Lançamentos desejados de março



Todo mês as editoras trazem novidades que fazem com que a nossa lista de desejados nunca acabe, não é mesmo? Então, como são muitos lançamentos chegando nas livrarias agora em março, fiz uma lista com alguns dos que chamaram mais a minha atenção.
Podem preparar o papel e a caneta, porque tem livros para todos os gostos. A lista de lançamentos incluiu thriller, fantasia, Young Adult, romance de época e, até mesmo, ficção científica. Então, duvido que a wishlist de vocês não vá crescer depois de ver essas novidades.

A heroína da alvorada, da Alwyn Hamilton
Esse é o lançamento que aguardo mais ansiosamente, pois ele encerra a trilogia A Rebelde do Deserto (resenha do primeiro livro aqui e do segundo aqui). Sinopse: “No último volume da trilogia A Rebelde do Deserto, Amani vai se deparar com a escolha mais difícil que já teve que fazer: entre si mesma e seu país. Quando a atiradora Amani Al-Hiza escapou da cidadezinha em que morava, jamais imaginava se envolver numa rebelião, muito menos ter de comandá-la. Depois que o cruel sultão de Miraji capturou as principais lideranças da revolta, a garota se vê obrigada a tomar as rédeas da situação e seguir até Eremot, uma cidade que não existe em nenhum mapa, apenas nas lendas — e onde seus amigos estariam aprisionados. Armada com sua pistola, sua inteligência e seus poderes, ela vai atravessar as areias impiedosas para concluir essa missão de resgate, acompanhada do que restou da rebelião. Enquanto assiste àqueles que ama perderem a vida para soldados inimigos e criaturas do deserto, Amani se pergunta se pode ser a líder de que precisam ou se está conduzindo todos para a morte certa.”

Felicidade para humanos, P. Z. Reizin
Eu estou com a prova antecipada desse livro aqui em casa (muito obrigada, Grupo Editorial Record!) e não vejo a hora de começar a ler, pois parece ser uma história muito original e divertida. O lançamento está previsto para o dia 26 de março. Sinopse: “Não conte para ninguém, mas Jen é uma das minhas pessoas favoritas. (Máquinas não devem ter favoritos. Não me pergunte como isso aconteceu.) Jen está triste. Aiden quer que ela seja feliz. Formou? Não necessariamente. É que Jen é uma mulher de trinta e poucos anos cujo namorado acabou de trocá-la por outra e Aiden é um programa de computador muito caro e complexo.”

O dueto sombrio, da Victoria Schwab.
Eu ainda nem li Melodia Feroz, mas já quero essa continuação. Afinal, essa duologia é escrita Victoria Schwab, a mesma autora da trilogia Um tom mais escuro de magia, que já está na minha lista de favoritos da vida (resenha do primeiro aqui e do segundo aqui). Sinopse: "Na sequência final de A Melodia Feroz, Kate Harker precisa voltar para Veracidade e se unir ao sunai August Flynn para enfrentar um ser que se alimenta do caos. Kate Harker não tem medo do escuro. Ela é uma caçadora de monstros — e muito boa nisso. August Flynn é um monstro que tinha medo de nunca se tornar humano, mas agora sabe que não pode escapar do seu destino. Como um sunai, ele tem uma missão — e vai cumprir seu papel, não importam as consequências. Quase seis meses depois de Kate e August se conhecerem, a guerra entre monstros e humanos continua — e os monstros estão ganhando. Em Veracidade, August transformou-se no líder que nunca quis ser; em Prosperidade, Kate se tornou uma assassina de monstros implacável. Quando uma nova criatura surge — uma que força suas vítimas a cometer atos violentos —, Kate precisa voltar para sua antiga casa, e lá encontra um cenário pior do que esperava. Agora, ela vai ter de encarar um monstro que acreditava estar morto, um garoto que costumava conhecer muito bem, e o demônio que vive dentro de si mesma.”

