[Resenha] Amor Ardente (Vol. 2 Wild)

 


Depois de um tempo sem conseguir focar nas leituras, esse mês estou sendo muito leitora. E, aproveitando essa maré boa, corri para ler um livro que estava desejando há muito tempo: Amor Ardente, da autora M. Leighton.

Publicado esse semestre pela Verus Editora, esse livro é o segundo volume da série Wild. Eu li o primeiro, Amor Indomável, no ano passado e me surpreendi com o quanto gostei da leitura. Então, já estava ansiosa pela continuação e fiquei muito feliz quando soube que seria publicado aqui.

Agora, vou poder compartilhar um pouco da minha experiência com vocês e contar o que achei de Amor Ardente


Autora: M. Leighton

Tradução: Ana Lima

Editora: Verus

Páginas: 286

E-book recebido de parceria com a editora

Onde encontrar: Amazon (apenas em e-book)

Classificação: + 18 anos

Sinopse: “Até onde uma boa garota pode chegar quando se apaixona por um bad boy? Em Amor ardente, o segundo volume da série Wild, uma garota e um cara que são opostos totais vão descobrir que ir além das aparências pode ser muito excitante.

Laney Holt é filha de um pastor. Uma menina certinha. Seu objetivo de vida sempre foi se casar, ter filhos e viver feliz para sempre, como seus pais fizeram. Só que isso não aconteceu. As duas pessoas mais próximas a Laney a traíram, e todos os seus sonhos desmoronaram. E ela foi deixada com um vazio que não sabe como preencher. Até conhecer Jake Theopolis, um cara audacioso que não tem medo da morte e arrasa corações por onde passa.

Jake não tem interesse em pensar além do aqui e agora. Tudo o que ele quer da vida é o próximo barato, a próxima sensação de euforia que apague toda a dor do passado. Sua missão mais recente? Provar para Laney que a vida é mais do que seguir as regras — e que trilhar caminhos mais tortuosos pode ser muito divertido. A única preocupação de Laney agora é como satisfazer o lado selvagem de um cara como Jake. Ela está louca para tentar. E ele também.”

 

Em Amor Ardente, vamos encontrar dois protagonistas opostos: Laney, a certinha filha do pastor da cidade, e Jake, o badboy que não quer se apegar. Os dois não poderiam ser mais diferentes, mas quando se conheceram a atração foi inegável.

Anos depois, Laney sofre uma grande desilusão e seu mudo vira de cabeça para baixo. Questionando tudo que sempre acreditou querer para sua vida, ela retorna para a cidade natal e vai reencontrar o bad boy que conheceu anos antes. E Jake está feliz por novamente ter a chance de fazer a garota certinha quebrar algumas regras.

Agora, cansada de fazer o que sempre esperam dela, Laney está disposta a se aventurar e Jake pode ser a melhor companhia nesse caminho. Mas será que eles conseguem deixar os sentimentos fora disso?


 "Ele é um bad boy, sim. Mas também é uma lufada de ar fresco. E a minha vida estagnada está precisando muito disso."


Novamente, eu fui conquistada pela escrita da M. Leighton. Em meu segundo contato com um livro da autora, fui fisgada logo nas primeiras páginas e não conseguia parar de ler. A escrita dela é leve, direta e torna a leitura muito prazerosa. Tanto que, sem perceber, terminei esse livro em poucas horas.

E um dos motivos que contribuíram muito para o meu envolvimento foi o carisma dos protagonistas. Laney e Jake são personagens cativantes, com conflitos muito compreensíveis e camadas que vão sendo reveladas aos poucos. Além disso, amei acompanhar os diálogos cheios de provocações entre eles e como eles foram se conhecendo aos poucos e enxergando além dos estereótipos.

Com isso, acompanhar o romance foi maravilhoso e adorei ver como a relação deles foi se transformando. A atração é imediata, mas os sentimentos surgem com a convivência e a cumplicidade que eles vão adquirindo. Além disso, adorei o fato de que a autora conseguiu construir o romance sem deixar de lado os conflitos individuais deles.

Mas não se preocupem que não falta romance e ele é maravilhoso de acompanhar. Além de ser uma relação bem construída, a química do casal é simplesmente sensacional. E para quem gosta de cenas bem sensuais, já pode se preparar porque a autora capricha muito nessa parte. São cenas muito bem escritas e que promete subir as temperaturas nesses dias frios.

E não posso deixar de mencionar a ambientação. Eu amo histórias que se passam em fazendas e cidades pequenas, como é o caso dessa. Confesso que elas me dão uma sensação de tranquilidade que sempre torna a leitura mais envolvente. Com isso, a ambientação acabou sendo um ponto maravilhoso e que tornou a leitura ainda mais cativante para mim.

De um modo geral, Amor ardente tem uma trama simples, sem grandes surpresas, mas que me conquistou pela forma como foi construída. É uma leitura fluida e que equilibra leveza, romance, muita sensualidade e um toque de drama. Terminei com o coração quentinho e ansiosa por mais livros da autora.

 

E vocês, já conheciam Amor ardente? Gostam de livros ambientados em cidades pequenas? Me contem aí nos comentários.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Kindle Unlimited

Ofertas na Amazon

Instagram

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Mais lidos

Twitter

Newsletter

Arquivos

Editoras parceiras