Lidos de Outubro

Já estamos em novembro, mas, antes de começar as novas leituras e posts, ainda preciso fazer o balanço das minhas leituras de outubro. Foi um mês que me deixou muito satisfeita, porque além de ter lido muito, em sua maioria, foram livros que eu gostei. Inclusive, dois livros que li em outubro vão aparecer com toda certeza na minha lista de favoritos do ano.
Resumidamente, entre as minhas leituras apareceram autores queridinhos como John Green, Colleen Hoover, Jenny Han e Cassandra Clare. Tinha alguma chance de eu não ficar satisfeita com as minhas leituras do mês? Claro que não! Infelizmente, também li um livro que deixou bastante a desejar, mas os outros tiveram um peso bem maior e fizeram outubro um mês excelente para mim.
Mas, sem mais enrolação, vamos às leituras do mês:

A distância que nos separa, da Kasie West.
Não vou falar muito sobre esse livro, porque já tem resenha dele aqui. Mas foi o meu segundo contato com a escrita da autora e gostei muito mais do que do primeiro livro dela que eu li (Namorado de Aluguel). A escrita da autora é leve, os personagens são muito cativantes e humanos, o romance é bem construído e a autora ainda aborda temas muito pertinentes à adolescência, em especial a dificuldade de escolher o caminho a seguir após terminar a escola. Foi uma leitura muito rápida  e envolvente, e acho ideal para quem ama um romance Young Adult.

Trono de Vidro 4 – Rainha das Sombras, da Sarah J. Maas.
Outro livro que já saiu resenha aqui, mas preciso dizer para vocês: que livro maravilhoso! Sarah J. Maas se superou com esse livro. Tudo que eu critiquei em Herdeira do Fogo, ela corrigiu nesse livro e ainda foi além. É o melhor livro da série até onde li (já estou lendo o quinto) e me surpreendeu tanto pela trama envolvente, bem construída e muito surpreendente, quanto pela evolução dos personagens. Sério, poderia passar o resto do post falando sobre esse livro do tanto que amei, mas vou só recomendar para vocês lerem a resenha e seguir para as próximas leituras. Acreditem ou não, esse não foi o melhor livro que li em outubro.

Agora e para sempre, Lara Jean, da Jenny Han
Finalmente eu concluí essa trilogia mais amorzinho do mundo. Apesar de ainda achar o primeiro livro o melhor da série, não posso negar que já estava com saudade da Lara Jean e do Peter e que em todos os livros meu coração derrete acompanhando esses dois. É um romance muito fofo e bem construído, que faz com que seja impossível o leitor não se apaixonar por eles. Além disso, adorei como a autora falou de uma maneira muito sincera sobre o fim do ensino médio e a pressão de entrar em uma boa universidade e ver sua vida se transformando. Ainda não fiz a resenha dele, mas já adianto para vocês que achei que a Jenny Han deu o desfecho perfeito para essa trilogia.

Corpo, da Audrey Carlan
Passando de um livro muito fofo, eu fui para a única leitura que não gostei em outubro. Como disse na resenha aqui, Corpo foi meu primeiro contato com a escrita da autora Audrey Carlan e, apesar de ter sido uma leitura muito fluida, tive muitos problemas com esse livro. Além de ter achado tudo muito apressado e superficial, me incomodou muito um livro que se propõe a falar sobre relacionamentos abusivos romantizar o comportamento abusivo do mocinho e justificar a passividade da protagonista. Apesar de que tenho esperança de que esses problemas sejam melhorados no próximo livro, não posso deixar de dizer que foi um livro que me irritou bastante.

It ends with us, da Colleen Hoover.
E agora chegou o meu momento. Vocês não fazem ideia do quanto eu amei esse livro e estava ansiosa para falar sobre ele aqui no blog. Só de ser um livro da Colleen Hoover eu já tinha expectativas muito altas, mas ele foi além de tudo que eu imaginava. É um livro forte, doloroso, mas, ao mesmo tempo, cativante e apaixonante. Os temas que a Colleen aborda nele são muito importantes e difíceis, mas o que mais gostei é que ela faz isso de uma maneira realista e sensível. É a minha leitura favorita do ano aqui e só não saiu resenha ainda porque ele não foi publicado no Brasil (Galera Record, vamos adiantar essa publicação né?), mas em breve farei algum post especial sobre ele para quem lê em inglês.

Confesse, da Colleen Hoover
Melhor do que ler um livro maravilhoso da Colleen Hoover em um mês é ler dois livros maravilhosos da Colleen Hoover em um mês. Não vou entrar em muitos detalhes, porque a resenha deve sair aqui na semana que vem, mas já adianto que mais uma vez a Colleen sambou no meu coração. No epílogo eu já estava chorando; sim, no epílogo. Mas não pensem que o livro é dramático e sofrido o tempo todo, porque, como todo livro da Colleen, ele tem muitos momentos divertidos, leves e apaixonantes. Enfim, foi uma leitura que eu amei e sobre a qual quero muito falar com vocês na resenha.