Aos dezessete anos, da Ava Dellaira
Escrito pela mesma autora de Cartas de amor aos mortos, esse livro é um dos que estou mais ansiosa para conferir. Quando li o outro livro dela, me surpreendi muito com sua escrita e fiquei realmente sensibilizada com a leitura, então, quero muito ler este novo trabalho dela. Sinopse: “Quando tinha dezessete anos, Marilyn viveu um amor intenso, mas acabou seguindo seu próprio caminho e criando uma filha sozinha. Angie, por sua vez, é mestiça e sempre quis saber mais sobre a família do pai e sua ascendência negra, mas tudo o que sua mãe contou foi que ele morreu num acidente de carro antes de ela nascer. Quando Angie descobre indícios de que seu pai pode estar vivo, ela viaja para Los Angeles atrás de seu paradeiro, acompanhada de seu ex-namorado, Sam. Em sua busca, Angie vai descobrir mais sobre sua mãe, sobre o que aconteceu com seu pai e, principalmente, sobre si mesma.”

A mulher na janela, do A. J. Finn
Confesso que não leio muitos thrillers, porém, gosto de livros surpreendentes e ando querendo variar um pouco minhas leituras. Esse livro tem sido muito elogiado e estou bastante curiosa para conferir. Sinopse: “Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir. Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle? Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. "A Mulher Na Janela" é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.”

Encarcerados, do John Scalzi.
Outro gênero que não leio com frequência é ficção científica. Porém, ano passado li Guerra do velho, do John Scalzi, e foi um dos meus livros preferidos de 2017. Gostei tanto da leitura que quero muito conferir esse novo trabalho do autor. Sinopse: Um vírus altamente contagioso, indivíduos encarcerados em suas mentes ativas e saudáveis, robôs inseridos na sociedade, um estranho assassinato em um quarto de hotel que vai revelar grandes conspirações políticas. ENCARCERADOS, escrito por John Scalzi, é excitante, divertido, tem bons personagens, traz um universo cyberpunk e distópico bem construído e verossímil, que nos transporta para um futuro assustadoramente próximo.”

Os arteiros mágicos, do Neil Patrick Harris
Vocês viram quem escreveu esse livro? Neil Patrick Harris. Acho que só isso já explica o motivo para esse ser um dos meus lançamentos desejados. Além disso, é um livro de fantasia, com aventura, amizades leais e magia. Sinopse: “Carter é mais habilidoso do que imagina, mas ele não acredita em mágica de verdade. Quando os pais do garoto desaparecem, seu tio Velhaco o obriga a viver de trapaças nas ruas – até que Carter resolve escapar. Ao fugir, porém, ele jamais esperava encontrar amigos e magia numa cidadezinha pacata da Nova Inglaterra. Mas, como num passe de mágica, tudo muda assim que o ambicioso B. B. Bosso e sua trupe de palhaços ladrões chega tocando o terror no lugar. Depois de um fatídico encontro com Dante Vernon, o provedor local de truques de mágica, Carter encontra outros cinco jovens ilusionistas. Com trabalho em equipe e muita magia, eles farão de tudo para livrar a cidade das garras de Bosso. Os seis arteiros mágicos descobrirão, juntos, a amizade, a aventura e a autoconfiança nesta nova série que vai além de qualquer truque. Sim, respeitá-veis leitores, a magia existe – e ela está nas suas mãos.”

Uma proposta e nada mais, da Mary Balogh
Claro que não ia faltar um romance de época nessa lista né? Apesar de nunca ter lido nada desta autora, estou mais do que curiosa para ler este livro. A Arqueiro mais uma vez arrasou com uma capa maravilhosa e a sinopse promete ser uma leitura apaixonante. Sinopse: “Primeiro livro da série Clube dos Sobreviventes, Uma Proposta e Nada Mais é uma história intensa e cativante sobre segundas chances e sobre a perseverança do amor. Após ter tido sua cota de sofrimentos na vida, a jovem viúva Gwendoline, lady Muir, estava mais que satisfeita com sua rotina tranquila, e sempre resistiu a se casar novamente. Agora, porém, passou a se sentir solitária e inquieta, e considera a ideia de arranjar um marido calmo, refinado e que não espere muito dela. Ao conhecer Hugo Emes, o lorde Trentham, logo vê que ele não é nada disso. Grosseirão e carrancudo, Hugo é um cavalheiro apenas no nome: ganhou seu título em reconhecimento a feitos na guerra. Após a morte do pai, um rico negociante, ele se vê responsável pelo bem-estar da madrasta e da meia-irmã, e decide arranjar uma esposa para tornar essa nova fase menos penosa. Hugo a princípio não quer cortejar Gwen, pois a julga uma típica aristocrata mimada. Mas logo se torna incapaz de resistir a seu jeito inocente e sincero, sua risada contagiante, seu rosto adorável. Ela, por sua vez, começa a experimentar com ele sensações que jamais imaginava sentir novamente. E a cada beijo e cada carícia, Hugo a conquista mais – com seu desejo, seu amor e a promessa de fazê-la feliz para sempre.”

