[Resenha] Para ganhar de um duque


 

Sempre que vou terminar uma série, fico dividida entre a ansiedade de saber como tudo será encerrado e o medo de que as minhas expectativas não foram alcançadas. Mesmo quando os livros são independentes, sempre fico esperando que o último livro seja o melhor e encerre com chave de ouro. E não foi diferente com a trilogia Receba esta aliança, da autora Suzanne Enoch.

Desde que Para ganhar de um duque – terceiro e último da série – foi anunciado, minhas expectativas estavam altíssimas e eu fiquei dividida entre a ansiedade para ler e o medo de que a leitura não fosse tudo que eu esperava. Mas é óbvio que eu não ia resistir por muito tempo, né? Então, assim que estive com o livro em mãos, já corri para ler.

E hoje vim comentar um pouco sobre Para ganhar de um duque e o que eu achei da leitura.

 

Observação: os livros da trilogia são independentes, cada um foca em um casal, porém, eles se passam no mesmo universo e os casais de livros anteriores aparecem no terceiro. Portanto, recomendo que sejam lidos na ordem.

Para quem quiser conferir, tem resenha dos dois livros anteriores aqui e aqui


Autora: Suzanne Enoch

Tradução: Daniela Rigon

Editora: Harlequin

Páginas: 304

Onde comprar: Amazon

Sinopse: “Na conclusão apaixonante da trilogia de Suzanne Enoch, um duque libertino atrai a diretora de uma escola respeitável para um jogo perigoso de sedução – e descobre que esse desafio não vai ser tão fácil quanto esperava. Uma diretora nunca deve discutir com um nobre (mesmo que as noções dele sobre uma escola para damas sejam completamente equivocadas). Uma diretora nunca deve permitir que suas alunas entrem em contato com um libertino (mesmo que queira mostrar a elas o que não fazer). Uma diretora nunca, jamais, deve fazer apostas com duques (mesmo que seja a única maneira de colocar o tolo arrogante em seu lugar). Emma Grenville, a competente diretora de uma escola de boas maneiras para jovens damas debutarem, sabe que o objetivo de muitas de suas alunas é arranjar um bom casamento. No entanto, ela própria não tem uma boa opinião dos homens da nobreza, e a chegada do duque de Wycliffe, Greydon Brakenridge, querendo triplicar o aluguel da Academia, só reforça seu argumento. Depois de passar a vida sendo perseguido por jovens damas interessadas em seu título e sua fortuna, Grey sabe que estará fazendo um favor à sociedade se conseguir fechar o estabelecimento da srta. Grenville. Então os dois fazem uma aposta, ambos determinados a ensinar uma lição ao outro. Mas o que acontece quando o coração deles decide dobrar a aposta?”

 

Em Para ganhar de um duque, vamos acompanhar a história de Emma Granville, a diretora de uma famosa escola que ensina boas maneiras para meninas e as prepara para debutarem. Ela mesma não gosta dessas regras e tem uma péssima opinião sobre os homens da nobreza, mas leva o seu trabalho e o prestígio da escola muito a sério.

Porém, o bom nome de sua escola fica ameaçado quando o irritante duque de Wycliffe chega determinado a fechar o estabelecimento. A primeira iniciativa dele é triplicar o valor do aluguel que a Academia paga. Mas Emma não está disposta a aceitar isso facilmente. Os dois acabam se envolvendo em uma aposta – cada um querendo provar algo ao outro – mas as coisas saem um pouco de controle e podem ameaçar tudo que ela construiu.

Entre provocações, planos e lições para jovens meninas muito espertas, Emma e Wycliffe vão perceber que o que está em jogo não é uma simples aposta, mas o coração deles. 



Novamente, a Suzanne Enoch conseguiu me conquistar com sua escrita ágil e seu senso de humor cativante. Logo no início do livro e na primeira interação entre Emma e o duque de Wycliffe, eu já senti que iria me divertir muito com essa leitura, acompanhando esse casal trocar muitas farpas. E eu não me decepcionei.

Desde o primeiro momento, fica claro que esse livro traz o bom e velho clichê dos inimigos que se apaixonam, e a autora sabe desenvolvê-lo de forma maravilhosa. Já nas primeiras interações, cheias de trocas de farpas e provocações, eu fui conquistada por esse casal e me vi completamente envolvida. E, ao longo do livro, vamos acompanhado Emma e Wycliffe começando a enxergar além das aparências e entendendo as atitudes um do outro. Assim, vai surgindo respeito e companheirismo entre eles, antes de surgir o amor.

Além disso, a química entre o casal é muito forte e a autora soube explorá-la. Desde o início, vemos que existe uma forte atração, mesmo que ambos tentem resistir, e ela se torna cada vez mais forte à medida que os sentimentos entre eles vão se transformando. E com um casal que solta faíscas durante todo o livro, é claro que não poderiam faltar cenas sensuais. Elas não tiram o foco o da história, mas estão presentes e são muito bem escritas.

E, além do casal principal, não posso deixar de mencionar os personagens coadjuvantes. Para começar, temos as alunas de Emma que esbanjam carisma e inteligência, trazendo muitos momentos fofos e divertidos para a trama. Além disso, vamos rever personagens muito queridos de outra série da autora e confesso que a participação deles tornou tudo ainda mais especial.

Minha única ressalva é que, como é característico das obras da autora, o livro não conta com um epílogo. Eu já esperava por isso e não é algo que chegue a comprometer a leitura. Mas, sem dúvida, me deixou com um gostinho de quero mais.

De um modo geral, Para ganhar de um duque é o desfecho perfeito para a trilogia Receba esta aliança. Com uma trama bem construída, protagonistas cativantes e o retorno e personagens queridos, foi uma leitura leve, apaixonante, com muitas doses de humor e momentos de derreter o coração. Terminei com um sorriso no rosto e a satisfação de encerrar uma trilogia muito querida com chave de ouro.

E vocês, já conheciam a trilogia Receba esta aliança? Já leram ou ficaram curiosos para ler Para ganhar de um duque? Me contem aí nos comentários.

Para quem não conhece a trilogia ainda, pode conferir no instagram um post com 5 motivos para ler.


3 comentários:

  1. Oi Malu.

    Tem um bom tempo que não leio romances que trazem o bom e velho clichê dos inimigos que se apaixonam. Lendo sua resenha até bateu saudades de ler um gênero assim. Como não conheço a trilogia, vou deixar anotada a dica para adquirir e lê-la. Adorei a dica.

    Bjos
    https://consumidoradehistorias.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi Malu!
    Amo romances de época, e Suzanne está entre as melhores escritas fluidas que já li. Mas confesso que não conhecia essa trilogia, mas fiquei apaixonada pelo enredo.
    Emma parece ser uma rebelde fora da sua época, apesar de ser diretora na escola de moças que ensina bons modos, não aceita a sociedade do jeito que exige de uma boa esposa. Agora aparece um duque para a tirar dos eixos acho que vai ser divertido acompanhar essa trama. Obrigada pela dica, parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Kindle Unlimited

Ofertas na Amazon

Instagram

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Mais lidos

Twitter

Newsletter

Arquivos

Editoras parceiras