[Dica da Malu] The kiss of deception

Autora: Mary E. Pearson
Editora: DarkSide Books
Páginas: 406

Sinopse: A força feminina é a grande estrela neste romance de Mary E. Pearson. Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas – menos para a protagonista desta história. Morrighan é um reinado imerso em tradições e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro? O primeiro volume das Crônicas de Amor e Ódio evoca culturas do nosso mundo e as transpões de forma magnífica. Através de uma escrita apaixonante e uma convincente narrativa, o romance de Pearson é capaz de nos fazer repensar os estereótipos aos quais estamos condicionados. É um livro sobre a importância do amor e como ele pode nos enganar, e de uma protagonista em busca de seu verdadeiro destino e da liberdade a qualquer custo.

A minha escolha para a resenha de hoje foi The kiss of deception, de Mary E. Pearson. O livro, que no Brasil foi publicado pela DarkSide Books, é o primeiro volume da trilogia Crônicas de Amor e Ódio.
A primeira coisa que destaco é a beleza desta edição. Quando o livro chegou na minha casa, fiquei completamente maravilhada; a edição é de capa dura, com páginas amareladas, e vem com um pôster e mapa dos reinos apresentados na história, além de um lindo marcador. A DarkSide está realmente de parabéns pelo capricho e cuidado com este livro.


Eu já tinha escutado muitos comentários positivos sobre The kiss of deception desde sua publicação no Brasil, em maio deste ano. Foram tantos elogios, que tive medo de criar uma expectativa e me decepcionar. No entanto, o livro correspondeu ao que eu esperava e fez por merecer todos os elogios que recebeu.
A história acompanha a princesa Arabella Celestine Idris Jezelia, Primeira Filha da Casa de Morrighan, ou, como ela prefere, Lia. Tendo apenas 17 anos, ela estava destinada a se casar com o príncipe herdeiro do reino de Dalbreck, a fim de fortalecer a união dos dois países e conter possíveis invasões do exército de Venda. No entanto, Lia tinha outros planos: ela não queria um casamento arranjado com um homem que nunca tinha visto; desejava poder fazer suas próprias escolhas na vida.

“De qualquer forma, nos últimos anos, eu não tinha me mostrado capaz de outra coisa, e quanto mais me empurravam, me moldavam e me silenciavam, mais eu queria ser ouvida”. (Princesa Lia)
Assim, no dia do casamento, Lia foge com sua amiga, Pauline. Elas partem para uma pequena cidade, onde começam a trabalhar em uma hospedaria. O que a princesa não esperava é que dois homens conseguiriam localizá-la: um era o príncipe de Dalbreck, que havia decidido ir atrás de sua noiva; o outro era um assassino enviado para matá-la. Os dois se hospedam no local onde Lia trabalha, embora um não saiba quem é o outro. Lia, sem ter ideia da real identidade deles, acaba se aproximando de ambos.
A partir daí, a autora leva o leitor a uma jornada que o faz questionar estereótipos e conceitos pré-estabelecidos. Além disso, um dos aspectos mais interessantes dessa história foi o fato de, na maior parte do livro, não sabermos quem é o príncipe e quem é o assassino. Apesar de alguns capítulos serem narrados por eles, a autora toma todo cuidado para não deixar claro quem é quem. Assim, o leitor precisa ir confiando nas impressões que tem a partir do comportamento dos dois rapazes ao longo da trama.
Os personagens são outro ponto forte deste livro. A Lia é uma personagem fascinante. Mesmo tendo sido criada com luxo e conforto, ela não tem medo das adversidades. Quando decide fugir, Lia abre mão de sua vida como princesa e parte em direção a uma vida desconhecida, o que é assustador para qualquer um. Além disso, ela precisa desempenhar atividades que não estava acostumada e nem preparada. Lia supera tudo isso sem reclamar ou fraquejar; ao contrário, ela fica feliz com a nova vida que está levando, mesmo sem o conforto a que estava acostumada. Ela ainda é dona de uma personalidade forte e está sempre disposta a arcar com as consequências de suas escolhas, por mais difíceis que elas sejam.
“Não há volta. A escolha foi feita por mim’, respondi. ‘Deste momento em diante, para o bem ou para o mal, este é o destino que terei de viver”. (Princesa Lia)
O príncipe e o assassino também são personagens complexos e interessantes. Nenhum dos dois é um herói perfeito ou um vilão cruel. Ambos são personagens com qualidades e falhas, com motivações e sentimentos compreensíveis. Aliás, isso contribui muito para que a dúvida sobre a identidade deles permaneça ao longo da história.
Destaco ainda a presença de personagens femininas fortes. Longe de apresentar mocinhas que ficam à espera de um herói para salvá-las, The kiss of deception traz mulheres determinadas e corajosas, que, cada uma à sua maneira, enfrentam os desafios da vida e buscam construir seu próprio destino.
A trama foi muito bem construída, de modo a prender o leitor e fazê-lo se importar com o destino dos personagens. Além disso, a dúvida sobre quem é o assassino e quem é o príncipe instiga a curiosidade do leitor, ajudando a aumentar o envolvimento com a história. O ritmo da trama é bem desenvolvido também, sendo que a história não se torna cansativa ou monótona em momento algum.
O universo criado por Mary E. Pearson é fascinante também. A autora conseguiu descrevê-lo de uma maneira clara, facilitando para que o leitor imagine os lugares mencionados e os personagens. Além disso, as descrições são feitas de uma maneira orgânica e natural, sem quebrar o ritmo da história ou torná-la maçante.