E aí, gostaram dos lançamentos deste mês? Me contem aí nos comentários se vocês se interessaram por algum desta lista ou se tem outro que vocês estão aguardando e que não apareceu. E, para quem já está ansioso para adquiri-los, aproveitem que estão tendo várias promoções essa semana devido ao Dia do Consumidor, incluindo na Amazon. Fazendo suas compras através deste link, vocês ajudam o Dicas de Malu.

[Resenha] Uma história de verão

Autora: Pam Gonçalves
Editora: Galera Record
Páginas: 304
Onde comprar: Amazon
Exemplar recebido de parceria com a editora
Sinopse: “É o último verão de Analu perto de casa antes da faculdade. Entre a dificuldade de se entender com seus pais, que queriam que ela cursasse Direito e não Cinema, e as persistentes comparações com seu gêmeo, André Luiz, o grande exemplo de filho que faz tudo para agradar, a garota está cansada de tanta hipocrisia e da cobrança de todos e só quer aproveitar suas férias com os amigos. O lugar é lindo, o clima está ideal e não faltam lembranças em cada cantinho da praia. Pena que nem todas são boas: a primeira decepção amorosa e grande paixão de Ana Luísa, Murilo, está de volta depois de dois anos com o sorriso cafajeste de sempre e novas promessas. De um lado, o futuro em uma nova e incrível cidade, São Paulo; do outro, os amigos, a família e um amor traiçoeiro que ao mesmo tempo machuca e envolve.”


Se você costuma seguir blogs e canais literários há mais tempo, com certeza, já deve conhecer a Pam Gonçalves. Eu acompanho o trabalho dela desde o tempo que ela mantinha o blog Garota It e continuo seguindo seu canal no YouTube (aqui), então, tinha muita curiosidade de conhecer o trabalho dela como escritora. Finalmente, a oportunidade surgiu quando recebi Uma história de verão, da Galera Record.
Nesse livro, a Pam conta a história de Analu, uma jovem que está prestes a começar a vida como universitárias, mas ainda pretende aproveitar o verão antes de iniciar essa nova fase de sua vida. Porém, não será tão simples assim. Para começar, Analu foi aprovada para o curso de Cinema, em São Paulo, porém, seus pais planejavam que ela fosse estudar Direito em uma universidade próxima. Esse pequeno ato de rebeldia vai abalar ainda mais sua relação com a família, que já não é das melhores.
Para quem olha de fora, a vida deles pode até parecer perfeita, mas são apenas aparências. Os pais de Analu vivem um casamento de fachada, o irmão gêmeo dela está se tornando uma versão mais jovem do pai enquanto posa de filho modelo, e ela sofre com as constantes comparações com o irmão e as cobranças por não se encaixar no modelo esperado por sua família.
E, se não bastassem os problemas dentro de casa, Analu ainda precisa lidar com o retorno de Murilo, o cara que foi seu grande amor, mas que também mais a machucou. Ele está disposto a tudo para reconquistá-la, mas será que vale a pena se arriscar novamente? Em meio a um turbilhão de sentimentos, Analu vai tentar aproveitar as últimas férias com os amigos, em um lugar muito especial, antes de se despedir de todos para começar a faculdade.


