Resenha - The girl from everywhere: O mapa do tempo

4 de jan de 2018

Sinopse: "Uma história de viagem no tempo para os fãs de Outlander e A Rebelde do Deserto" Nix é uma viajante do tempo. Ela e seu pai, Slate, velejam a bordo do Temptation, um navio pirata repleto de tesouros. Ao longo do caminho eles encontram amigos, uma tripulação de refugiados do tempo e até mesmo um charmoso ladrão que pode significar muito mais para Nix. Tudo que Slate precisa é um mapa certo para viajar a qualquer tempo e lugar, real ou imaginário: seja para a China no século 19; terras vindas direto das Mil e Uma Noites ou até mesmo uma mítica versão da África. Apesar das inúmeras possibilidades, o pai de Nix está obcecado com um mapa específico: Honolulu, 1868 – o ano de nascimento de Nix e a última vez em que ele viu sua esposa viva. E, por uma chance de reencontrá-la mais uma vez, Slate está disposto a sacrificar a tudo e a todos. Quando o desejado mapa aparece, Nix vê sua própria existência em perigo e agora deve descobrir o que quer, quem é, e aonde realmente pertence, antes que seu tempo acabe. Para sempre. Um dos melhores livros do ano pela Book Riot Melhor livro do ano pela Paste Magazine Melhor leitura de verão pela Elle Magazine Indicado ao Goodreads Choice Award. 🔷Autora: Heidi Heilig 🔷 Editora: Morro Branco 🔷 Páginas: 416 🔷 Skoob 🔷 Comprar: Amazon


Olá, leitores! Como vocês estão? Esse é o primeiro post do ano e eu não poderia deixar de desejar um excelente 2018 para vocês. Que esse ano que se inicia traga muitas alegrias, realizações e, claro, ótimas leituras! E por falar em ótimas leituras, é óbvio que a primeira resenha do ano tinha que ser sobre um livro muito especial. Por esse motivo, escolhi começar com The girl from everywhere: O mapa do tempo, lançado no final de 2017 pela Editora Morro Branco.
Preciso confessar que tive uma relação de amor à primeira vista com esse livro. Sabe quando você vê uma capa maravilhosa e sente que precisa ter na sua estante? Pois é, foi exatamente isso que aconteceu comigo quando The girl from everywhere foi anunciado pela Editora Morro Branco. Porém, para minha completa alegria, a história contida nesse livro se mostrou ainda mais fascinante do que sua capa. O resultado disso é que essa resenha vai parecer escrita com açúcar, de tanto amor que estou sentindo por esse livro.
Primeiro volume de uma duologia, The girl from everywhere apresenta ao leitor a jovem Nix. Ela é uma menina de dezesseis anos, órfã de mãe e que vive com o pai, o capitão Slate, e sua tripulação no navio Temptation. Porém, ele não é uma embarcação qualquer. Trata-se de um navio que, com o mapa correto, pode ir a qualquer lugar, real ou fictício, em diferentes épocas da história.

As possibilidades parecem infinitas, viajar através dos mares e dos séculos, porém, só há um destino onde Slate deseja chegar: Honolulu no ano de 1868, quando sua filha Nix nasceu e ele viu sua esposa viva pela última vez. Porém, mudanças no passado podem ser perigosas, e a própria existência de Nix estará em risco caso o plano de Slate seja bem-sucedido. Estaria ele disposto a sacrificar tudo, incluindo a filha, por uma tentativa de salvar a mulher que amava?