Deste modo, recomento The kiss of deception por se tratar de uma leitura apaixonante, com personagens fortes e complexos, que fazem o leitor se envolver e se preocupar com o destino deles. Foi um dos melhores livros, se não o melhor, que eu li esse ano. Mal posso esperar pela continuação, que já foi publicada nos Estados Unidos, mas ainda não tem previsão de ser lançada no Brasil.

[Wishlist] Lançamentos de julho


Ainda apresentando os lançamentos literários de julho, fiz uma lista com os títulos que despertaram a minha atenção e me deixaram mais curiosa para ler. Além das novidades incríveis da editora Selo Jovem que eu apresentei ontem (aqui), tem vários lançamentos previstos para esse mês. Já podem preparar um espaço na estante.



Uma canção de ninar, de Sarah Dessen
Editora: Seguinte / Páginas: 352
Lançamento: 14/07/2016
Sinopse: Não deixe ficar sério demais. Não deixe ele partir seu coração. E nunca, em hipótese alguma, saia com um músico. Remy não acredita no amor. Sempre que um cara com quem está saindo se aproxima demais, ela se afasta, antes que fique sério ou ela se machuque. Tanta desilusão não é para menos: ela cresceu assistindo os fracassos dos relacionamentos de sua mãe, que já vai para o quinto casamento. Então como Dexter consegue fazer a garota quebrar esse padrão, se envolvendo pra valer? Ele é tudo que ela odeia: impulsivo, desajeitado e, o pior de tudo, membro de uma banda, como o pai de Remy ? que abandonou a família antes do nascimento da filha, deixando para trás apenas uma música de sucesso sobre ela. Remy queria apenas viver um último namoro de verão antes de partir para a faculdade, mas parece estar começando a entender aquele sentimento irracional de que falam as canções de amor?


O menino no alto da montanha, de John Boyne
Editora: Seguinte / Páginas: 288
Lançamento: 25/07/2016
Sinopse: Quando fica órfão, Pierrot é obrigado a deixar sua casa em Paris para recomeçar a vida com sua tia Beatrix, governanta de uma mansão no alto das montanhas alemãs.
Porém, essa não é uma época qualquer: estamos em 1936, e a Segunda Guerra Mundial se aproxima. E essa não é uma casa qualquer: seu dono é Adolf Hitler.
Logo Pierrot se torna um dos protegidos do Führer e se junta à Juventude Alemã. Mas o novo mundo que se abre ao garoto fica cada vez mais perigoso, repleto de medo, segredos e traição — e talvez ele nunca consiga escapar.
Em seu mais novo romance sobre a Segunda Guerra Mundial, John Boyne traz um ponto de vista original e perturbador do conflito. Num cenário onde o ódio aos judeus é cada vez maior e o nazismo se torna a ideologia dominante, esta história acompanha a transformação de um menino doce e gentil em um jovem corrompido pelo poder. Pierrot vai se deparar com escolhas cada vez mais difíceis, que vão colocar sua lealdade à prova e obrigá-lo a tomar atitudes aterradoras.