Uma das coisas que mais gostei em Uma história de verão foi a facilidade com que me envolvi com a leitura. O livro já começa em um momento muito importante da vida da protagonista, a espera pelo resultado do ENEM, o que permite ao leitor se conectar rapidamente com ela e entender o momento que ela está passando. A partir daí, vamos entendo melhor o que esse resultado representava para ela e como isso poderia abalar muito mais do que o seu futuro profissional.
A Analu é uma protagonista muito real, que conquista a empatia do leitor desde o início. Gostei de ver o quanto ela foi corajosa ao escolher o seu sonho, ao invés de tentar se encaixar nas expectativas da família, e as inseguranças que ela tem em relação ao futuro e ao início de uma nova vida em outra cidade, longe dos amigos e de tudo que ela conheceu, são muito críveis e é fácil se identificar com ela. No entanto, o que mais gostei mesmo foi como a Pam abordou a relação de Analu com os pais e o irmão.
Fica claro desde o início que, por trás da fachada de perfeição, há muitos problemas naquela família. Os pais dela têm problema seríssimos dentro do casamento, mas escondem tudo em nome das aparências. O irmão gêmeo de Analu finge não perceber o que acontece e segue à risca o modelo do pai. Enquanto isso, todos ignoram o fato de que estão sufocando Analu com as constantes comparações com o irmão e as tentativas de tentar transformá-la em alguém que ela não é. Assim, é uma relação tão tóxica e hipócrita que torna totalmente compreensível a revolta que Analu sente.


No entanto, o foco do livro não é apenas a relação da Analu com a família e as inseguranças dela quanto à faculdade. Há espaço para o romance, com o contorno de um triângulo amoroso. De um lado, acompanhamos Analu se aproximando de Nicolas, um rapaz carismático e que rapidamente mexe com ela. Por outro, tem o Murilo ressurgindo do passado e querendo reconquistá-la.
A forma como a Pam desenvolveu a relação da Analu com o Murilo foi interessante e ajudou muito a compreender as ações da protagonista. Ao mesmo tempo em que ele tenta se reaproximar dela, vai sendo explicado o que aconteceu entre eles no passado e os motivos que Analu tinha para ter medo de se envolver novamente. Já o envolvimento dela com Nicolas me incomodou um pouco. Ele é um personagem muito cativante, mas não senti que tenha acrescentado muito na história e a relação deles foi tão abrupta que não me convenceu.
O desfecho foi outro aspecto que deixou um pouco a desejar. Gostei das decisões da Analu e senti que ela e alguns personagens amadureceram bastante durante o livro. No entanto, as últimas páginas me soaram tão banais, que me deixou com uma sensação de que faltava algo. Não é um final ruim, mas não acrescentou muito e preferia que o livro tivesse terminado algumas páginas antes.
Com relação à escrita da Pam, eu achei fluida e envolvente. A trama é muito simples, mas a empatia e a nostalgia que a leitura proporcionam acabam compensando. Ela acaba conquistando o leitor tanto pela identificação de quem viveu ou está vivendo essa fase de mudanças, quanto pela solidariedade que sentimos ao ver as situações vividas pela protagonista. Assim, apesar de alguns aspectos não terem me agradado tanto, gostei da leitura e quero acompanhar os trabalhos da Pam como escritora.


Não posso deixar de mencionar também o quanto essa edição está linda. Já na capa dá para ver o quanto a Galera Record caprichou, mas dentro do livro também há detalhes que mostram o cuidado da editora. Além disso, gostei da fonte utilizada e considerei o tamanho e espaçamento muito confortáveis para leitura.
De um modo geral, Uma história de verão é uma leitura leve e envolvente, que irá agradar quem procura uma trama mais simples e despretensiosa. É um livro daqueles que a gente começa a ler e só para quando termina e que combina com uma tarde quente de verão. Apesar das minhas ressalvas em relação ao final e ao romance, me diverti enquanto estava lendo e fui tocada pela história da Analu. Foi meu primeiro contato com um trabalho da Pam Gonçalvez como escrito, mas espero que venham muitos outros ainda. 

Apaixonada por literatura desde pequena, nunca consegui ficar muito tempo sem um livro na mão. Assim, o Dicas de Malu é o espaço onde compartilho um pouco desse meu amor pelo mundo literário.




Facebook

Busca

Instagram

Twitter

Editoras Parceiras

Seguidores

Arquivos

Newsletter

Populares

Tecnologia do Blogger.