para que o leitor se importe para saber o que acontecerá com eles. Há muito a ser explorado ainda e eu sinto que a Leigh Bardugo preparou muitas surpresas para as continuações. Então, recomendo para quem ama uma fantasia com um universo cheio de perigos, intrigas, personagens interessantes e um pouco de romance

 

Aviso: O segundo volume da trilogia, Sol e Tormenta, já está em pré-venda com brindes maravilhosos. A pré-venda é exclusiva do Submarino e das Livrarias Curitiba e vou deixar o link para vocês comprarem aqui.  




Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.