Uma garota de muita sorte, de Jessica Knoll
Editora: Rocco / Páginas: 336
Sinopse: Ani FaNelli passou por uma terrível humilhação na adolescência, que a deixou desesperada para se reinventar. Agora uma profissional bem-sucedida, com um armário invejável e um noivo atraente e bem-nascido para chamar de seu, Ani está prestes a viver a vida perfeita que tanto almejou. Mas ela guarda um terrível segredo. E sua vida perfeita é uma perfeita mentira. Bestseller do The New York Times chancelado pela crítica, Uma garota de muita sorte rendeu à estreante Jessica Knoll comparações com sucessos do thriller contemporâneo como Garota Exemplar, de Gillian Flynn, e A garota do trem, de Paula Hawkin, e será adaptado para o cinema por Reese Witherspoon. O livro abre a coleção Luz Negra, que reúne o que há de melhor no suspense contemporâneo, revelando o lado sombrio da alma humana



A herdeira da morte, de Melissa Salinsbury
Editora: Fantástica Rocco / Páginas: 320
Sinopse: Twylla tem 17 anos, vive num castelo e, embora seja noiva do príncipe, não é exatamente um membro da corte. Ela é o carrasco. Primeiro de uma surpreendente série de fantasia, Herdeira da morte conta a história de uma garota capaz de matar instantaneamente qualquer pessoa que ela toca. Até mesmo seu noivo, cujo sangue real supostamente o torna imune ao toque fatal de Twylla, evita sua companhia. Porém, quando um novo guarda chega ao castelo, ele enxerga a garota por trás da Deusa mortal que ela encarna, e um amor proibido nasce entre os dois. Mas a rainha tem um plano para acabar com seus inimigos, e eles incluem os dons de Twylla. Será que a jovem se manterá fiel a seu reino ou abandonará tudo em nome de um amor condenado?



PAX, de Sara Pennypacker
Editora: Intrínseca / Páginas: 288
Sinopse: Peter e sua raposa, Pax, são inseparáveis desde que ele a resgatou, órfã, ainda filhote. Um dia, o inimaginável acontece: o pai do menino vai servir na guerra e o obriga a devolver Pax à natureza. Ao chegar à distante casa do avô, onde vai morar por um tempo, Peter reconhece que não está onde deveria: seu verdadeiro lugar é ao lado de Pax. Movido por amor, lealdade e culpa, ele parte em uma jornada solitária de quase quinhentos quilômetros para reencontrar sua raposa, apesar da guerra que se aproxima. Enquanto isso, mesmo sem desistir de esperar por seu menino, Pax embarca em suas próprias aventuras e descobertas. Mais informações: aqui.


O navio das noivas, de Jojo Moyes
Editora: Intrínseca / Páginas: 384
Sinopse: Inspirada na história real vivida pela avó da autora, i livro conta a trajetória de quatro mulheres que saem da Austrália depois da Segunda Guerra Mundial em um porta-aviões que as levará até a Inglaterra para encontrar os soldados com quem se casaram durante o conflito. Mais informações: aqui



Faca de água, de Paolo Bacigalupi
Editora: Intrínseca / Páginas: 400
Sinopse: Num futuro árido e tumultuado, acontece uma guerra entre governos, órgãos públicos e empresários, na qual vale tudo para conseguir água. Nesse cenário surge Angel, um mercenário com a missão de cortar e desviar o fornecimento de água a mando de quem paga mais. Lucy é uma jornalista premiada que decidiu revelar para o mundo a realidade da Grande Seca. Maria é uma jovem cuja vida foi destruída pelos efeitos das mudanças climáticas. Quando o direito de usar a água significa dinheiro para alguns e sobrevivência para outros, o que esses três personagens não sabem é que seu encontro é um marco que poderá mudar tudo. Mais informações: aqui.




