[Resenha] Skyward: Conquiste as estrelas


Sair da zona de conforto é sempre um desafio, mas uma das minhas metas para esse ano é me arriscar mais e ler livros diferentes do que estou acostumada. E, para começar a colocar o pé fora da minha zona de conforto e ler um gênero que não costuma fazer parte das minhas leituras, decidi ler Skyward: Conquiste as estrelas, do Brandon Sanderson.

Faz muito tempo que quero ler algo do autor e resolvi que não teria forma melhor de começar. Então, recentemente eu solicitei o livro de parceria com a Planeta e já corri para ler. Terminei hoje e fiquei tão ansiosa para compartilhar o que achei da leitura que furei meu próprio cronograma de posts para escrever a resenha dele.

Então, estou aqui para contar o que achei de Skyward e como foi meu primeiro contato lendo Brandon Sanderson.
 

Autor: Brandon Sanderson

Editora: Planeta Minotauro

Tradução: Marcia Blasques

Exemplar recebido de parceria com a editora

Onde comprar: Amazon 

Sinopse: “Nesse novo épico do aclamado autor Brandon Sanderson, o futuro da humanidade depende dos sonhos de uma garota Derrotada, devastada e levada quase à extinção, a raça humana se vê presa em um planeta distante, constantemente atacado por misteriosos combatentes alienígenas. Spensa, uma adolescente, anseia por se tornar piloto e se juntar à resistência. Quando descobre os restos de uma velha nave, um modelo que a garota nunca tinha visto na vida, percebe que esse sonho pode enfim se tornar realidade. Para isso, no entanto, a garota precisará consertar a grande nave, aprender a pilotá-la e – talvez o mais difícil – convencer a inteligência artificial que controla os restos da embarcação a ajudá-la: essa incrível nave, de alguma forma, parece ter uma alma própria.”

 

Após uma guerra contra alienígenas, a humanidade vive isolada em um planeta cercado por detritos e constantemente ameaça por seus misteriosos inimigos. Spensa, uma adolescente que vive com a maior parte do seu povo em uma das cidades subterrâneas, sonha em se juntar aos pilotos e lutar na resistência. No entanto, devido a acontecimentos do passado envolvendo o seu pai, esse sonho não será fácil.

Mas Spensa está determinada a provar que todos estão errados sobre o que aconteceu e sobre ela, por isso vai se esforçar para superar todos os obstáculos em seu caminho e entrar para a escola de voo. E sua determinação se torna ainda mais forte quando ela encontra os restos de uma nave desconhecida escondidos em uma caverna. Mas, entre aprender a voar, consertar a nave e lidar com a inteligência artificial bem temperamental que controla a embarcação, Spensa ainda precisa descobrir quem realmente é e se está pronta para se juntar aos pilotos da resistência. 



Como eu falei, não tenho o hábito de ler ficção científica até por ter medo de não entender os conceitos e termos técnicos. Então, confesso que estava muito receosa antes de começar a ler Skyward. Porém, para minha surpresa, não tive dificuldade nenhuma com a leitura e me conectei rapidamente com a história.

A trama é extremamente dinâmica e já começa com acontecimentos importantes e muitos mistérios. Ao longo do livro, fui ficando cada vez mais curiosa para saber como a humanidade chegou naquele planeja, quem são os misteriosos krell que estão sempre ameaçando os humanos e descobrir os segredos do passado envolvendo o pai de Spensa. Com tudo isso, eu logo me vi presa e sem a menor vontade de largar o livro.

Além disso, a ambientação da história é simplesmente fascinante, apesar de surpreendentemente próxima à nossa realidade. No começo, o autor vai mostrando de uma forma bastante crível como é a vida longe da superfície e como a humanidade tem se organizado para se proteger e conseguir se estabelecer naquele planeta. E, ao longo do livro, vamos acompanhando mais sobre a vida na superfície, com as ameaças vindas do espaço e as frenéticas batalhas aéreas.



Com relação aos personagens, confesso que no começo a Spensa me irritou em alguns momentos por ser impulsiva e imatura demais, mas tentei relevar por se tratar de uma adolescente. Além disso, a evolução dela ao longo do livro é clara e foi muito interessante como ela enfrenta seus medos e amadurece. Assim, sem que eu percebesse, acabei me apegando e torcendo muito por ela. Já os personagens secundários são maravilhosos e roubam a cena. Eles são fundamentais na jornada da Spensa, mas também evoluem muito individualmente. Confesso que fiquei muito mais apegada do que esperava, especialmente à inteligência artificial da nave.