Com uma premissa dessas, foi impossível não ficar ansiosa assim que li a sinopse. Trata-se de uma das tramas mais originais que já vi, misturando navios piratas, viagem no tempo e lendas havaianas. Aliás, toda a ambientação desse livro foi inteiramente nova para mim: grande parte da história se passa no navio, mas também no Havaí, lugar sobre o qual eu confesso que não sabia muito.
Aliás, um dos aspectos que achei mais interessantes no livro foi o fato de que, apesar de se tratar de uma fantasia, a autora apresenta um pouco sobre a história do Havaí. Achei muito interessante ir percebendo fatos históricos em meio a tantos elementos fantásticos, além de poder conhecer um pouco sobre as lendas e a cultura havaianas. Além disso, a descrição feita pela autora dá aos leitores a sensação de estar realmente naquele local que parece ser tão mágico e paradisíaco, tornando a leitura ainda mais envolvente.
No entanto, não é só a ambientação que torna esse livro fascinante. Um dos méritos do livro reside na excelente construção de personagens feita pela Heidi Heilig. Apesar de se tratar de um livro jovem adulto, acho que a autora conseguiu passar profundidade para seus personagens e dar personalidade e sentimentos complexos para todos.
A Nix, em especial, me surpreendeu bastante. Ela é uma personagem muito forte, mas totalmente coerente com sua idade, sem parecer adulta ou madura demais. Além disso, o dilema que carrega é bastante compreensível e diz muito sobre seu caráter: ajudar o pai a reencontrar sua mãe, o grande amor da vida dele, mesmo que isso possa significar sacrificar sua própria existência, ou fugir para se salvar e condenar seu pai ao sofrimento pela perda da esposa? Só o fato de Nix conseguir, mesmo com todas as suas inseguranças e mágoas, tentar entender o pai, já diz muito sobre sua capacidade de empatia.

Além disso, ela é uma personagem gentil, correta e muito esperta. Aliás, Slate pode até ser o capitão do navio, mas a mente brilhante que move o Temptation é a Nix. Ela tem um grande conhecimento sobre mapas e história, sempre sabendo para onde o navio deve seguir para conseguirem os itens que precisam.


Com relação ao Slate, confesso que no começo eu senti muita raiva pelo modo como ele tratava a filha. Como ele poderia estar tão obcecado com a falecida mulher ao ponto de estar disposto a sacrificar a própria filha? Porém, ao longo do livro, fui percebendo outras camadas no personagem que me levaram a sentir empatia por ele.
Os demais personagens do livro também se mostram bastante cativantes, apesar de nem todos serem muito explorados. Além de Nix e Slate, ainda há os outros tripulantes do navio, Bee, Rotgut e Kashmir, e Blake Hart, um jovem que Nix conhece durante a viagem. De todos eles, Kashmir é, sem dúvida, o mais cativante e que recebe mais destaque. Ele é um jovem ladrão persa, que foi acolhido por Slate no navio e está sempre disposto a se arriscar para conseguir um presente para Nix ou fazar algo para deixa-la feliz. Blake também tem um bom destaque da história e fui cativada pelo seu jeito gentil, por seus princípios e o amor que ele demonstra pelo seu país.
Como era de se esperar, há romance no livro e um esboço de um triângulo amoroso. Nix e Kashmir compartilham uma amizade linda e sincera, mas dá para perceber que os sentimentos deles vão além disso. Porém, Blake também acaba balançando o coração da jovem protagonista. Confesso que achei esse triângulo desnecessário, acho que é compreensível se considerarmos a idade de Nix e a pouca convivência dela com pessoas além do pai e da tripulação do navio.

No entanto, o romance não tira o foco da trama central em nenhum momento, aparecendo de maneira muito sutil ao longo do livro. O que move mesmo a história o tempo é a busca pelo mapa correto e as aventuras em que os personagens se envolvem. Assim, trama é conduzida em um ritmo intenso, repleta de ação do começo ao fim. 


Não posso deixar de mencionar também o quanto me surpreendi ao descobrir que se trata do romance de estreia de Heidi Heilig. Não só ela construiu uma história bastante original, a qual soube desenvolver com um ritmo dinâmico e envolvente, dosando muito bem aspectos históricos e elementos mágicos, como ainda trouxe mensagens sobre família, origens, sentimento de pertencimento entre outros assuntos que são abordados de maneira sutil ao longo do livro.
Por fim, como comecei a resenha falando sobre a beleza da capa, não poderia deixar de falar com mais detalhes sobre a edição. Todo o livro foi feito com tanto cuidado que, em vários momentos durante a leitura eu era surpreendida por mais um detalhe que mostrava o capricho da editora. Há diversos mapas que ajudam o leitor a compreender melhor a trama, o início de cada capítulo conta com detalhes que remetem à navegação e até mesmo a parte interna da capa é linda.
Assim, posso dizer que se a capa me conquistou de cara, o conteúdo de The girl from everywhere: O mapa do tempo terminou de derreter meu coração. A escrita da autora é muito envolvente, a ambientação é fascinante e a trama apresenta a combinação perfeita de magia, aventura, história e romance. Trata-se de um romance de estreia surpreendente, que vai conquistar os leitores quem amam fantasia, piratas e personagens cativantes.