Geografia de nós dois, de Jennifer E. Smith
Título original: The geography of you and me
Editora: Galera Record / Páginas: 272
Sinopse: Depois do sucesso de A probabilidade estatística do amor à primeira vista, que em breve ganhará as telas do cinema, Jennifer E. Smith retorna com uma história sobre amor e desencontros.
Lucy mora no vigésimo quarto andar. Owen, no subsolo... E é a meio caminho que ambos se encontram — presos em um elevador, entre dois pisos de um prédio de luxo em Nova York. A cidade está às escuras graças a um blecaute. E entre sorvetes derretidos, caos no trânsito, estrelas e confissões, eles descobrem muitas coisas em comum. Mas logo a geografia os separa. E somos convidados a refletir...  Onde mora o amor? E pode esse sentimento resistir à distância? Em A Geografia de nós dois, Jennifer E. Smith cria tramas cheias de experiências, filosofia e verdade.



O ano em que te conheci, de Cecilia Ahern
Editora: Novo Conceito / Páginas: 336
Sinopse: Bem-vindos ao mundo imperfeito de Jasmine e Matt. Vizinhos, eles não têm o menor interesse em tornarem-se amigos e nunca haviam se falado antes. Estavam sempre ocupados demais com suas carreiras para manter qualquer tipo de contato. Jasmine, mesmo sem nunca tê-lo encontrado, tem motivos para não suportar Matt. Ambos estão em uma licença forçada do trabalho e sofrendo com seus dramas familiares. Eles precisam de ajuda.  Na véspera de Ano-Novo, os olhares de Jasmine e Matt se encontram de forma inusitada pela primeira vez. Eles têm muito tempo livre e precisam rever seus conceitos para poder seguir em frente. Conforme as estações do ano passam, uma amizade improvável lentamente começa a florescer. Uma história dramática, original e divertida como só Cecelia Ahern é capaz de escrever.



Princesa das águas, de Paula Pimenta
Editora : Galera Record / Páginas: 368

Sinopse: Arielle Botrel é uma nadadora famosa, prestes a viver o maior desafio de sua existência: participar das Olimpíadas pela primeira vez. Porém, ao contrário do que todos pensam, ela não possui tudo que deseja. Por ser a filha caçula de uma grande família, a garota é muito protegida e, apesar das medalhas e dos troféus, sonha com um cotidiano diferente, onde possa ser livre. Até que um dia um acidente faz tudo mudar. Arielle é apresentada a um mundo novo... E nele existe alguém que vira sua vida de cabeça para baixo. Porém, para conquistá-lo, ela terá que abrir mão de sua voz. Será que Arielle - sem uma única palavra - vai conseguir conquistar esse príncipe? E se no coração dele já existir outra princesa?

[Lançamentos] Editora Selo Jovem - Julho

Julho já começou, então, é hora de ficar por dentro das novidades editorias. Então, para quem está procurando novos livros para ler, a editora Selo Jovem tem vários lançamentos programados para esse mês. Vem conferir:


Brasília, GRAVIDADE ZERO.
Edição: 1
Editora: Selo Jovem
ISBN: 978-85-66701-61-6
Ano: 2016
Páginas: 208
Formato: 16 x 23 cm
Papel Pólen 90gr
Autor: André Cunha
Categoria: Ficção / Auto ajuda
Sinopse: Praticamente alfabetizado através de breves imperativos categóricos como compre batom ou não esqueça minha Caloi, Luiz é um cara ambicioso que sonha em se dar bem no capitalismo e virar executivo ou empresário de sucesso. Depois de alguns episódios traumáticos que o levam a desenvolver medo de altura, ele abre a GRAVIDADE ZERO, empresa especializada em venda, instalação e manutenção de telas para janelas, lonas para piscinas e segurança de espaços elevados, mas a lei da gravitação universal e a carga tributária brasileira vão atrapalhar seus planos.
Repleto de slogans, gírias, citações pop e trechos de reportagens reais e imaginárias, e passando por momentos marcantes da história recente como os atentados de onze de setembro nos Estados Unidos e os protestos de junho no Brasil em 2013, Brasília, GRAVIDADE ZERO narra a luta de um empresário contra a burocracia enquanto mamatas e conchavos rolam na Capital Federal. Finalista do Prêmio Sesc de Literatura 2015.