Tartarugas até lá embaixo, do John Green
Gente, o John Green lança um livro depois de seis anos e vocês acham que eu ia aguentar esperar para ler? Claro que não, dei um jeito de encaixar ele nas leituras do ano. E se It ends with us foi o meu livro favorito do mês (e provavelmente do ano), Tartarugas até lá embaixo não ficou muito atrás. Ele superou minhas expectativas com uma história encantadora, com personagens muitos reais e várias reflexões que podem ser dolorosas, mas não deixam de ser importantes. Fiquem atentos, porque a resenha dele também sai em breve.

Contos da Academia de Caçadores de Sombras, da Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman
Voltar para o universo dos Caçadores de Sombras é sempre algo que eu adoro e não foi diferente com Contos da Academia de Caçadores de Sombras. Além de matar a saudade de personagens que eu amo, me ajudou a preencher a lacuna entre Cidade do Fogo Celestial, último livro da série Os Instrumentos Mortais, e Dama da meia-noite, primeiro livro de Os Artifícios das Trevas. Apesar de ter me incomodado um pouco em alguns contos, foi uma leitura muito gostosa. Para quem quiser saber mais, a resenha está aqui.

Espero por você, da Jennifer L. Armentrout
Sendo bem sincera, eu tinha muitas ressalvas com esse livro. A princípio achei meio clichê, inclusive com alguns aspectos muito similares ao livro O Acordo, da Elle Kennedy. Mas várias pessoas elogiaram e eu resolvi dar uma chance. E não é que me surpreendi? O livro realmente tem muitos clichês e o suposto segredo da protagonista não foi nada que eu não imaginasse antes de ler, porém, os personagens são tão carismáticos que é impossível não se envolver na leitura. Pretendo escrever uma resenha sobre ele e explicar melhor o que me fez gostar da leitura, mas já adianto que gostei muito da escrita da autora e pretendo ler a continuação desse livro o mais rápido possível.

Essas foram as minhas leituras do mês de outubro e fiquei muito feliz com o resultado. Além desses nove livros, ainda comecei Trono de Vidro 5 – Império de Tempestades, o qual pretendo terminar esse final de semana. No entanto, muito mais do que a quantidade, fiquei satisfeita mesmo foi com a qualidade das leituras. Com exceção de uma decepção, foram livros que gostei muito de ler e que me surpreenderam positivamente. Agora, só posso torcer para novembro ser tão bom quanto ou, quem sabe, até melhor.
E vocês, o que leram mês passado? Já conheciam esses livros que eu citei? Me contem tudo aí nos comentários. E, para quem se interessou pelos livros, aproveitem os links para compra que eu deixei aqui:

A distância que nos separar: Aqui
Trono de Vidro 4 – Rainha das Sombras: Aqui
Agora e para sempre, Lara Jean: Aqui
Corpo: Aqui
It ends with us: Aqui
Confesse: Aqui
Tartarugas até lá embaixo: Aqui
Contos da Academia de Caçadores de Sombras: Aqui
Espero por você: Aqui


Mega Sorteio de Aniversário do Leituras da Mary #Novembro de Época


Que tal já começar o mês com notícia boa? Em comemoração ao aniversário de quatro anos do blog Leituras da Mary, está sendo organizado um sorteio mega especial para os amantes de romances de época e históricos. Não deixem de conferir e participar!!

Fiquem ligadinhos no blog e nas redes sociais, pois serão muitas novidades, dicas, resenhas, tags e várias outras coisas relacionadas à esse universo de época que tanto amamos.

Confira o Regulamento

- Para participar, basta preencher as entradas obrigatórias do formulário. Para ter mais chances de ganhar, o participante pode cumprir as entradas opcionais, que serão liberadas pelo formulário.
- É necessário Curtir (e não apenas visitar) as páginas dos Blogs.
-Quem não seguir todas as entradas obrigatórias será desclassificado.
- Os participantes devem residir em território nacional.
- Serão sorteados 4 kits de livros e mimos para 4 ganhadores.
- O sorteio será finalizado dia 30/11 e o resultado sairá nesse mesmo post.
- Os ganhadores receberão um e-mail e precisam respondê-lo com seus dados em até 72 horas, ou serão desclassificados.
- Cada Blog, autor e editora são responsáveis pelo envio de seu respectivo prêmio.
- Os blogs não se responsabilizam por possíveis extravios ou danos por parte dos correios.
- O prazo para envio é de até 30 dias.