26 comentários:

  1. Com tantos elogios assim, não tem nem como não ficar tentada a comprar o livro. A capa realmente foi o que me chamou a atenção, a sinopse nem tanto, mas a sua resenha... Nossa, parece ser uma história fascinante, onde todo o cuidado foi tomado com coerência, ambientação e construção de personagens.
    Com certeza entrou pra minha lista!

    ResponderExcluir
  2. Conheci este livro a algumas semanas e claro que me chamou atenção, não foi o seu caso de amor a primeira vista, mas quero sim ler. Não sabia que era uma duologia e nem que a edição estava tão caprichada no interior, mais um motivo para eu querer ele na minha estante também.

    Beijos
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bom?
    Vi algumas coisas sobre esse livro nos últimos dias, o que só aumenta minha vontade de ler. Essa capa é muito linda mesmo, estou apaixonado. Ela lembra um pouco Peter Pan, não sei.
    A história parece ser muito legal, toda a temática e esse negócio de viagem no tempo. Não sabia sobre essa conexão com o Havaí, bem bacana.
    Adorei a resenha.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  4. Eu amo fantasias, já tinha dado uma olhada nel no site da editora e confesso que deixei passar, mas depois dessa resenha eu fiquei super interessada ♥ Quero muito! Amo Viagem no tempo e misturar isso com piratas e Havaí me deixou com curiosidade aflorada hahaha <3 Amei!!

    ResponderExcluir
  5. Amo a série Aulander, mas nunca vi li esse livro menina! Que capa!
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. ola td bem? pra começar eu achei essa capa maravilhosa, eu amo mt outlander e adoro livros de viagem no tempo mais fiquei com um pouco de medo de n gostar desse livro pq n gosto de livros com estilo meio fantasia.

    ResponderExcluir
  7. Oiê! Bem que você avisou que a resenha estaria açucarada rs. Fiquei curiosa para conferir a história depois de tantos elogios, deve ser uma leitura maravilhosa e eu já curto o gênero, então tenho tudo para adorar o livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Suas fotos ficaram lindinhas!
    Fui lendo sua resenha e imaginado um filme sobre a história.
    Realmente me pareceu um livro mega especial.
    Adorei ele! Amo conhecer novos lugares através dos livros.
    Esse poder de te fazer viajar, é a melhor coisa que a leitura oferece.
    Gratidão pela sugestão!
    Amei sua resenha!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  9. Oiii!

    Nossa que resenha mais linda!! Bem escrita, detalhada... ADOREI! Não conhecia essa obra e já fiquei animada para realizar a leitura!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  10. Nossa! Adorei a capa desse livro e seu enredo! Vou adicioná-lo a minha meta de leitura certamente! Muito obrigada pela dica, a resenha ficou fantástica!
    Até mais
    https://quiosqueliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Estou louca para ler esse livro, adoro fantasia e na divulgação desse vi a editora relacionando com outro favorito meu do gênero.
    Achei incrível sua resenha, e espero que eu possa gostar tanto quanto você quando compra-lo

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Estou louca pra ler esse livro, adoro fantasia e quando vi a editora anunciando o lançamento já comecei a fazer meus planos para compra-lo rsrsrs
    Pela sua resenha deu pra perceber que a história é incrível, espero gostar tanto quanto voce

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Não conheço esse livro, mas gostei bastante da sua resenha e da edição dele, parece ser realmente linda!!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Acho essa capa muito linda e misteriosa. Mesmo fantasia não sendo o gênero que eu prefira realizar a leitura, quero ver consigo pegar esse pra ler. A trama parece bem envolvente e sua resenha nos convida a leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  15. Olá Malu, tudo bem?