Comprar: 
De R$ 33,00 por R$ 24,99 ou R$ 23,74 no depósito



Farsas e milagres
Número ISBN: 978-85-66701-00-0
Autor: Mauro Livio
Título: Farsas e milagres
Tipo de Suporte: PAPEL
Edição: 1
Editora: SLJ
Quantidade de páginas: 232
Categoria: Romance
Sinopse: A história não contou, mas Luiz Vaz de Camões teve um herdeiro. Isso garante até hoje a descendência do poeta português no Brasil. Passadas muitas gerações sem histórias relevantes que merecessem ser contadas, iniciou-se no século XIX uma grande história de amor entre Isabel e Augusto Medeiros de Camões. O romance emocionante entre o jovem casal desenvolveu-se em meio a uma trama maligna e obsessiva, onde um frei não mediu esforços para levar ao mundo os relatos de milagres que se sucediam em sua igreja. Para isso, foi capaz inclusive de forjar milagres para garantir sua fama, notoriedade e riqueza. O precursor desses milagres, porém, foi Augusto, quem presenciou a aparição de Nossa Senhora do Relicário no vilarejo de Jasmim do Alto. Ele e o frei, embora por motivações adversas, lutavam pelo mesmo objetivo: apresentar Nossa Senhora do Relicário ao mundo.
Já em nossa época, Jackson Coutinho de Camões (Jack Cout) viu-se envolvido em um grande mistério. Em visita a Basílica de Nossa Senhora, presenciou fatos estranhos e decidiu investigá-los, afinal ele era o melhor investigador da DIESP – Delegacia de Investigações Especiais de São Paulo. Em meio a desaparecimentos, assassinatos, gafes, enigmas, salas secretas, homens centenários e um ardente sonho recorrente, Jack precisará de muita astúcia e alianças para responder as perguntas que aparecerão durante sua investigação, como também para honrar o sobrenome da família Camões. Para isso contará com a ajuda de pessoas engraçadas como sua avó, lúdicas como o padre João Paulo e misteriosas como Tadeu, quem se intitula anjo da guarda da família Camões. Será que tudo o que foi divulgado até hoje, sobre a Santa, a basílica e sobre Augusto, são de fato Milagres? Estas e outras respostas serão reveladas em um final surpreendente.
Farsas e Milagres é um livro leve, mas ao mesmo tempo tenso, que levará o leitor das lágrimas ao riso e nos dará a oportunidade de conhecer um pouco dos descendentes de Camões, além de uma pequena amostra de suas “obras”.

Comprar:
De R$ 33,00 por R$26,99 ou R$ 25,64 no depósito



Sevilha
Edição: 1
Editora: Selo Jovem
ISBN: 978-85-66701-00-0
Ano: 2016
Páginas: 260
Formato: 16 x 23 cm
Papel Pólen 80gr
Autor: Caio Gonçalves, Vanessa Santos
Categoria: Ficção
Sinopse: O maior sonho de Lucas Batista, um jovem de 17 anos do Rio de Janeiro, é se tornar um grande jogador de futebol. Até que uma ideia inusitada de seu melhor amigo, Bernardo, faz Lucas embarcar em uma jornada que o leva a se tornar a estrela do Real Sevilla Club de Fútbol, um dos maiores clubes de futebol da Espanha.
É na ensolarada e quente cidade de Sevilha que ele vive não apenas toda a glória, mas o lado obscuro de seu sonho. Ao ver-se envolvido numa influente e perigosa rede de corrupção que manipula resultados e controla a Loteria Esportiva espanhola, Lucas precisa lutar para salvar sua vida e a das pessoas que ama, e para defender a verdadeira essência do esporte.
Em seu caminho surge então Catherine Sánchez, a misteriosa garota que mostra a Lucas não só como lutar contra a sujeira do mundo do futebol, mas também o amor.