Sorteio

Kit 1:  Trilogia Príncipes + Marcadores.
a Rafflecopter giveaway
Kit 2: Romances para se apaixonar.
a Rafflecopter giveaway
Kit 3: Só livros nacionais + Marcadores.
a Rafflecopter giveaway
Kit 4: Especial: 3 livros + 50 marcadores + Gargantilha.
a Rafflecopter giveaway

Apoiadores do Sorteio Especial #NovembrodeÉpoca
Autora Mônica Cadorin: Livro "A noiva trocada".
Autora  K. C.Bergamini: Livro "Eu nunca esqueci".
Autora Cintia Nogueira: Livro "O preço de um olhar".
Autora  Michaelly Amorin: Livro "Como seduzir um conde".
Diana Medeiros: Blog Meu vício em livros - Livro "Uma noite Inesquecível".
Maria José: Blog Pétalas de liberdade - Livro "O Duque e eu".
Ane Karoline: Blog Rearteculando - Livro "Razão e sensibilidade".
Juliana Camila: Blog Coisas da Juuh - Livro "Véu do tempo".
Daiane Quinelato: Blog Virando a pagina - Livro "Brumas do tempo".
Maria Luiza: Blog Dicas de Malu - Livro"O príncipe Corvo".
Cailes SalesBlog Histórias literárias- Livro " O príncipe leopardo".
Ariana Silva: Blog Aria books- Livros "O príncipe dos canalhas" e "O último dos canalhas".
Eloise GF: Blog Crônicas de Eloise - Livro "O príncipe serpente".
Ana Carla: Blog Histórias sem fim - Livro " Codinome Lady V.".
Rafaelle: Blog  Fascinada por histórias- Livro " Como se casar com um Marquês" (Sorteio no Instagram).
Mary C.S. PiresLeituras da Mary-Livros " Não me esqueças", " Destinados" e "Como agarrar uma herdeira"(Sorteio no Instagram).
Editora Arqueiro: Livros "Lady Wistledown contra-ataca" e "Romance entre rendas".



BOA SORTE !!

[Dica da Malu] Contos da Academia de Caçadores de Sombras

Sinopse: “Numa história contada em 10 contos que revisitam o passado dos Caçadores e aponta para uma nova direção, Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman presenteiam os fãs da série com uma jornada de tirar o fôlego, cheia dos personagens que todos já amam. Simon não se lembra do seu passado, das aventuras que viveu ao lado dos amigos... Nem sequer sabe quem é, de fato. Então, quando a Academia de Caçadores de Sombras reabre, o rapaz mergulha nesse novo mundo, determinado a se reencontrar. Mesmo sem ter certeza de que quer voltar a ser aquele velho Simon de antes.  Mas o local é muito hostil e Simon acaba enxergando muitos problemas em sua nova escola. Como o fato de os alunos mundanos serem obrigados a viver no porão, ou sofrerem com as piadas e os preconceitos dos Nephilim. Numa jornada para se redescobrir, para voltar a se reconhecer entre os antigos amigos, como Clary Fairchild e sua amada Isabelle Lightwood (mesmo que ele não se lembre desse amor), Simon vai descobrir que pode ser mais do que antes. Que seu destino como Caçador de Sombras vai muito além de sua missão de voltar a ser quem era.” Autoras: Cassandra Clare, Sarah Rees Brennnan, Maureen Johnson, Robin Wasserman / Editora: Galera Record / Páginas: 504 / Skoob / Comprar: Amazon
Exemplar recebido em parceria com a editora

Atenção! Essa resenha não contém nenhum spoiler do livro, mas não recomendo sua leitura para quem não terminou de ler a série Os Instrumentos Mortais, pois narra acontecimentos posteriores ao final de Cidade do Fogo Celestial.

Eu já falei aqui no blog diversas vezes sobre o quanto eu gosto da escrita da Cassandra Clare e que a série Os Instrumentos Mortais está entre as minhas favoritas. Então, qualquer coisa que a Cassandra escrever dentro desse universo dos caçadores de sombras, sempre vai despertar minha curiosidade. E não foi diferente com Contos da Academia de Caçadores de Sombras, publicado esse ano, no Brasil, pela Galera Record.


Nesse livro, são reunidos 10 contos escritos por Cassandra Clare em parceria com Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman. Esses contos falam um pouco sobre as aventuras de Simon Lewis durante o período que ele passou na Academia de Caçadores de Sombras, mas também faz revelações sobre o universo dos Caçadores de Sombras, resgatando personagens de Os Instrumentos Mortais e da trilogia As Peças Infernais.
No primeiro conto, vemos Simon se despedindo de seus amigos e partindo para a Academia de Caçadores de Sombras, em Idris. Ele continua sem se lembrar de quase nada da sua vida e é doloroso para ele conviver com a expectativa de pessoas que o amavam e queriam muito que ele recuperasse suas memórias, especialmente Clary e Isabelle. 

