Motivos para ler "As irmãs Shakespeare"



Sabe quando você termina um livro e sente que foi a leitura certa na hora certa? Foi exatamente isso que aconteceu comigo, dois anos atrás, quando li Um verão na Itália, da autora Carrie Elks. Ele é o primeiro volume da série As irmãs Shakespeare, que a cada livro foram me conquistando mais.
Já saiu resenha dos quatro livros aqui, mas hoje eu queria falar sobre a série como um todo e mostrar alguns motivos para eu sempre indicá-la. Então, quem não leu esses livros ainda ou nem conhecia a série, se preparem para aumentar a lista desejados.

1 – Protagonistas femininas muito reais.
Um dos aspectos que mais gostei quando li cada um dos livros da série As irmãs Shakespeare foi o fato de sempre encontrar protagonistas muito humanas, mulheres com as quais eu conseguia me identificar ou reconhecer outras mulheres que eu conheço. Isso pode parecer algo banal, “é claro que uma mulher vai se identificar com uma personagem feminina”, mas nem sempre acontece. Muitas vezes encontro personagens perfeitas demais, ou estereotipadas demais, que não se parecem nem um pouco com pessoas reais.
Mas as irmãs Shakespeare não são assim. Elas cometem erros ao longo dos livros, sofrem, crescem e se transformam como acontece com todos nós. Seus conflitos e inseguranças são muito compreensíveis e verdadeiros, fazendo com que seja fácil se conectar com elas. É impossível terminar esses livros sem se ver um pouquinho na Cesca, na Kitty, na Lucy ou na Juliet.

2 – Cenários apaixonantes
Esses livros me deixaram com vontade de comprar uma passagem no primeiro avião para ir conhecer os cenários mencionados no livro. A autora tem uma capacidade de descrever as ambientações com uma clareza que faz com que a gente se sinta viajando junto com os personagens. Em Um verão na Itália, eu praticamente me via naquela praia paradisíaca, já Um amor de inverno me transportou para uma cidadezinha com muita neve e um clima de Natal aconchegante.
E quem sonha em conhecer a Escócia, vai amar Uma surpresa na primavera. Eu com certeza consegui me imaginar em uma fortaleza antiga e cercada por lindos jardins. Já Uma luz no outono me surpreendeu com uma ambientação em uma pequena cidade nos EUA, que pode parecer mais simples que os outros cenários apresentados, mas acabou sendo igualmente aconhegante e encantadora.

3 – Questões familiares
Em uma série que acompanha quatro irmãs, é claro que os livros vão falar muito sobre família. E o que achei mais interessante é que novamente a autora não caiu no erro de retratar um quadro de perfeição, em que todos se adoram e nunca têm problemas.
As irmãs Shakespeare realmente se amam muito e, mesmo distantes geograficamente, sempre se apoiam. Mas elas também têm seus conflitos e segredos, e em muitos momentos fica claro que essa família está longe de ser perfeita. E, sinceramente, foi isso que tornou a leitura tão especial. Ver conflitos reais e compreensíveis entre essa família, mas perceber o amor evidente entre eles foi tocante e me deixou ainda mais conectada aos personagens.

4 – Escrita envolvente
A escrita da Carrie Elks é outro aspecto que me fez amar a leitura em cada um desses livros. Além de uma habilidade única para descrever os ambientes e fazer os leitores viajarem com a leitura, ela ainda tem uma escrita leve e fluida, que prende a atenção do começo ao fim. Quando li o primeiro livro da série, estava vindo de uma longa ressaca literária. Porém, mal comecei a ler esse e em poucas páginas eu já estava completamente envolvida, tanto que terminei em menos de 24 horas.
Então, para quem quer uma leitura leve e envolvente, para curar uma ressaca literária ou intercalar com um livro mais pesado, já pode se jogar nessa série.

5 – Romances apaixonantes
Já sei que vocês devem estar se perguntando sobre o romance e posso dizer que é o que não falta nessa série. Os quatro livros possuem casais maravilhosos e que conseguem deixar qualquer leitor suspirando. E o melhor é que são romances bem construídos, em que a gente realmente consegue ver os personagens se apaixonando aos poucos.
Além disso, nos quatro livros, o casal principal tem muita química. Com isso, mesmo em meio às discussões, trocas de farpas, idas e vindas, sempre conseguimos perceber a atração entre os personagens escondida nas entrelinhas. E como é delicioso vê-los se aproximando ao longo da história, se conhecendo aos poucos e se apaixonando. Impossível não torcer por esses casais maravilhosos.