Comprar:
De R$ 35,00 por R$ 28,99 ou R$27,54 no depósito 



Mitorégia - O mistério do Unicórnio
Edição: 1
Editora: Selo Jovem
ISBN: 978-85-66701-00-0
Ano: 2016
Páginas: 300
Papel Pólen 90Gr
Categoria: Fantasia/Literatura juvenil
Sinopse: Um mago púrpura chamado Abeo Moldrus prevê o retorno de Hyrobe, um feiticeiro muito poderoso que há muito assolou as terras que outrora dominava; também vê a volta do Cavaleiro Alado, herói mitoregiano que surge sempre que sua terra é ameaçada. O único capaz de derrotar Hyrobe.
Sua descoberta é informada apenas ao Rei Azul, mas a notícia se propaga descontroladamente e acaba chegando aos outros impérios. Assustados com seu conteúdo, os imperadores decidem destruir Mitorégia para prevenir o ressurgimento de Hyrobe.
Ao mesmo tempo em que essa profecia repercute pelo império mitoregiano, ao descobrir que os deuses jogavam com a vida dos seres vivos, um anjo deixa os céus à procura de três magias na Terra capazes de matá-los.

Comprar:
De R$ 36,00 por R$ 29,00 ou R$ 27,55 no depósito.



Alabastro - O fragmento do destino
Edição: 1
Editora: Selo Jovem
ISBN: 978-85-66701-00-0
Ano: 2016
Páginas: 208
Formato: 16 x 23 cm
Papel Pólen 80gr
Autor: Rennan Hiago
Categoria: Ação e aventura
Sinopse: O que pareceu ter sido um ponto final não passou de uma vírgula na trama que o destino ainda estava longe de finalizar. Ainda iludido de que tudo que viveu do outro lado do véu não passou de um sonho, Otávio se vê perseguido por indivíduos sibilinos, que imbuem sua ainda frágil e abalada mente de indagações e mistérios. A chegada de um esfíngico rapaz em sua turma reforça ainda mais a sensação de perseguição e medo.  Lutando para que o temor não impregne uma camada mais profunda de seu coração, ele resolve desvendar o enigma. Em busca de respostas, encontra apenas peças desconexas e correndo contra o tempo precisa encontrar a sequência exata para que façam sentido, mas descobrir a verdade pode não fazer tanta diferença se já for tarde demais.

Comprar:
De R$ 33,00 por R$ 25,99 ou R$ 24,69 no depósito 


Homo Perturbatus
Edição: 1
Editora: Selo Jovem
ISBN: 978-85-66701-61-0
Ano: 2016
Páginas: 234
Papel Pólen 90Gr
Categoria: Ficção
Formato: 16 x 23 cm
Autor: Luiz Carlos Freitas
Sinopse: A Família e a Sociedade geram seres automatizados, como se fabricados em série?  O  excessivo apego à tecnologia, o consumismo desenfreado, o materialismo e o desrespeito às leis naturais estão transformando o Homo Sapiens no Homo Perturbatus?  O novo romance do escritor gaúcho Luiz Carlos Freitas responde estas e outras perguntas, apontando causas e consequências da perda dos referenciais humanos. Homo Perturbatus é mais que uma crítica social. É uma profunda análise da condição humana e das instituições que dominam a civilização ocidental, mostrando a necessidade de revolução individual e coletiva do homem, sob pena de ele perder as prerrogativas de animal racional. Ficção, suspense, romance, ironia, filosofia e antropologia em uma obra única e original. Leitura para entender o Brasil  e o mundo contemporâneo.