Lembro que eu era uma pessoa, assim como sou agora. Virar um Caçador de Sombras não vai mudar isso, se um dia eu me tornar um Caçador de Sombras. Esqueci muitas coisas. Não vou me esquecer disso.”

Assim, ao longo dos contos, o leitor acompanha o conflito de Simon entre quem ele era e a pessoa que ele foi antes de suas lembranças serem alteradas. Além disso, ele tem um medo enorme de não ser aquele herói que as pessoas esperam e não se mostrar apto a ser um Caçador de Sombras. Mais do que tudo, Simon teme não ser quem Clary e Isabelle esperam.
Não vou falar sobre cada um dos contos especificamente, porque eles são interligados e seguem uma ordem cronológica, então, eu poderia revelar algum spoiler sem querer. Vou focar essa resenha, então, no que achei da leitura e do desenvolvimento dos personagens.


Como não poderia deixar de ser, vários personagens que já amava desde Os Instrumentos Mortais retornam: Clary, Jace, Isabelle, Alec, Magnus, Jem e, até mesmo, os Blackthorns. Isso para mim foi um dos pontos positivos do livro, pois me permitiu ver como eles seguiram a vida depois dos acontecimentos de Cidade do Fogo Celestial. Claro que eu já tinha uma noção depois de ler Dama da meia-noite (primeiro volume da trilogia Os Artifícios das Trevas), mas há uma diferença de cinco anos entre as duas séries e Contos da Academia de Caçadores de Sombras ajudou a preencher essa lacuna.
No entanto, o livro traz muitos personagens novos. Quando parte para a Academia, Simon acaba conhecendo várias pessoas novas; alguns, mundanos recrutados pela Academia e que pretendem Ascender, ou seja, se tornarem Caçadores de Sombras, ou nephilins que foram para lá receber treinamento.
Entre esses novos personagens, se destacaram George, Julie, Beatriz e o arrogante Jon. Confesso que, no começo, tive uma certa dificuldade para me acostumar com tantos nomes que ainda não conhecia. No entanto, ao longo do livro, fui conquistada por eles assim como o próprio Simon e, no final, fiquei surpresa ao ver o quanto tinha me apegado.

Com relação à escrita, alguns contos foram melhores do que outros. Como Cassandra Clare não escreveu esse livro sozinha, em alguns momentos tiveram diálogos que não pareciam coisas que os personagens dela diriam. Além disso, em alguns contos a leitura foi bastante arrastada e os acontecimentos maçantes, não parecendo algo escrito por ela.
No entanto, nem todos foram assim, e eu gostei de ler a maioria. O livro trouxe muitas informações interessantes sobre os Caçadores de Sombras do passado, como Jem Carstairs e Tessa Gray, além de falar mais sobre o período em que Valentim estava iniciando o Círculo. Além disso, foi muito legal acompanhar a jornada pessoal do Simon, apesar de algumas atitudes dele me incomodarem bastante.
Aliás, não posso deixar de mencionar o quanto o Simon evolui ao longo dos contos. Ele começa confuso e sem saber quem realmente é: o Simon que ele lembrava ou aquele herói que todos diziam que ele era. No entanto, é interessante ver como, em sua jornada para se tornar um Caçador de Sombras, ele amadurece e aprende a tomar decisões difíceis. O caminho que ele segue não é fácil, e ele fraqueja em vários momentos, mas sempre percebemos que aquele menino nerd que se tornou um herói em Os Instrumentos Mortais estava lá.

- É o que significa estar vivo, Simon. Todas as decisões que você toma, fazem de você o que você é. Nunca deixem que os outros escolham quem você vai ser.

De modo geral, mesmo tendo me irritado com alguns contos, gostei bastante da leitura. Acredito que, se fosse um livro totalmente escrito pela Cassandra Clare, alguns problemas teriam sido evitados. No entanto, isso não muda o fato de que foi delicioso matar a saudade daqueles personagens que eu aprendi a amar e conhecer mais sobre o universo dos Caçadores de Sombras. Só faço uma ressalva de que essa é uma leitura que eu recomendo para quem já leu duas outras séries da Cassandra Clare, Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais (especialmente a primeira). Afinal, trata-se de um spin-off, com acontecimentos e curiosidades que só farão sentido para quem já conhece o universo criado pela autora.

Agora, quero saber de vocês se já leram ou pretendem ler Contos da Academia de Caçadores de Sombras. Quem já leu, me conta aí nos comentários o que achou e qual seu conto favorito do livro.

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.