6 – Personagens secundários maravilhosos
Essa série tem uma coleção de personagens secundários incríveis e eu poderia ficar aqui o dia todo para citar todos. Mas preciso destacar as crianças mais fofas do mundo, que aparecem no terceiro e no quarto livro. Ah... são muitas doses de fofura garantida, que deixam a leitura ainda mais leve e divertida.
E o melhor é que nesses livros os personagens secundários são realmente importantes para a história, não ficam simplesmente jogados em segundo plano. Deste modo, eu realmente me apeguei a muitos deles e fiquei até desejando livros para alguns deles.

Extra: Box com os quatro livros da série e brindes
Se todos os motivos que eu dei não foram o suficiente para vocês quererem ler esse livro, eu tenho um motivo extra: o box com os quatro livros da série e brindes maravilhosos. A editora Verus anunciou recentemente essa novidade em uma live com a autora e eu fiquei completamente encantada.
Nesse box, os quatro livros vêem em um caixa linda, inspirada nas quatro estações do ano, e acompanhados de uma ecobag maravilhosa e quatro cartões postais inspirados nas capas dos livros. Ele está em pré-venda no Submarino e vocês podem comprar através desse link


Agora, quero saber o que vocês acharam dos motivos que eu citei. Quem já leu, concorda com eles? E, se não leu ainda, ficou com vontade? Me contem aí nos comentários e não deixem de aproveitar para comprar esse box lindo na pré-venda.

Conheça os livros da série:
Um verão na Itália – Resenha: aqui
Um amor de inverno – Resenha: aqui
Uma surpresa na primavera – Resenha: aqui
Uma luz no outono – Resenha: aqui

[Pré-venda] Meninas Selvagens

 


Se tem uma coisa que todo leitor ama é um bom lançamento e tem um da Galera Record que tem chamado a atenção desde que foi anunciado: Meninas Selvagens, da autora Rory Power. O livro foi divulgado como um terror feminista e isso já despertou a atenção de muita gente. Mas há outros motivos para ficar muito curioso para conferir essa história e é sobre isso que quero conversar com vocês.

O ponto que mais chamou minha atenção é que ele traz um tema, infelizmente, bastante atual. Quem imaginava no começo do ano que passaríamos por uma pandemia e teríamos que viver em isolamento? Acho que ninguém. Mas é justamente o que acontece nesse livro. Com o surgimento de uma misteriosa doença, as alunas da Escola Haxter precisam ficar isoladas. Acho que todo mundo já consegue imaginar o desespero dessas alunas né?

Outro aspecto importante é que se trata de um livro com representatividade LGBTQIA+. Nele, o leitor vai acompanhar um relacionamento entre meninas. Além da protagonista, que se sente atraída por meninas, mas há um casal coadjuvante formado por duas garotas. E, como não fica claro se elas são bissexuais ou lésbicas, o termo mais correto é romance sáfico.

E, se tudo isso ainda não foi o suficiente para deixar vocês curiosos para ler, preciso dizer que Meninas Selvagens já está em pré-venda e com brindes maravilhosos. Para quem comprar nesse período, o livro irá acompanhado de um lindo pôster e um card. Não dá para perder né?

Por isso, vou deixar a sinopse e o link para compra. O lançamento está previsto para o dia 15/09, então, corram para já garantir o de vocês na pré-venda.

 



Autora: Rory Power

Editora: Galera Record

Páginas: 320

Pré-venda: Amazon

Sinopse: “Há dezoito meses, a Escola Raxter para Meninas entrou em quarentena. Há dezoito meses, uma misteriosa doença virou a vida de Hetty do avesso. Começou devagar. Primeiro, as professoras foram morrendo, uma a uma. Então, começou a infectar as alunas, transformando o corpo delas em algo cada vez mais estranho. Isoladas do resto do mundo e deixadas à própria sorte, as meninas não se atrevem a ultrapassar o limite da escola. Hetty, Byatt e Reese esperam a cura prometida enquanto a doença se alastra. Mas tudo muda quando Byatt desaparece. Hetty não medirá esforços para encontrá-la, mesmo que isso signifique quebrar a quarentena e desbravar os horrores que as esperam além da cerca que separa a escola da floresta. E quando Hetty se lança rumo ao desconhecido, descobre que há muito mais mistérios por trás dessa história que ela jamais poderia imaginar. Meninas selvagens combina um cenário de terror com a angústia e a ternura da adolescência para explorar até onde um grupo de meninas é capaz de ir para sobreviver e se manter unido. Rory Power constrói uma narrativa que, por vezes irregular e flutuante, demonstra a originalidade e potência de sua escrita, tornando-se uma das novas apostas do gênero. Com Meninas selvagens, estreia – brilhantemente – no universo da ficção juvenil.”



Conheça a autora:

Rory Power é a autora do best-seller do New York Times e cresceu na Nova Inglaterra, onde vive e trabalha como editora de ficção policial e consultora de histórias para adaptações de TV. Ela tem mestrado em Ficção e Prosa na Universidade de East Anglia e ama muito o tempo que passou por lá!


Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.