Comprar:
De R$ 35,00 por R$ 28,00 ou por R$ 26,60 no depósito


Poesia Vandal
Número ISBN: 978-85-66701-00-0
Autor: Fabricio Bispo
Título: Poesia Vandal
Tipo de Suporte: PAPEL
Edição: 1
Editora: SLJ
Quantidade de páginas: 110
Categoria: Poesia
Sinopse: Esquizofrenia poética

Licença poética é minha ética,
mente frenética, caneta epilética,
no mundo ilusório...
A realidade é esquizofrênica poética,
internado por expor o interno que vem de dentro,
esquizofrenia hoje em dia é ter o real sentimento,
enquanto o mais louco é o que se cala!
Pois ninguém,
é mais esquizofrênico que o silêncio.

Comprar:
De R$ 28,00 por R$ 23,00 ou R$ 21,85 no depósito

Tag dos 50%

Junho acabou e, assim, completamos a primeira metade do ano. Então, chegou a hora de fazer uma análise sobre as minhas leituras até aqui. Eu já contei quais foram os livros que eu li esse ano (aqui, aqui e aqui), e hoje vou responder a algumas perguntas sobre eles: é a Tag dos 50%.
Lembrando que eu já comecei a ler outros livros em julho, inclusive já terminei um, mas só entram nessa tag os livros lidos/adquiridos até o final de junho.

1 – O melhor livro que você leu até agora, em 2016.
            Essa, talvez, seja a pergunta mais difícil para mim, pois eu li muitos livros que eu gostei muito e, por motivos diferentes, mexeram comigo de alguma maneira. No entanto, já que tem que escolher um, fico com A Dama da Meia Noite, da Cassandra Clare. Fiz a resenha sobre ele aqui e posso adiantar que fiquei completamente apaixonada pela história e os personagens. Já estou super ansiosa pela continuação.

2 – A melhor continuação que você leu até agora.
            Como não poderia deixar de ser, aqui vem outro livro da Cassandra Clare: Cidade do Fogo Celestial. Li toda a série Os Instrumentos Mortais nesse primeiro semestre e esse, que é o último livro, foi o meu preferido. Para mim, além de ser uma história que te prende da primeira à última página, foi o desfecho perfeito para a série. Falei sobre esses livros aqui e aqui.

3 – Algum lançamento que você não leu, mas quer muito.
            Quero muito ler Em algum lugar das estrelas, lançamento de junho da Editora Darkside. Para começar, a edição é simplesmente maravilhosa (como todos os livros da editora né?). Além disso, a história parece ser muito bonita e envolvente. Já está na minha listinha para o segundo semestre.

4 – O livro mais aguardado do segundo semestre.
            O lançamento que eu estou mais ansiosa para o segundo semestre é, sem dúvida, Harry Potter and The Cursed Child. Como todo fã de Harry Potter, eu não poderia estar mais feliz com a perspectiva de ler mais uma nova história desse universo maravilhoso.

5 – O livro que mais te decepcionou esse ano.
            Felizmente, nenhum livro me deixou completamente decepcionada. Mas, confesso que esperava mais de A Escolhida, de Lois Lowry. Eu havia gostado de O Doador de Memórias e achei que esta continuação ficou um pouco abaixo dele, apesar de não ter achado o livro ruim.

6 – O livro que mais te surpreendeu esse ano.
            Sem dúvida, o livro que mais me surpreendeu até agora esse ano foi Como eu era antes de você. Não porque ele tenha um final surpreendente, mas porque eu tinha uma expectativa um pouco baixa para esse livro e ele acabou virando um dos meus favoritos. Como comentei na resenha (aqui), esse livro mexeu comigo de uma forma que eu realmente não esperava, e eu me apeguei muito a essa história e seus personagens. Foi uma bela surpresa que tive esse ano.

7 – Novo autor favorito (que lançou seu primeiro livro nesse semestre ou que você conheceu recentemente).
            Nesse primeiro semestre, conheci vários autores que nunca tinha lido. No entanto, a mais marcante foi Cassandra Clare. Fiquei completamente fascinada pela escrita envolvente dessa autora e o universo fantástico que ela criou. Logo nos primeiros livros, já virou uma das minhas autoras preferidas.