    Quando fui comprar meu primeiro livro da Morro Branco, agora em janeiro, esse até me cresceu aos olhos, mas a sinopse acabou não me chamando tanto a atenção e optei por "Todos os pássaros no céu". Mas fico tão feliz quando alguém lê um livro com tanto prazer e consegue alcançar o que imaginava durante isso.

    Beijos
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir
  16. Parece realmente ser uma história empolgante! Fiquei mega curiosa pelo fato de o navio com o mapa certo poder viajar para qualquer lugar real ou fictício. Quero saber o que vai acontecer com Nix, o capitão e a tripulação.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Malu! Já tinha lido a respeito desse livro e sua resenha me animou bastante. Gostei de saber outras particularidades da Nix e uma pena que tenha um possível triângulo amoroso (acho isso tão cansativo, às vezes...). Eu já estava interessada nesse livro, agora estou mais ainda.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  18. Olá, sua ótima resenha só me fez ficar com ainda mais vontade de ler esse livro, concordo que a capa é mesmo muito linda. Achei a história interessantíssima, gostei da ambientação, amo histórias que envolvam barcos e o mar. Curiosa para descobrir o que a protagonista decidirá fazer.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Olá...
    Ainda não conhecia a obra em questão, mas, adorei seus comentários sobre a obra! Achei a premissa muito legal e pelos seus comentários a obra possui vários elementos que me atraem em uma leitura... Espero poder ler em breve <3
    Valeu pela dica!
    Bjo

    ResponderExcluir
  20. Oie
    Muito legal sua resenha e acho lindo demais esse livro, fiquei curiosa depois da sua resenha e é bom saber que te causou tanta emoção, então parece valer muito a pena, bela dica

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá... que resenha mais linda!!
    Esse livro se mostrou ser diferente de tudo que eu já li e tenho que confessar que eu to muito curiosa e até mesmo ansiosa para realizar essa leitura.
    Sua resenha está incrível, completamente apaixonada e explicativa.
    Me surpreendi com esse enredo diferente e audacioso... já quero!

    Feliz 2018 pra você tbm *-*

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  22. Oi! A morro branco tem simplesmente arrasado nos lançamentos, e esse parece ser mais um desses livros fascinantes. Adorei saber que traz fatos históricos, romance e aventura,e que os personagens são bem construídos. tomara que o segundo da duologia seja tão positivo assim.

    ResponderExcluir
  23. Olá...
    Não conhecia a obra e fiquei encantada com essa capa S2
    O enredo tambem despertou meu interesse e já vou anotar a dica...valeu mesmo!

    Beijokas

    ResponderExcluir
  24. Oi, Malu

    Eu acho essa capa a coisa mais linda! E, como uma boa entusiasta do tema viagens no tempo, é uma leitura que eu com certeza faria.
    Achei a Nix muito altruísta. Imagina se eu ia ajudar alguém, por mais que eu amasse muito essa pessoa, pondo em risco a minha existência? Perder um grande amor é muito difícil, mas ele pelo menos tinha a filha! Enfim...
    E que legal que a autora fala um pouco sobre a história do Havaí. Particularmente é um lugar que eu tenho muita vontade de conhecer e pouco sei a respeito a não sei o hula-hula! Hahahahaha

    Beijocas
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  25. Olá, tudo bem? Ah espero que aconteça o mesmo comigo hahaha sempre fuia apaixonada por esta capa e aqui estou eu me rendendo ao conteúdo. Não sabia, nem imaginava que era fantasia, então estou mais ansiosa ainda. Adorei e com certeza dica anotada <3 Sua fotos ficaram lindas!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Oi, Malu!
    Fiquei bem empolgada para ler o livro, achei a premissa bem original e gosto de narrativas com aventura do tipo. Sendo um livro com personagens bem construídos fico ainda mais curiosa porque é uma das coisas que mais me conquistam durante a leitura. Achei a capa um arraso!

    Beijos,

    Rafa - Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir