[Resenha] Arte & Alma

26 de nov de 2018



Sabe aquele livro que já te conquista pela capa? Definitivamente, este é o caso de Arte & Alma, da Brittainy C. Cherry, que foi lançado no Brasil pela Galera Record. Assim que eu vi essa capa, já sabia que queria ler o livro. Como eu já tinha lido outro livro e um conto da autora e gostado muito, a expectativa foi maior ainda.
Para quem não sabe, a Brittainy C. Cherry é autora do best-seller Sr. Daniels e da série ElementosO ar que ele respira, A chama dentro de nós, O silêncio das águas e A força que nos atrai. Lançado no Brasil em outubro, Arte & Alma é um romance Young Adult que, contando a história de dois adolescentes que se encontraram no pior momento de suas vidas, vai mostrar a importância de seguir o coração para se reencontrar.

Autora: Brittainy C. Cherry
Editora: Galera Record
Tradução: Priscila Catão
Páginas: 308
Onde comprar: Amazon
Exemplar cedido pela editora
Sinopse: “O novo livro de Brittainy C. Cherry mostra a necessidade de encontrar-se e valorizar o que tem mesmo quando as coisas parecem desmoronar ao redor. Aria Watson era considerada invisível na escola, mesmo com todo seu talento para arte; em casa era uma boa filha e irmã. Mas tudo mudou quando ela anunciou, aos 16 anos, que estava grávida. E a notícia caiu como uma bomba. Agora ela está aterrorizada e se sentindo mais sozinha do que nunca. Levi Myers mudou-se para Wisconsin para ficar com o pai, que não via desde os 11 anos. Ele precisava se afastar um pouco da mãe e passar um ano com o pai parecia uma boa ideia, mas agora Levi não tem mais certeza. Se a mãe tem problemas, o pai é pior. Dois adolescentes passando por momentos difíceis e que, sem querer, encontram um no outro alguém que compreenda o que estão passando. Os dois estão despedaçados por dentro, cheios de cicatrizes. Mas, nas manhãs no bosque, enquanto tentam alimentar cervos, ou esperando o ônibus para escola, eles compartilham seus medos e incertezas. Levi está dividido entre o pai e a mãe e Aria precisa decidir o futuro do bebê que está gerando. Em palavras, e até mesmo no silêncio, os dois fazem um ao outro um pouco mais fortes. Apaixonar-se não era o plano, mas às vezes é difícil resistir quando alguém parece entender tão bem sua dor e solidão.”

Em Arte & Alma, vamos acompanhar a trajetória de dois adolescentes que se encontraram no pior momento de suas vidas, mas, contrariando as expectativas, vão descobrir um no outro a força para seguirem em frente. Aria tem 16 anos sempre foi a filha perfeita, com um comportamento irrepreensível e notas impecáveis. Na escola, ela era invisível para a maioria dos colegas, mas estava feliz com a amizade de seu amigo de infância, Simon. Porém, tudo estava prestes a mudar e ela sabia que se tornaria alvo da hostilidade dos outros alunos, além de decepcionar seus pais.
Já Levi acabou de se mudar para a cidade a fim de passar um tempo com o pai. Ele tem sido criado pela mãe desde o divórcio deles, mas decidiu se mudar tanto para fugir um pouco dos problemas que enfrentava em casa quanto para tentar resgatar sua relação com o pai. Por traz de uma fachada sorridente e alegre, ele escondia um peso e uma tristeza grandes demais para alguém ainda tão jovem.
Quando os caminhos de Aria e Levi se cruzam, suas coisas os aproximam: o reconhecimento de alguém que também está com o coração cheio de marcas e inseguranças, e o amor pela arte. Aria se encontra quando está pintando, e Levi se expressa através das músicas. Surge, então, uma amizade baseada na compreensão, companheirismo e amor pela arte. Mas quando outro sentimento começa a surgir, eles se perguntam se daria certo se apaixonar quando tudo à volta deles está desmoronando.
“Tínhamos nos tornado as obras-primas das almas mais solitárias do mundo. As cores em nossos olhos morreram de tanto sangrar. E naquele momento percebemos que, às vezes, as obras de arte mais lindas eram criadas pelas almas mais sombrias.”


Como eu já tinha mencionado no início da resenha, esse livro despertou meu interesse por essa capa maravilhosa. No entanto, preciso dizer que a história foi ainda mais linda e me conquistou completamente. A trama pode até parecer clichê, mas os dramas vivenciados pelos personagens são muito reais e isso contribuiu muito para que eu me envolvesse com a leitura. Foi fácil compreender as dificuldades que ambos enfrentavam e, com isso, ter empatia por eles.
A Aria foi uma protagonista que me surpreendeu muito, tanto pela maturidade que demonstrou ao lidar com questões realmente sérias, quanto pelo fato de ter conflitos com os quais muitas pessoas podem se identificar. Além disso, gostei de perceber que, apesar de estar enfrentando uma situação realmente difícil, ela não se deixa abater e tem seus momentos divertidos também. Assim, apesar de ter seus medos e suas dúvidas, Aria está longe de ser uma personagem excessivamente dramática.
“Eu não estava pronta para o amanhecer. Não estava pronta para voltar para casa. Não estava pronta para o fato de que o dia seguinte seria o primeiro dia de aula, e eu seria aquela garota. [...] Aquela que passaria a ser notada não pelo seu jeito artístico, mas por suas más decisões.”
Já o Levi eu queria colocar em um potinho e proteger do mundo. Que personagem mais fofo! Assim como Aria, ele também tem um coração bastante machucado e por motivos muito reais. No entanto, ele tem uma capacidade tão grande olhar para além dos seus problemas e enxergar o próximo que é impossível não se encantar com ele. E, se não bastasse tudo isso, Levi ainda é inteligente e com um senso de humor afiado. Alguma dúvida de quem foi meu personagem favorito da série?
“Pela primeira vez, eu mostrei a Aria quem eu realmente era. Eu lhe mostrei a minha verdade. Em meus olhos, ela viu o isolamento que eu nunca mostrava para ninguém. Ela viu o sofrimento em minha alma que eu escondia por trás de sorrisos e mentiras.”
Mas não pensem que os dois protagonistas foram os únicos personagens importantes no livro. Tanto a família de Aria quanto a de Levi desempenham papeis importantes e tiveram conflitos bem construídos. Em especial, gostei muito do desenvolvimento do pai do Levi. Ele não é um personagem muito carismático, mas foi interessante ir descobrindo mais informações sobre ele ao longo do livro até entender os motivos que o levaram a ser como era.



E o que dizer da escrita da Brittainy C. Cherry? Em meus primeiros contatos com obras da autora, eu já havia considerado a leitura muito envolvente e os personagens bem construídos. No entanto, achei que em Arte & Alma ela conseguiu equilibrar melhor os momentos dramáticos, deixando a leitura mais leve. Além disso, ela teve muita sensibilidade tanto na construção dos personagens individualmente quanto no desenvolvimento do romance, o que deixou a história ainda mais tocante.
“Tantas palavras, mas no fim do dia havia apenas uma que se destacava. Uma palavra que significava céu e inferno, dia de sol e de chuva, o lado bom e o lado ruim das coisas. Era a única palavra que fazia sentido quando tudo ao redor estava confuso, sofrido e implacável.”
Já a edição da Galera Record está impecável. A capa é soft touch e tem uma ilustração lindíssima, que tem tudo a ver com a história do livro. Internamente, é mais simples, mas as páginas são amareladas e a fonte utilizada é bastante confortável para leitura. Além disso, não encontrei erros de revisão.
Deste modo, Arte & Alma foi uma leitura que me surpreendeu por ser mais do que um romance entre dois adolescentes. É um livro sobre o amor em suas diferentes formas, e, principalmente, sobre se encontrar em meio a dor. Brittainy C. Cherry conseguiu escrever um romance Young Adult que, apesar de ser uma leitura leve, é sensível e apaixonante, contando com personagens bem construídos e conflitos muito reais. Para quem ama uma leitura emocionante e apaixonante, não pode deixar de conferir esse livro.


11 comentários:

  1. ainda nao conhecia esse livro, parece ser bem legal
    fiquei com vontade de ler pois parece daqueles que marcam o momento
    amei a capa dele também
    bjss

    ResponderExcluir
  2. Ahh não sei se meu comentário anterior foi, Malu.

    Eu adicionei esse livro na minha lista de desejados, pois nunca li nada da autora e mesmo não sendo um gênero que me atraia tanto, eu me senti interessada pela trama. Parece ser bem reflexiva e estou adorando leituras assim. Sem falar que a capa está maravilhosa.

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  3. Oi Malu,
    Nunca li nada da autora e tenho muita vontade de conhecer essas histórias, pois parecem ser todas muito bem escritas. Fiquei muito contente por saber que, além da capa, a história desse livro também te agradou bastante.
    Gosto muito de personagens que queremos colocar num potinho e guardar para sempre e fiquei muito curiosa para ler esse livro. Acho que ele vai me agradar bastante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu sou fã da escrita da autora, mas não tive oportunidade de ler este livro ainda. Foi bom conhecer mais da história, o que também me fez querer ler logo.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Confesso que não curto a escrita da autora. Mesmo assim, ainda quero dar uma chance e quem sabe este livro não me surpreenda também né?! Alias, a capa é linda também!

    ResponderExcluir
  6. A escrita dessa autora é de aquecer o coração! Estou curiosa para conferir mais essa obra da autora. A capa está incrível e a trama parece ser muito envolvente mesmo. Já quero conhecer melhor Levi! ♥
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Malu!
    Também fiquei impressionada com a beleza dessa capa! Nunca tinha visto o livro, mas pela sua resenha percebi que parece ser uma história bem comovente. Essa questão de gravidez na adolescência é um tema bem complicado e fico imaginando o quanto deve ter sido difícil a protagonista passar por isso. Ver que ela encontrou alguém para lhe dar apoio é reconfortante, e eu achei o Levi muito fofo pelo que você descreveu. Acho que eu gostaria de ler o livro pra conferir. Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Malu. Tudo bem?
    Eu conheci esse livro há pouco tempo e estou bem curiosa com ele. Adorei a sua resenha e poder ver um pouco mais sobre a trama, eu acho que pode ser uma boa leitura para mim, eu tinha um pouco de receio com a premissa dele, mas percebi que não era bem o que eu estava pensando e gostei de ver isso.

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Estou bem curiosa com esse livro a escrita dessa autora é maravilhosa e todos os livros dessa autora mexe com minhas emoções e arte e alma está na minha lista Aria e Levi não li mais já considero pacas por mais que eu não goste de Ya esse está na minha lista de desejos

    ResponderExcluir
  10. Oi Malu, que resenha maravilhosa você escreveu! Nossa, não conhecia esse livro ou a autora mas, agora sinto que preciso começar a leitura dele hoje mesmo...kkk..como você, estou apaixonada por essa capa chamativa.
    Acho que a sinopse do livro não condiz tanto assim, com o assunto que ele aborda, principalmente depois de ler uma resenha tão bem escrita como a sua. Parabéns pela indicação do livro, estou querendo muito lê-lo.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  11. Oi Malu, me abraça! Essa foi uma leitura que amei demais e que me tocou profundamente, me emocionei demais e Levi realmente é um personagem que eu queria proteger do mundo, de verdade. Amei as fotos do post, ficaram lindas.

    ResponderExcluir