8 – A sua quedinha por personagem fictício mais recente.
            Só uma? Impossível. Essa categoria vai ter que ter empate, porque não consigo escolher só uma quedinha. Me apaixonei por vários personagens nesse primeiro semestre, mas três se destacaram: Jace Herondale, da série Os Instrumentos Mortais, Julian Blackthorne, do livro A Dama da Meia Noite, e o Jase, de Minha Vida Mora ao Lado.

9 – Seu personagem favorito mais recente.
            Tiveram vários personagens que gostei muito esse semestre, personagens que conquistaram a minha admiração pelos mais diversos motivos. Mas acho que a Emma Castairs e o Julian Blackthorne se destacaram. Ambos personagens de A dama da meia noite passaram por tragédias ainda muito jovens e tiveram que crescer com mais responsabilidades do que seria de se esperar para dois adolescentes. São personagens muito fortes, leais e íntegros, que conquistaram a minha admiração e a minha torcida.

10 – Um livro que te fez chorar nesse primeiro semestre.
            Essa é fácil, Como eu era antes de você. Apesar de ter me emocionado e chorado em alguns outros livros que li esse semestre também, nada se compara ao tanto que chorei lendo esse romance de Jojo Moyes.

11 – Um livro que te deixou feliz nesse primeiro semestre.
            Como eu gostei muito de quase todos os livros que li esse semestre, posso dizer que vários me deixaram feliz. Mas, acredito que A probabilidade estatística do amor à primeira vista é o que mais se encaixa nessa pergunta. Esse livro, cuja resenha está aqui, foi um dos romances mais lindos e leves que li esse ano, e, sem dúvida, me deixou muito feliz.

12 – Melhor adaptação cinematográfica que você assistiu até agora, em 2016.
            Ainda não assisti esse ano a nenhuma adaptação de um livro que tenha lido (ainda não assisti Como eu era antes de você). Pelo menos, nenhuma boa adaptação. Então, escolhi O quarto de Jack, um filme maravilhoso adaptado do livro O quarto, de Emma Donoghue, que eu ainda não li, mas está na minha lista para esse segundo semestre.

13 – Sua resenha favorita desse primeiro semestre.
            Não sei se tenho uma resenha preferida, mas, por ter gostado tanto do livro A dama da meia noite, esta resenha acabou sendo uma das resenhas que mais gostei de escrever.

14 – O livro mais bonito que você ganhou ou comprou este ano.
            Essa pergunta tem concorrentes muito fortes, as editoras estão realmente caprichando. Acho que o livro mais bonito que eu adquiri esse semestre foi a edição ilustrada de Harry Potter e a Pedra Filosofal, publicada pela Rocco. Mas, faço uma menção honrosa para dois livros que não li no primeiro semestre, mas que ganhei em junho: Uma chama entre as cinzas, da Sabaa Tahir, e The kiss of deception, da Mary E. Pearson.

15 – Quais livros você precisa ou quer muito ler até o final do ano?
            Tem uma lista enorme de livros que quero ler até o final do ano, lista essa que, com certeza, irá aumentar ao longo do segundo semestre. No entanto, tem cinco que estão com maior prioridade: Uma chama entre as cinzas, da Sabaa Tahir; A coroa, da Kiera Cass; Harry Potter and The Cursed Child, da J. K. Rowling; Em algum lugar das estrelas, da Clary Vanderpool; e Os miseráveis, do Vitor Hugo, que está na minha lista há algum tempo.


Esse foi o balanço das minhas leituras do primeiro semestre e, um pouco, das minhas expectativas para a segunda metade do ano. De modo geral, fiquei muito satisfeita com as leituras de janeiro a junho, e espero que o segundo semestre seja ainda mais produtivo. Quem quiser responder a tag também, depois deixa aí nos comentários que eu vou adorar saber sobre as leituras de vocês nesse primeiro semestre.

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.