Como falei, escolhi esse para ser meu primeiro contato com a escrita do Brandon Sanderson e eu já posso falar que agora estou mais do que curiosa para ler tudo dele. Gostei muito da forma como ele desenvolveu a história, sabendo exatamente onde trazer as cenas de ação, os momentos de drama e, principalmente, as revelações. Além disso, ele consegue explicar em detalhes as naves e as manobras de batalha, sem deixar que a leitura se torne cansativa ou confusa. Com isso, eu mergulhei na leitura com facilidade e me senti realmente dentro da história.

De um modo geral, Skyward foi uma leitura de tirar o fôlego e com um desfecho me deixou ansiosa pela continuação. A escrita do Brandon Sanderson é realmente fascinante, como sempre me falaram, e já me conquistou nesse primeiro livro. Recomendo a leitura especialmente para quem gosta de Star Wars e outras histórias ambientadas no espaço ou simplesmente ama livros com muita ação.

E vocês, já leram Skyward: Conquiste as estrelas? Já conhecem a escrita do Brandon Sanderson? Me contem aí nos comentários.


Comentários
10 Comentários

10 comentários :

  1. Oi Malu!!

    Menina eu também tenho uma dificuldade terrível em ler ficção científica, mas, eu pessoalmente adoro o gênero ainda que eu demore um pouco mais para realizar a leitura. Achei a premissa desse livro bem interessante, faz bem jus ao gênero e com todo esse mistério sobre o passado do pai da protagonistas e os aliens que vivem atacando os humanos, sem dúvidas esse livro deve ser um prato cheio!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  2. Oiiiie!!!
    Tbm tenho dificuldade em ler livros do gênero, acho que li dois desde que iniciei a vida de leitora. Esse livro em questão, não me chamou atenção não...mesmo com resenha que super positiva e sincera, não me agradou no momento.

    Brubs
    https://quemevcbrubs.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Sempre serei suspeita para falar dos livros do Brandon, pois realmente sou MEGA fã da sua escrita e suas obras. Skyward ainda não tive oportunidade de ler porque né, a espera da editora não descontinuar a série, o que infelizmente, Brandon tem dado azar no BR. Se acontecer, vou pegar ela em inglês. Que bom saber que curtiu, e espero que esse seja o primeiro de várias obras do autor. Ótima resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca li e nem ouvi ninguém falar mal dos livros do Brandon Sanderson e isso me deixa intimidada porque eu posso não gostar e aí o problema estará me mim... rs Mas curiosidade não me falta pra conhecer suas histórias.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bom?
    Nunca li nada do Brandon Sanderson, mas confesso que tenho muita vontade de conferir mais livros de ficção científica. Eu tinha o mesmo receio que você, de ficar meio perdida em meio a conceitos e acontecimentos. Saber que foi bem tranquilo e que só o que pegou um pouco foi a imaturidade dessa personagem me deixou louca de vontade de ler. Dica anotada ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Malu,
    eu também não costumo ler ficção científica, é bem fora da minha zona. Mas assim como você tenho planos de me desafiar, infelizmente esse ano não vou conseguir fazer isso por uma série de questões pessoais, estou focando em leituras que já sei que fazem meu estilo. Mesmo assim, o Brandon é um autor que desejo conhecer o mais breve possível e sua empolgação me fez crer que esse título em específico pode ser um ótimo começo pra mim também, achei a história bem interessante e alguns elementos, me lembraram as fantasias que costumo ler e amar.

    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Eu desconhecia total esse livro, e claro já tô colocando na lista de desejados. Gosto de histórias no espaço, ainda mais as que envolvem coisas como extraterrestres e coisas assim, senti uma vibe scifi então tá me agradando. Gostei muito da dica!

    ResponderExcluir
  8. Oi Malu, tudo bem ?
    Eu como você, este ano me propus a ler livros diferentes e fora da minha zona de conforto, mas confesso que ainda não fiz. Achei muito legal o autor conseguir trazer com detalhes as cenas de guerra e batalhas.
    Adorei a dica, anotada.

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li nada do autor, mas só vejo comentários sensacionais e fico LOUCA querendo ler! Que bom que você gostou e que foi uma experiência tão boa!

    ResponderExcluir
  10. OI como vai?

    Eu não conhecia o livro, e ja to curiosa kkk pois né adoro histórias de espaço, que envolvem extraterrestre bem na vibe scifi. Gostei da indicação

    ResponderExcluir

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.